Sessão: Terça-feira, 24 de setembro de 2013

.: Decisão da 2° Comissão Disciplinar - 24 de Setembro de 2013 :.

2° Comissão Disciplinar

ATA DA SESSÃO DO DIA 24 DE SETEMBRO DE 2.013

Ao vigésimo quarto dia do mês de setembro do ano de dois mil e treze, às dezoito horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Av. Victor Ferreira do Amaral, 1930 – Tarumã, Curitiba, Paraná, reuniram-se os Auditores Membros da 2° Comissão Disciplinar deste Tribunal, Luciano Costenaro de Oliveira - Presidente, Cesar Augusto Ramos Gradela, Anderson Gaspar e Rubens Dobranski, o procurador Rodrigo Galléas e a secretária Dayane Fernanda Pacheco. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita:

AUTOS N°. 384/2013 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. ANDERSON GASPAR

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB 18 - 2013

JOGO: FOZ DO IGUAÇU F.C. X FRANCISCO BELTRÃO F.C.

DATA: 21/08/2013

DENUNCIADO (S):

UBIRATAN R. DOS SANTOS

FOZ DO IGUAÇU FUTEBOL CLUBE

MATHEUS DE MELLO GULARTE

GILBERTO DE SOUZA CEZIMBRA

REINALDO ALEXANDRE KOLMAM

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. ANDRÉ PFAFFENZELLER

1° DENUNCIADO: UBIRATAN R. DOS SANTOS, preparador de goleiros do Foz do Iguaçu Futebol Clube, excluído aos 57’ (cinqüenta e sete minutos) de partida, por reclamar das decisões do árbitro. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, §2°, II do CBJD.

2° DENUNCIADO: FOZ DO IGUAÇU FUTEBOL CLUBE, por apresentar para a partida o atleta Edinan Rodrigo de Moura com documentação insuficiente para demonstrar sua condição de jogo, qual seja, carteirinha da federação, lembrando que conforme orientação do ofício n° 359/13, a equipe denunciada não está entre as prejudicadas pelo envio da documentação. Com tal conduta, a denunciada praticou os ilícitos tipificados nos arts. 191, III e 214, caput do CBJD.

3° DENUNCIADO: MATHEUS DE MELLO GULARTE, árbitro principal da partida, por não aplicar as regras da modalidade, ao deixarem de (i) punir o técnico do Foz do Iguaçu Futebol Clube, o qual reclamou acintosamente das suas decisões e, (ii) punir dois atletas do Francisco Beltrão Futebol Clube, os quais, intencionalmente, interceptaram a bola com o uso das mãos; omissões que estão relatadas no relatório do delegado da partida. Com tais condutas, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 259 do CBJD.

4° DENUNCIADO: GILBERTO DE SOUZA CEZIMBRA, árbitro assistente n° 01 da partida, por não aplicar as regras da modalidade, ao deixarem de (i) punir o técnico do Foz do Iguaçu Futebol Clube, o qual reclamou acintosamente das suas decisões e, (ii) punir dois atletas do Francisco Beltrão Futebol Clube, os quais, intencionalmente, interceptaram a bola com o uso das mãos; omissões que estão relatadas no relatório do delegado da partida. Com tais condutas, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 259 do CBJD.

5° DENUNCIADO: REINALDO ALEXANDRE KOLMAM, árbitro assistente n° 02 da partida, por não aplicar as regras da modalidade, ao deixarem de (i) punir o técnico do Foz do Iguaçu Futebol Clube, o qual reclamou acintosamente das suas decisões e, (ii) punir dois atletas do Francisco Beltrão Futebol Clube, os quais, intencionalmente, interceptaram a bola com o uso das mãos; omissões que estão relatadas no relatório do delegado da partida. Com tais condutas, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 259 do CBJD.

Observações: Auditor Rubens Dobranski não votou, pois não ouviu o relatório.

