Sessão: Quarta-feira, 16 de julho de 2014

.: Pauta 3º Comissão Disciplinar - 16 de Julho de 2014 :.

 

3ª COMISSÃO DISCIPLINAR

PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 16/07/2014

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 038/2014

 

 

De ordem do Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Leandro Souza Rosa e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço  publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para  que querendo apresente defesa pessoalmente, ou ainda, se fazer representar por advogado  de  defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Desportiva, tornando público através deste Edital, que,

 

No dia 16 DE JULHO DE 2014 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Quarta - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina, 2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

 

 

AUTOS N° 153/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL – SUB 18 – 2014

JOGO: C.A. PARANAENSE X MARINGÁ F.C. DATA:  17/05/2014

 

DENUNCIADO (S):

C.A PARANAENSE

 

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MIGUEL GUSTAVO LOPES KFOURI

 

DENUNCIADO: C.A. PARANAENSE, equipe de prática desportiva, por descumprir o art. 13 do regulamento da competição, tendo em vista que a polícia não se fez presente no local da partida e a equipe denunciada não apresentou cópia do oficio comprovando sua solicitação, e ser responsável pelo atraso de 03 (três) minutos para o reinicio da partida. A equipe denunciada, somente entrou em campo as 16h32m, ou seja, 02 (dois) minutos após o horário destinado ao reinício da partida – 16h32m. Por assim agir, a equipe denunciada incorre nas sanções previstas nos arts. 191, III, e 206, ambos do código Brasileiro de justiça Desportiva, os quais devem ser aplicados com base no art. 184, também do CBJD.

 

______________________________________________________________________________________

AUTOS N° 156/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. SAMUEL TORQUATO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL – SUB 15 – 2014

JOGO: SANTISSIMA TRINDADE F.C. X UNIÃO CAPÃO RASO F.C.  DATA: 14/06/2014

 

DENUNCIADO (S):

SANTISSIMA TRINDADE F.C.

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

 

DENUNCIADO: SANTISSIMA TRINDADE F.C., entidade desportiva, em virtude da ausência de policiamento a praça desportiva ou de qualquer justificativa, descumprindo o Regulamento Geral das Competições de 2014, o art. 12 do Regulamento específico do campeonato e infringindo ainda o art. 191, inc. III, do CBJD.

____________________________________________________________________________________________

 

AUTOS N° 159/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB 15 - 2014

JOGO: GRECAL X PARANÁ CLUBE  DATA: 23/05/2014

 

DENUNCIADO (S):

PAULO EDUARDO C. BESSANI

GRECAL

MARCOS WILLIAN CORLETTO CABREIRA

CARLOS ROBERTO GONÇALVES

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL FABRICIO DE MELO

 

DENUNCIADO: PAULO EDUARDO C. BESSANI, atleta da EPD PARANÁ CLUBE, inscrito na CBF sob nº446.313, aos 31 minutos do 2º tempo de jogo, na disputa de bola, praticar jogada grave ao dar uma entrada (carrinho) violenta que atingiu a panturrilha de sue adversário, fazendo com que o atleta atingindo necessitasse de atendimento médico. O atleta faltoso foi EXPULSO DA PARTIDA DE FORMA DIRETA., incorreu o denunciado na sanções previstas no art. 254 do CBJD.

 

DENUNCIADO: GRECAL,     entidade de prática desportiva, por não ter providenciado os gandulas necessários para a realização da partida cima descrita, descumprindo desta forma o art. 34, §§ 5º e 6º do Regulamento Geral das Competições de Futebol Organizadas ou Administradas pela Federação Paranaense de Futebol – Temporada 2014. Assim agindo, a EPD ora denunciada, incorreu nas penas do art. 191, inc.III do CBJD.

 

DENUNCIADO: MARCOS WILLIAN CORLETTO CABREIRA, árbitro Principal da Partida acima descrita, por ter iniciado a partida quando em razão das circunstâncias de descumprimento do Regulamento Geral das Competições de Futebol Organizadas ou Administradas pela Federação Paranaense de Futebol – Temporada 2014.pela denunciada grecal, não poderia fazê-lo, pois vedado pelo art. 35 do referido regulamento. Assim agindo, o árbitro ora denunciado, incorreu nas penas do art. 261-A do CBJD.

 

DENUNCIADO: CARLOS ROBERTO GONÇALVES, delegado da Federação Paranaense de Futebol na Partida acima descrita, por ter deixado de descrever a irregularidade cometida pelo árbitro principal (também denunciado), bem como, não ter especificado as irregularidades apontadas no item 23 do Relatório do Delegado do jogo, que refere de forma negativa os tópicos relacionados a organização e segurança da partida. Assim agindo, ora denunciado, incorreu nas penas do art. 266 do CBJD.

 

____________________________________________________________________________________________

 

AUTOS N° 162/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB 18 - 2014

JOGO: TOLEDO COLÔNIA WORK X JUNIOR TEAM FUTEBOL. DATA: 21/05/2014

 

DENUNCIADO (S):

MATEUS TONELO

LEANDRO JUNIOR HERMES

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: RAFAEL FABRICIO DE MELO

 

DENUNCIADO: MATEUS TONELO ,  massagista da FPD TOLEDO COLÔNIA WORK, inscrito na CI/RG nº 3.842.584, por ter, aos 35 minutos do 1º tempo de jogo, enquanto atendia atleta da sua equipe, se dirigindo e questionando de forma desrespeitosa ao árbitro da partida afirmando “só ta apitando contra nóis”. Assim, agindo, incorreu o denunciado nas sanções previstas no art. 258 do CBJD.

 

2º DENUNCIADO: LEANDRO JUNIOR HERMES , Árbitro principal da partida acima descrita, por atrasar sua apresentação para a partida em 45 minutos e em razão disto o início da mesma, o qual ocorreu as 15h50m. A partida estava marcada para as  15h30m, assim sendo, em cumprimento ao art. 41 do Regulamento Geral das Competições de Futebol Organizadas ou Administradas pela Federação Paranaense de Futebol – Temporada 2014, a equipe de arbitragem deveria apresentar-se para a partida as 15h.

                              Pelo que se extrai do relatório do delegado da partida, as equipes foram conduzidas para entrar em campo no momento que o árbitro chegou. Extrai-se ainda do referido relatório, que a entrada das equipes em campo ocorreu as 15h45m. Muito embora o denunciado tenha justificado o atraso, não fez qualquer prova neste sentido, assim agindo, o árbitro denunciado, incorreu nas penas do art. 261-A, § 1º, II do CBJD.

 

_________________________________________________________________________________________

 

 

Publicação: 11/07/2014 às 16:10