Sessão: Terça-feira, 10 de junho de 2014

.: Decisão da 2° Comissão Disciplinar - 10 de junho de 2014 :.

2° COMISSÃO DISCIPLINAR

ATA DA SESSÃO DO DIA 10 DE JUNHO DE 2.014

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 032/2014

 

Ao décimo dia do mês de junho do ano de dois mil e quatorze, às dezenove horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Avenida República Argentina, 2153, bairro Portão, Curitiba, Paraná, reuniram-se os Auditores Membros da 2° Comissão Disciplinar deste Tribunal, Luciano Costenaro - Presidente, Cesar Augusto Ramos Gradela, Hélio Anjos Ortiz Neto e Rubens Dobranski. Estando ausentes o auditor Anderson Gaspar e a procuradoria. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita:

 

AUTOS N°. 146/2014– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CESAR AUGUSTO RAMOS GRADELA

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB 18  - 2014

JOGO: CORITIBA FC X MARINGÁ FC  DATA:  14/05/2014

DENUNCIADO(S):

CORITIBA FC

MARINGÁ FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1° DENUNCIADO: CORITIBA FC, o Sr. Árbitro atestou que a equipe ingressou em campo às 15hs:25min, cinco minutos antes do início da partida. Infringindo o parágrafo único do artigo 43 do REGULAMENTO GERAL DAS COMPETIÇÕES, que determina que a equipe deve ingressar em campo com antecedência mínima de 10(DEZ) minutos do início da partida. A não observância do parágrafo único do artigo 43, caracteriza infração ao artigo 191, III do CBJD.

2° DENUNCIADO: MARINGÁ FC, o Sr. Árbitro atestou que a equipe ingressou em campo às 15hs:25min, cinco minutos antes do início da partida. Infringindo o parágrafo único do artigo 43 do REGULAMENTO GERAL DAS COMPETIÇÕES, que determina que a equipe deve ingressar em campo com antecedência mínima de 10(DEZ) minutos do início da partida. A não observância do parágrafo único do artigo 43, caracteriza infração ao artigo 191, III do CBJD.

Observações: Encaminhar as autos a Procuradoria.

Defensor (a): Dra. Marília (1° denunciado) e Dr. Hélio Cury Filho (2° denunciado).

DECISÃO DA 2º C.D.:

CORITIBA FC- POR UNANIMIDADE, NÃO RECEBER A DENÚNCIA POR ENTENDER INÉPTA.

MARINGÁ FC- POR UNANIMIDADE, NÃO RECEBER A DENÚNCIA POR ENTENDER INÉPTA.

AUTOS N°. 155/2014– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO

COPA DE FUTEBOL AMADOR DA CAPITAL – 2014

JOGO: CA NACIONAL X CAPÃO RASO FC DATA: 17/05/2014

DENUNCIADO(S):

CA NACIONAL

JUNIOR SAURIN

EDSON CAMILO DANTAS

GILBERTO PIMENTA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1º DENUNCIADO: CA NACIONAL, o Sr. Árbitro atestou que o primeiro denunciado ingressou em campo às 15hs:25min, cinco minutos antes do início da partida. primeiro denunciado infringiu o parágrafo único do artigo 43 do REGULAMENTO GERAL DAS COMPETIÇÕES, que determina que as equipes devem ingressar em campo com antecedência mínima de 10(DEZ) minutos do início da partida. A não observância do parágrafo único do artigo 43, caracteriza infração ao artigo 191, III do CBJD. Ao permitir que seus dirigentes adentrassem em campo, o primeiro denunciado infringiu os preceitos dispostos no artigo 213, II do CBJD:

2º DENUNCIADO: JUNIOR SAURIN, ao invadirem o campo, infringiram as disposições do artigo 258-A §2º, II do CBJD.

3º DENUNCIADO: EDSON CAMILO DANTAS, ao invadirem o campo, infringiram as disposições do artigo 258-A §2º, II do CBJD.

4º DENUNCIADO: GILBERTO PIMENTA, ao invadirem o campo, infringiram as disposições do artigo 258-A §2º, II do CBJD.

Observações: Encaminhar as autos a Procuradoria.

Defensor (a): Dr. Hélio Cury Filho e Dr. José Francisco Cunico Bach 

DECISÃO DA 2º C.D.:

CA NACIONAL- POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

JUNIOR SAURIN- POR UNANIMIDADE, NÃO RECEBER A DENÚNCIA POR ENTENDER INÉPTA.  

EDSON CAMILO DANTAS- POR UNANIMIDADE, NÃO RECEBER A DENÚNCIA POR ENTENDER INÉPTA. 

GILBERTO PIMENTA- POR UNANIMIDADE, NÃO RECEBER A DENÚNCIA POR ENTENDER INÉPTA. 

AUTOS N°. 143/2014– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO

51º TAÇA PARANÁ DE FUTEBOL AMADOR  - 2014

JOGO: BANDEIRANTES FC X VILA HAUER EC

DATA: 27/04/2014

 

DENUNCIADO(S):

BANDEIRANTES FC

LAERCIO RAMOS JUNIOR

GEORGE LOURES DA ROCHA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1° DENUNCIADO: BANDEIRANTES FC, o Sr. Árbitro atestou a ausência de policiamento. esta cometeu a infração prevista no artigo 211 do CBJD.