Defensor (a): Dr. Nixon Alexsandro Fiori (1° e 2° denunciados) e Dr. Rafael Bozzano (3° 4° e 5° denunciados).

DECISÃO 2° C.D.:

UBIRATAN R. DOS SANTOS- POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

FOZ DO IGUAÇU FUTEBOL CLUBE- POR UNANIMIDADE, NÃO CONHECIMENTO DA DENÚNCIA PELA INÉPCIA DA INICIAL.

MATHEUS DE MELLO GULARTE- POR UNANIMIDADE, NÃO CONHECIMENTO DA DENÚNCIA PELA INÉPCIA DA INICIAL.

GILBERTO DE SOUZA CEZIMBRA- POR UNANIMIDADE, NÃO CONHECIMENTO DA DENÚNCIA PELA INÉPCIA DA INICIAL.

REINALDO ALEXANDRE KOLMAM- POR UNANIMIDADE, NÃO CONHECIMENTO DA DENÚNCIA PELA INÉPCIA DA INICIAL.

AUTOS N°. 387/2013 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. ANDERSON GASPAR

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - SÉRIE A – ADULTO - 2013

JOGO: ACE URANO X URE SANTA QUITÉRIA

DATA: 24/08/2013

DENUNCIADO (S):

URE SANTA QUITÉRIA

ACE URANO

NILSON RODRIGUES DE SOUZA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MAURÍCIO MUSSI CORRÊA

1° DENUNCIADO: URE SANTA QUITÉRIA, pois diante do Relatório constante da Súmula da Partida, efetuado pelo árbitro do jogo, Sr. Leandro Barros Nunes, segundo o qual, aos 44 minutos de jogo, houve o arremesso de uma lata de cerveja ao campo de jogo, causado por um torcedor da equipe visitante, a qual acabou por acertar a cabeça da assistente n° 02 e o seu ombro direito. Vale ressaltar que não houve a identificação formal, detenção ou apresentação do autor da desordem ou do lançamento da lata de cerveja contra a assistente n° 02 e, o árbitro junto à autoridade policial competente. Tal ato configura infração ao disposto nos arts. 184 e 213, III, §1° e §2° do CBJD.

2° DENUNCIADO: ACE URANO, pois diante do Relatório constante da Súmula da Partida, efetuado pelo árbitro do jogo, Sr. Leandro Barros Nunes, segundo o qual, aos 44 minutos de jogo, houve o arremesso de uma lata de cerveja ao campo de jogo, causado por um torcedor da equipe visitante, a qual acabou por acertar a cabeça da assistente n° 02 e o seu ombro direito. Vale ressaltar que não houve a identificação formal, detenção ou apresentação do autor da desordem ou do lançamento da lata de cerveja contra a assistente n° 02 e, o árbitro junto à autoridade policial competente. Tal ato configura infração ao disposto nos arts. 184, 211 e 213, III, §1° do CBJD.

3° DENUNCIADO: NILSON RODRIGUES DE SOUZA, atleta do ACE Urano, expulso diretamente da partida aos 90 minutos do segundo tempo de jogo por haver abandonado a disputa de bola e desferido um chute no adversário de n° 18, infringindo, conseqüentemente, o disposto no art. 254-A, §1°, II do CBJD.

Observações: Gravado e juntado aos autos depoimento de um informante, Sr. Luiz Carlos Grdem, portador da carteira de identidade n° 1.308.209-1, diretor de futebol do URE Santa Quitéria.

Defensor (a): Dr. Hélio Pereira Cury Filho.

DECISÃO 2° C.D.:

URE SANTA QUITÉRIA- Auditor relator votou pela perda de 02 (dois) mandos de jogo, mais multa no valor de R$300,00 (trezentos reais), em concreto. Auditor Rubens Dobranski divergiu o voto para aplicar a perda de 01 (um) mando de jogo, mais multa no valor de R$300,00 (trezentos reais), em concreto. Auditores Cesar A. R. Gradela e Luciano Costenaro de Oliveira acompanharam o voto divergente. POR MAIORIA, APLICADA A PERDA DE 01 (UM) MANDO DE JOGO, MAIS MULTA NO VALOR DE R$300,00 (TREZENTOS REAIS), EM CONCRETO, DEVENDO SER RECOLHIDA EM UM PRAZO DE 05 (CINCO) DIAS.

