Sessão: Terça-feira, 11 de março de 2014

.: Pauta 2ª Comissão Disciplinar 11 de março de 2014 :.

 

 

2ª COMISSÃO DISCIPLINAR

PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 11/03/2014

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 008/2014

 

De ordem do Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Leandro Souza Rosa e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço  publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para  que querendo apresente defesa pessoalmente, ou ainda, se fazer representar por advogado  de  defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Despotiva, tornando público através deste Edital, que,

 

No dia 11 DE MARÇO DE 2014 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Terça - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina, 2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

 

 

 

AUTOS N°. 02/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. ANDERSON GASPAR

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL (SUB 18)-2013

JOGO: JUNIOR TEAM FUTEBOL X CA PARANAENSE

DATA: 30/11/2013

DENUNCIADO(S):

JUNIOR TEAM FUTEBOL

CLEITON VIANA DA COSTA 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: JUNIOR TEAM FUTEBOL, entidade de prática desportiva, por não disponibilizar no vestiário da equipe de arbitragem água para banho e nos vasos sanitários, desrespeitando, de consequência, o artigo 7°, 4, do Regulamento Geral das Competições da CBF. Por assim agir, incorre nas sanções previstas nos artigos 206 e 191, III, cumulado com 184, todos do CBJD. 

2° DENUNCIADO: CLEITON VIANA DA COSTA,  atleta com registro na CBFn° 298.094, integrante da entidade de prática desportiva CA Paranaense, por dar uma cabeçada no atleta adversário, fora da disputa de bola, atingindo-o na testa, motivando sua expulsão, de forma direta, aos 90’ minutos. Por assim agir, incorre nas sanções prevista no  artigo 254-A, do CBJD.

 

 

AUTOS N°. 020/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL 1ª Divisão-2014

JOGO: LONDRINA EC X RIO BRANCO SPORT CLUB

DATA: 30/11/2013

DENUNCIADO(S):

LONDRINA ESPORTE CLUBE

RIO BRANCO SPORT CLUB 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL FABRÍCIO DE MELO

1° DENUNCIADO: LONDRINA ESPORTE CLUBE, Entidade de Prática Desportiva, por ter, antes do início da partida, entrado em campo às 16 horas e 56 minutos, quando deveria tê-lo feito no máximo, às 16 horas e 50 minutos, conforme declaração nesse sentido que acompanha os relatórios anexos e foi assinada pelo representante da denunciada na oportunidade da partida. Com essa irregular conduta atrasou, segundo relatório da Equipe de Arbitragem, o início da partida em 5 minutos. Incorrendo, por tanto, nas sanções previstas no artigo 206 do CBJD.

2º DENUNCIADO: RIO BRANCO SPORT CLUB, Entidade de Prática Desportiva, por ter, antes do início da partida, entrado em campo às 16 horas e 55 minutos, quando deveria tê-lo feito no máximo, às 16 horas e 50 minutos, conforme declaração nesse sentido que acompanha os relatórios anexos e foi assinada pelo representante da denunciada na oportunidade da partida. Com essa irregular conduta atrasou, segundo relatório da Equipe de Arbitragem, o início da partida em 5 minutos. Incorrendo, por tanto, nas sanções previstas no artigo 206 do CBJD.

*ÁRBITRO INTIMADO: LUCAS PAULO TOREZIN

 

 

AUTOS N°. 032/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RUBENS DOBRANSKI

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL 1ª Divisão-2014

JOGO: J. MALUCELLI X TOLEDO COLONIA WORK

DATA: 16/02/2014 

DENUNCIADO(S):

J. MALUCELLI

ANDERSON MORENO DOS SANTOS 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS 

1° DENUNCIADO: J.MALUCELLI, Em seu relatório, o Sr. Árbitro atestou que o acesso dos árbitros ao gramado e aos vestiários é ruim, por se tratar de escada em caracol, que com a chuva fica escorregadia. De igual sorte, ainda relatou que o local destinado ao representante da FPF não é adequado, dificultando o exercício das funções do representante. Atestou ainda, que como melhorias, o estádio deveria possuir banco de reservas para até doze atletas. Diante da constatação inequívoca efetivada pelo árbitro acerca irregularidade das áreas de acesso ao gramado e aos vestiários da arbitragem, o primeiro denunciado deixou de manter o local indicado para a partida com infraestrutura mínima, cometendo, por conseguinte, infração prevista no artigo 211 do CBJD. Ainda por não disponibilizar, banco de reservas para doze atletas o primeiro denunciado ainda infringiu o parágrafo único do artigo 33 do Regulamento Geral das Competições. A não observância do parágrafo único do artigo 33 do Regulamento geral das Competições, caracteriza infração ao artigo 191, III do CBJD. 