2° DENUNCIADO: LAERCIO RAMOS JUNIOR, o Sr. Arbitro ainda expulsou diretamente o atleta Laercio Ramos Junior por proferir um tapa no rosto do seu adversário, infringiu ao disposto no artigo 254-A §1º, I do CBJD.

2° DENUNCIADO: GEORGE LOURES DA ROCHA ofendeu o árbitro com as seguintes palavras: “seu pau no cu, seu fraco, vai se foder seu fraco. Vai se foder filho da puta” o árbitro o expulsou de forma direta. ao se dirigir de forma ofensiva e desrespeitosa ao árbitro, cometeu infração ao artigo 243 – F, do CBJD.

Observações:

Defensor (a): Dr. Hélio Cury Filho

DECISÃO DA 2º C.D.:

BANDEIRANTES FC- POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

LAERCIO RAMOS JUNIOR- POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 02 (DUAS) PARTIDAS.

GEORGE LOURES DA ROCHA- POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 01 (UMA) PARTIDA, MAIS PENA DE MULTA NO VALOR DE R$ 100,00 (CEM REAIS).

AUTOS N°. 152/2014– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO

COPA DE FUTEBOL AMADOR DA CAPITAL  - 2014

JOGO: VILA FANNY X SANTÍSSIMA TRINDADE  DATA:  26/04/2014

DENUNCIADO(S):

VILA FANNY

SANTÍSSIMA TRINDADE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1° DENUNCIADO: VILA FANNY, o Sr. Árbitro atestou que a equipe denunciada ingressou em campo às 15hs:28 e 15:27, menos de 10 minutos antes do início da partida. Infringindo o parágrafo único do artigo 43 do REGULAMENTO GERAL DAS COMPETIÇÕES, que determina que a equipe deve ingressar em campo com antecedência mínima de 10(DEZ) minutos do início da partida. A não observância do parágrafo único do artigo 43, caracteriza infração ao artigo 191, III do CBJD.

 

 

2° DENUNCIADO: SANTÍSSIMA TRINDADE, o Sr. Árbitro atestou que a equipe denunciada ingressou em campo às 15hs:28 e 15:27, menos de 10 minutos antes do início da partida. Infringindo o parágrafo único do artigo 43 do REGULAMENTO GERAL DAS COMPETIÇÕES, que determina que a equipe deve ingressar em campo com antecedência mínima de 10(DEZ) minutos do início da partida. A não observância do parágrafo único do artigo 43, caracteriza infração ao artigo 191, III do CBJD.

Observações:

Defensor (a): Dr. Hélio Cury Filho

DECISÃO DA 2º C.D.:

VILA FANNY- POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE ADVERTENCIA.

SANTÍSSIMA TRINDADE- POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE ADVERTENCIA.

AUTOS N°. 149/2014– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CÉSAR AUGUSTO RAMOS GRADELA

51º TAÇA PARANÁ DE FUTEBOL AMADOR – SEMIFINAL – 2014

JOGO: INTERNACIONAL EC X FANÁTICO FC DATA: 11/05/2014

DENUNCIADO(S):

INTERNACIONAL EC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1º DENUNCIADO: INTERNACIONAL EC, entidade de prática desportiva, por mandar o jogo em local inadequado, pois consta do relatório do Delegado da Partida que as instalações dos vestiários são insatisfatórias, tendo-se em vista que o chuveiro do vestiário dos árbitros não estava em funcionamento. Com tal conduta, a EDP Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 211, do CBJD, por deixar de manter o local que indicou para a realização da partida com plenas condições para sua realização.

Observações:

Defensor (a): Dr. Hélio Cury Filho

DECISÃO DA 2º C.D.:

INTERNACIONAL EC- POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

AUTOS N°. 140/2014– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CÉSAR AUGUSTO RAMOS GRADELA

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB 18  - 2014

JOGO: CIANORTE FC X SC CAMPO MOURÃO

DATA26/04/2014

DENUNCIADO(S):

JEAN CARLOS DA SILVA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1° DENUNCIADO: JEAN CARLOS DA SILVA, o Sr. Árbitro atestou que o noticiado atingiu, por trás, violentamente seu adversário, sendo expulso de forma direta . A atitude do Noticiado caracteriza infração ao disposto no artigo 254, §1º, I do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 2º C.D.:

JEAN CARLOS DA SILVA- POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE SUSPENSÃO POR 01 (UMA) PARTIDA.

 

 

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais Auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Dayane Fernanda Pacheco, Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná

Curitiba/PR, 10 de junho de 2.014.

 

LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA

Presidente

 

DAYANE FERNANDA PACHECO

                   Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná              

 ²




Referências:

10/06/2014 - Pauta 2º Comissão Disciplinar - 10 de Junho de 2014
Publicação: 13/06/2014 às 17:25