ACE URANO- Auditor relator votou pelo não conhecimento da denuncia pelo art. 211 do CBJD, e absolveu pelo art. 213, III,§1°, do CBJD. Divergiu o voto o auditor Rubens Dobranski que absolveu de ambos os artigos. Demais auditores acompanharam o voto do relator. POR MAIORIA, NÃO CONHECIMENTO DA DENÚNCIA PELA INÉPCIA DA INICIAL, PELO ART. 211 DO CBJD. FICANDO ABSOLVIDO PELO ART. 213, III, §1°, DO CBJD.

NILSON RODRIGUES DE SOUZA- Auditor relator votou pela pena de suspensão por 02 (duas) partidas. Auditor Rubens Dobranski divergiu o voto para desclassificar para o art. 250 do CBJD, aplicando a pena de suspensão por 01 (uma) partida. Auditor Cesar A. R. Gradela e Luciano Costenaro de Oliveirsa acompanharam o voto do relator. POR MAIORIA, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 02 (DUAS) PARTIDAS, EM CONCRETO.

AUTOS N°. 393/2013 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RUBENS DOBRANSKI

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE B – ADULTO - 2013

JOGO: SBR OLYMPIQUE X CAXIAS F.C.

DATA: 24/08/2013

DENUNCIADO (S):

ALESSANDRO MEIRA FEITOSA

JOSÉ CARLOS DE LIMA

MICHAEL CARDOSO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DRA. FLÁVIA LÚCIA MOSCAL DE BRITTO MAZUR

1° DENUNCIADO: ALESSANDRO MEIRA FEITOSA, atleta do SBR Olympique, pois, aos 62 (sessenta e dois minutos) de jogo, foi expulso de campo por xingar e ameaçar o 1° assistente com as seguintes palavras: “Vocês todos vão apanhar aqui! Vão se foder todos, seus merdas!”. Desta forma, ao xingar e ameaçar o 1° assistente, o atleta denunciado infringiu o art. 243-C do CBJD.

2° DENUNCIADO: JOSÉ CARLOS DE LIMA, atleta do SBR Olympique, pois, aos 63 (sessenta e três minutos) de jogo, foi expulso de campo por xingar e ameaçar o 2° assistente com as seguintes palavras: “Seu filho da puta, vocês vão se foder!”. Desta forma, ao xingar e ameaçar o 2° assistente, o atleta denunciado infringiu o art. 243-C do CBJD.

3° DENUNCIADO: MICHAEL CARDOSO, atleta do Caxias Futebol Clube, pois, aos 75 (setenta e cinco minutos) de jogo, foi expulso de campo por atingir com um “carrinho” seu adversário na disputa de bola. Desta forma, ao atingir seu adversário com um “carrinho”, o atleta denunciado infringiu o art. 254, §1°, II do CBJD.

Observações: Gravado e juntado aos autos depoimento pessoal do 3° denunciado, Sr. Michael Cardoso, portador da carteira de identidade n° 10.766.131-0.

Defensor (a): Dr. Hélio Pereira Cury Filho.

DECISÃO 2° C.D.:

ALESSANDRO MEIRA FEITOSA- Auditor relator votou pela pena de suspensão por 01(uma) partida. Divergiu o voto o auditor Anderson Gaspar que aplicou a pena de suspensão por 02 (duas) partidas. Demais auditores acompanharam o voto do relator. POR MAIORIA, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 01 (UMA) PARTIDA.