2º DENUNCIADO: ANDERSON MORENO DOS SANTOS, atleta do Toledo Colônia Work, com registro na CBF sob nº 156114. O Sr. Arbitro excluiu diretamente o atleta da equipe visitante, Sr. ANDERSON MORENO DOS SANTOS, por proferir ofensas ao assistente nº 01, proferindo as seguintes palavras: “vai se fuder”. Por sua vez, os atos perpetrados pelo Denunciado caracterizam infração ao disposto no artigo 243 – F, do CBJD.

 

 

AUTOS N°. 035/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL 1ª Divisão-2014

JOGO: OPERÁRIO FERROVIÁRIO EC X MARINGÁ FC

DATA: 23/02/2014 

DENUNCIADO(S):

ANDRÉ FERREIRA DE OLIVEIRA 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. DANIEL ANDREATTA 

1° DENUNCIADO: ANDERÉ FERREIRA DE OLIVEIRA, inscrito sob o nº 176633, atleta da equipe do OPERÁRIO FERROVIÁRIO EC; Consta do relatório da partida, assinada pelo árbitro da mesma, que o Atleta supra mencionado, foi duplamente advertido, portanto, expulso da partida supracitada, por simular penalidade máxima. A atitude do atleta denunciado caracteriza afronta ao artigo 258 do CBJD.

 

 

 

AUTOS N°. 038/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. ANDERSON GASPAR

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL 1ª Divisão-2014

JOGO: CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE X LONDRINA EC

DATA: 20/02/2014 

DENUNCIADO(S):

ANTONIO LOPES

CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODRIGO GALLÉAS 

1° DENUNCIADO:ANTONIO LOPES, dirigente, do CA Paranaense por entrar no campo de jogo, sem autorização e lá tentar se manter. O árbitro reserva solicitou a sua saída, quando Antonio Lopes tentou dar uma “ carteirada”, mostrando que era “ delegado” de polícia e ali iria permanecer, inclusive ameaçando o integrante da arbitragem com os dizeres; “TO COMO DELEGADO AQUI, EU POSSO, EU SOU DELEGADO, EU SOU AUTORIDADE POLICIAL, EU VOU FICAR AQUI E QUERO VER QUEM VAI ME TIRAR”.

Por óbvio, todos sabemos que ele não estava ali como delegado e sim como dirigente do CA Paranaense.

O mesmo ficou por dois minutos na beira do campo, atrasando a partida que teve de ser paralisada, inclusive voltando a falar com o quarto árbitro mesmo depois da solicitação de sua saída. Foi até o portão e retornou para ficar atrás do banco de reservas na entrada do túnel de acesso aos vestiários e a essa altura já era vaiado pela própria torcida do clube, quando enfim, resolveu se retirar. Por assim agir, incorre nas sanções previstas nos artigos 243-B, 258, 258-B, 258- II, 258-D do CBJD. 

2º DENUNCIADO; CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE, EDP, por ter seu dirigente, Antonio Lopes, causado atrasa de dois minutos para sua retirada. Pelo exposto, incide nas penalidades do artigo 206 do CBJD. 

**intimação ao quarto árbitro Sr. Marcelo Sales Correa.

 

 

 

AUTOS N°. 041/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CÉSAR AUGUSTO RAMOS GRADELA

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL 1ª Divisão-2014

JOGO: PRUDENTÓPOLIS FC X J. MALUCELLI

DATA: 23/02/2014 

DENUNCIADO(S):

TIAGO HENRIQUE GONÇALVES

LEANDRO PAULINO DA SILVA 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: MAURICIO MUSSI CORRÊA

 

1º DENUNCIADO; TIAGO HENRIQUE GONÇALVES, atleta n.º 14 da equipe do Prudentópolis FC, expulso diretamente da partida aos 78 minutos de jogo, após “ dar um carrinho frontal no adversário nº 07”, durante  disputa de bola, com ISO de força excessiva, atingindo-o em suas canelas, infringindo consequentemente as letras do CBJD, em seu artigo 254, parágrafo 1º, II. 

2º DENUNCIADO; LEANDRO PAULINO DA SILVA, atleta n .º 05 da equipe do J. Malucelli, expulso diretamente da partida aos 79 minutos de jogo, por “ atingir seu adversário n.º09 Vinicius J. Calamario, com um tapa no rosto quando a bola estava fora de jogo, infringindo consequentemente a letra do CBJD, em seu  artigo 254, A § 1º, I.

 

Publicação: 06/03/2014 às 18:36