JOSÉ CARLOS DE LIMA- POR UNANIMIDADE, FICA RECLASSIFICADO PARA O ART. 258 DO CBJD, APLICANDO A PENA DE SUSPENSÃO POR 02 (DUAS) PARTIDAS.

MICHAEL CARDOSO- POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 01 (UMA) PARTIDA.

AUTOS N°. 396/2013 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. ANDERSON GASPAR

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - SÉRIE A – JUVENIL - 2013

JOGO: UBERLÂNDIA E.C. X UNIÃO NOVA ORLEANS

DATA: 24/08/2013

DENUNCIADO (S):

GUSTAVO GOGOLA

GUSTAVO GOGOLA

DAVID PEDRO DA SILVA

ANTÔNIO EMILIANO LESSKIU

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: GUSTAVO GOGOLA, atleta do Uberlândia Esporte Clube, por desferir, dolosamente, uma cotovelada no atleta da equipe adversária, na disputa de bola, motivando sua expulsão, de forma direta, aos 72’00’’ (setenta e dois minutos) da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no art. 254-A do CBJD.

2° DENUNCIADO: GUSTAVO GOGOLA, atleta do Uberlândia Esporte Clube, por, após o término da partida, entrar em campo e proferir as seguintes palavras ao árbitro da partida: “seu filho da puta, você vai morrer aqui hoje, eu vou acabar com tua vida”. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no art. 243-C do CBJD.

3° DENUNCIADO: DAVID PEDRO DA SILVA, preparador físico do Uberlândia Esporte Clube, por sair do banco de reservas e ir em direção ao assistente n° 01, para reclamar veementemente contra as decisões da arbitragem, motivando sua exclusão aos 79’00’’ (setenta e nove minutos) da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas nos arts. 258-B e 258 c/c 184 do CBJD.

4° DENUNCIADO: ANTÔNIO EMILIANO LESSKIU, representante da Federação Paranaense de Futebol na partida, por deixar de relatar as ocorrências disciplinares referente ao atleta Gustavo Gogola. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no art. 266 do CBJD.

Observações: Gravado e juntado aos autos depoimento pessoal do 3° denunciado, Sr. David Pedro da Silva, portador do documento n°. 153142741807, MEX – PR. Depoimento pessoal do 1° denunciado, Sr. Gustavo Gorgola, portador da carteira de identidade n° 10.215.911-0. Depoimento pessoal do 4° denunciado, OAB/PR n° 68070.

Defensor (a): Dr. Hélio Pereira Cury Filho.

DECISÃO 2° C.D.:

GUSTAVO GOGOLA- Auditor relator votou pela absolvição. Auditor Rubens Dobranski divergiu o voto, desclassificando para o art. 250 do CBJD, aplicando a pena de suspensão por 01(uma) partida. Auditores Cesar Augusto Ramos Gradela e Luciano Costenaro de Oliveira acompanharam o voto do relator. POR MAIORIA, ABSOLVIDO.

GUSTAVO GOGOLA- Auditor relator votou pela pena de suspensão por 15 (quinze) dias. Auditor Rubens Dobranski divergiu o voto, pela absolvição. Auditores Cesar Augusto Ramos Gradela e Luciano Costenaro de Oliveira acompanharam o voto do relator. POR MAIORIA, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 15 (QUINZE) DIAS, EM CONCRETO.

DAVID PEDRO DA SILVA- Auditor relator absolve pelo art. 258-B, do CBJD, aplicando a pena de advertência pelo art. 258 do CBJD. Auditor Rubens Dobranski divergiu o voto, absolvendo pelo art. 258-B do CBJD, e aplica a pena de 01 (uma) partida de suspensão pelo art. 258 do CBJD. Auditores Cesar Augusto Ramos Gradela e Luciano Costenaro de Oliveira acompanharam o voto do relator. POR MAIORIA, APLICADA A PENA DE ADVERTENCIA.

ANTÔNIO EMILIANO LESSKIU- Auditor relator votou pela pena de advertência. Auditor Rubens Dobranski divergiu o voto pela absolvição.Auditor Cesar Augusto Ramos Gradela acompanhou o voto divergente, e Luciano Costenaro de Oliveira acompanhou o voto do relator. POR MAIORIA, ABSOLVIDO.

AUTOS N°. 390/2013 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CÉSAR AUGUSTO RAMOS GRADELA

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - SÉRIE A – JUVENIL - 2013

JOGO: COMBATE BARREIRINHA F.C. X UNIÃO AHÚ F.C.

DATA: 24/08/2013

DENUNCIADO (S):

GUILHERME BARBOSA DOS SANTOS

BRUNO CAMARGO BOTELHO SENA

GABRIEL ANGELO BODZIAK BUENO

COMBATE BARREIRINHA FUTEBOL CLUBE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: GUILHERME BARBOSA DOS SANTOS, atleta do União Ahú Futebol Clube, por desferir, dolosamente, um tapa no atleta da equipe adversária, Sr. Heberthy R. F. De Oliveira, fora da disputa de bola, motivando sua expulsão, de forma direta, aos 63’00’’ (sessenta e três minutos) da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no art. 254-A do CBJD.

2° DENUNCIADO: BRUNO CAMARGO BOTELHO SENA, atleta do Combate Barreirinha Futebol Clube, por desferir, dolosamente, um soco no atleta da equipe adversária, Sr. Gabriel Ângelo Bodziak Bueno, fora da disputa de bola, motivando sua expulsão, de forma direta, aos 77’00’’ (setenta e sete minutos) da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no art. 254-A do CBJD.

3° DENUNCIADO: GABRIEL ANGELO BODZIAK BUENO, atleta do União Ahú Futebol Clube, por desferir, dolosamente, um soco, revidando a agressão sofrida pelo atleta da equipe adversária, Sr. Bruno Camargo Botelho Sena, fora da disputa de bola, motivando sua expulsão, de forma direta, aos 77’00’’ (setenta e sete minutos) da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no art. 254-A do CBJD.

4° DENUNCIADO: COMBATE BARREIRINHA FUTEBOL CLUBE, por deixar de solicitar formalmente policiamento para a partida, tendo em vista que não há ofício para requisição de policiamento nos autos, descumprindo, de conseqüência, o que estabelece o artigo 30, I, do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no art. 191, III do CBJD.

Observações:

Defensor (a): Dr. Hélio Pereira Cury Filho.

DECISÃO 2° C.D.:

GUILHERME BARBOSA DOS SANTOS- POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 02 (DUAS) PARTIDAS, EM CONCRETO.

BRUNO CAMARGO BOTELHO SENA- Auditor relator votou pela pena de suspensão por 02 (duas) partidas, em concreto. Divergiu o voto o auditor Rubens Dobranski que aplica a pena de suspensão por 03 (três) partidas, em concreto, voto este acompanhado pelo auditor Luciano Costenaro de Oliveira. Auditor Anderson Gaspar acompanhou o voto do relator. POR MAIORIA, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 02 (DUAS) PARTIDAS, EM CONCRETO.  

GABRIEL ANGELO BODZIAK BUENO- Auditor relator votou pela pena de suspensão por 02 (duas) partidas, em concreto. Divergiu o voto o auditor Rubens Dobranski que desclassificou para o art. 250 do CBJD, aplicando a pena de suspensão por 01 (uma) partida. Auditor Anderson Gaspar acompanhou o voto do relator. Auditor Luciano Costenaro de Oliveira divergiu o voto, aplicando a pena de suspensão por 03 (três) partidas, em concreto. POR MAIORIA, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 02 (DUAS) PARTIDAS, EM CONCRETO.

COMBATE BARREIRINHA FUTEBOL CLUBE- POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

AUTOS N°. 402/2013 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RUBENS DOBRANSKI

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - SÉRIE B – ADULTO - 2013

JOGO: VASCO DA GAMA F.C. X IMPERIAL F.C.

DATA: 24/08/2013

DENUNCIADO (S):

VASCO DA GAMA FUTEBOL CLUBE

VASCO DA GAMA FUTEBOL CLUBE

JOÃO RICARDO RIBAS LEITE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MAURÍCIO MUSSI CORRÊA

1° DENUNCIADO: VASCO DA GAMA FUTEBOL CLUBE, pois, diante do Relatório constante do anexo à Súmula da Partida, efetuado pelo árbitro do jogo, Sr. Cristian Eduardo Gorski da Luz, segundo o qual, aos 42 minutos do segundo tempo de jogo, foi comunicado pelo assistente n° 01, de que foi arremessado ao campo de jogo, uma pedra de médio porte, oriunda de um grupo de torcedores que estavam situados junto à torcida do clube mandante. Vale ressaltar que não houve a identificação dos autores da desordem ou do lançamento da pedra contra o assistente n° 01. Tal ato configura infração ao disposto nos arts. 184, 211 e 213, I e III, §1°do CBJD.

2° DENUNCIADO: VASCO DA GAMA FUTEBOL CLUBE, haja vista a ausência de policiamento na praça esportiva ou de qualquer justificativa, conforme narrado nas Observações de Ordem Disciplinar, no seu item ‘02’ e no relatório disciplinar da partida, no seu item ‘04’, conforme lhe competia solicitar para o jogo, a teor do que dispõe o Regulamento Geral das Competições. Assim, pede-se o apenamento da denunciada, por deixar de cumprir o Regulamento, Geral ou Especial, da Competição, infringindo, conseqüentemente, o art. 191, III do CBJD.

3° DENUNCIADO: JOÃO RICARDO RIBAS LEITE, atleta do Vasco da Gama Futebol Clube, expulso diretamente da partida aos 37 (trinta e sete minutos) do segundo tempo de jogo, por haver dado um chute por trás e na altura do tornozelo de seu adversário de n° 04, infringindo, conseqüentemente, o art. 254-A, §1°, I e II do CBJD.

Observações:

Defensor (a): Dr. Hélio Pereira Cury Filho.

DECISÃO 2° C.D.:

VASCO DA GAMA FUTEBOL CLUBE- POR UNANIMIDADE, FICA ABSOLVIDO PELO ART. 211 DO CBJD, E APLICAM A PERDA DE MANDO DE JOGO POR 01 (UMA) PARTIDA, MAIS MULTA NO VALOR DE R$ 200,00 (DUZENTOS REAIS) EM CONCRETO, PELO ART. 213, I E III §1DO CBJD, DEVENDO SER RECOLHIDA EM UM PRAZO DE 05 (CINCO) DIAS.

VASCO DA GAMA FUTEBOL CLUBE- POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

JOÃO RICARDO RIBAS LEITE- POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 01 (UMA) PARTIDA, PELO ART. 254 DO CBJD.

AUTOS N°. 399/2013 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CÉSAR AUGUSTO RAMOS GRADELA

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - SÉRIE A – JUVENIL - 2013

JOGO: OPERÁRIO PILARZINHO S.C. X ABE NOVO MUNDO F.C.

DATA: 24/08/2013

DENUNCIADO (S):

OPERÁRIO PILARZINHO SPORT CLUB

OPERÁRIO PILARZINHO SPORT CLUB

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: OPERÁRIO PILARZINHO SPORT CLUB, por deixar de solicitar formalmente policiamento para a partida, tendo em vista que no ofício contido nos autos não há assinatura ou outro sinal indicando que o documento foi recebido pela autoridade policial, descumprindo, de conseqüência, o que estabelece o artigo 30, I, do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no art. 191, III do CBJD.

2° DENUNCIADO: OPERÁRIO PILARZINHO SPORT CLUB, por não tomar as providências capazes de prevenir e reprimir lançamento de objeto no campo e desordem em sua praça de desporto, haja vista que o auxiliar, Sr. Eduardo Luis Furiatti, foi atingido com uma cusparada aos 20’00’’ (vinte minutos) de jogo, lançada pela torcida do Operário Pilarzinho Sport Club, sendo que a partida ficou parada para que o massagista desta equipe contivesse a torcida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no art. 213, I e III do CBJD.

Observações:

Defensor (a): Dr. Hélio Pereira Cury Filho.

DECISÃO 2° C.D.:

OPERÁRIO PILARZINHO SPORT CLUB- POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

OPERÁRIO PILARZINHO SPORT CLUB- Auditor relator votou pela pena de multa no valor de R$ 150,00 (cento e cinqüenta reais) em concreto. Divergiu o voto auditor Rubens Dobranski que aplicou a pena de multa no valor de R$ 110,00 (cento e dez reais), em concreto. Demais auditores acompanharam o voto do relator. POR MAIORIA, APLICADA A PENA DE MULTA NO VALOR DE R$ 150,00 (CENTO E CINQUENTA REAIS) EM CONCRETO, DEVENDO SER RECOLHIDA EM UM PRAZO DE 05 (CINCO) DIAS.

AUTOS N°. 405/2013 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. ANDERSON GASPAR

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - SÉRIE B – ADULTO - 2013

JOGO: YPIRANGA F.C. X UNIÃO VILA SANDRA E.C.

DATA: 24/08/2013

DENUNCIADO (S):

FERNANDO SANDER MOREIRA

RAFAEL ALVES PEREIRA

THIAGO FELIPE DE PAULA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. GUSTAVO LUIZ BIZINELLI

1° DENUNCIADO: FERNANDO SANDER MOREIRA, atleta do Ypiranga Foot Ball Club, expulso aos 45 (quarenta e cinco) minutos de partida por chutar o adversário, atingindo-o na perna direita, na disputa de bola, cometendo infração ao art. 254 do CBJD.

2° DENUNCIADO: RAFAEL ALVES PEREIRA, atleta do Ypiranga Foot Ball Club, expulso aos 85 (oitenta e cinco) minutos de partida por dar um soco no peito do seu adversário, fora da disputa de bola, cometendo infração ao art. 254-A do CBJD.

3° DENUNCIADO: THIAGO FELIPE DE PAULA, atleta do União Vila Sandra Esporte Clube, expulso aos 85 (oitenta e cinco) minutos de partida por desferir um soco no braço direito do seu adversário, revidando agressão sofrida, cometendo, assim, infração ao art. 254 do CBJD.

Observações:

Defensor (a): Dr. Hélio Pereira Cury Filho.

DECISÃO 2° C.D.:

FERNANDO SANDER MOREIRA- POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 01 (UMA) PARTIDA.

RAFAEL ALVES PEREIRA- Auditor relator votou pela pena de suspensão por 02 (duas) partidas. Divergiu o voto o auditor Rubens Dobranski que aplicava a pena de suspensão por 03 (três) partidas. Voto este acompanhado pelo auditor Luciano Costenaro de Oliveira. Auditor Cesar A.R. Gradela acompanhou o voto do relator. POR MAIORIA, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 02 (DUAS) PARTIDAS, EM CONCRETO.

THIAGO FELIPE DE PAULA- POR UNANIMIDADE, DESCLASSIFICADO PARA O ART. 250 DO CBJD, APLICANDO A PENA DE SUSPENSÃO POR 02 (DUAS) PARTIDAS.

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais Auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Dayane Fernanda Pacheco, Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná

Curitiba/PR, 24 de setembro de 2.013.

  

                                LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA                  

Presidente

 DAYANE FERNANDA PACHECO

Secretária

 




Referências:

24/09/2013 - Pauta da 2ª Comissão Disciplinar - 24 de Setembro de 2.013
Publicação: 25/09/2013 às 15:40