Sessão: Quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

.: Pauta 3º Comissão Disciplinar - 17 de Dezembro de 2014. :.

 

3ª COMISSÃO DISCIPLINAR

PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 17/12/2014

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 091/2014

 

 

De ordem do Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Paulo César Gradela Filho e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço  publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para  que querendo apresente defesa pessoalmente, ou ainda, se fazer representar por advogado  de  defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Desportiva, tornando público através deste Edital, que,

 

No dia 17 DE DEZEMBRO 2014 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Quarta - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina, 2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

 

 

AUTOS N° 441/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR.MAURO RIBEIRO BORGES

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - JUVENIL- 2014

JOGO:  SRE BANGÚ X UBERLÂNDIA EC DATA:  29/10/2014

 

DENUNCIADO (S):

 

LUIS G. C. A. DE PAULA

HENRIQUE LUIS BOGLER

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODRIGO GALLÉAS

 

DENUNCIADO: LUIS G. C. A. DE PAULA, atleta da equipe do BANGÚ, por, após ter sofrido uma falta, deu um soco no peito de seu adversário, que não revidou a agressão. Foi expulso diretamente aos 38 minutos de partida. Por assim ter agido, infringiu o disposto no art. 254-A do CBJD.

 

DENUNCIADO: HENRIQUE LUIS BOGLER, atleta da equipe do UBERLÂNDIA, por atingir seu adversário com um carrinho lateral de forma violenta, durante a disputa de bola. Foi expulso diretamente aos 72 minutos. Or assim agir, incorre nas sanções previstas no art. 254-I do CBJD.

 

 

AUTOS N° 444/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR.HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL – 2º DIVISÃO -  2014

JOGO:  AC PARANAVAI X FC CASCAVEL DATA: 21/09/2014

 

DENUNCIADO (S):

 

AC PARANAVAI

FC CASCAVEL

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL FABRICIO DE MELO

 

DENUNCIADO: AC PARANAVAI, entidade de prática desportiva, em razão de ter descumprido os regulamentos da modalidade, por não ter efetuado o pagamento da taxa de arbitragem, descumprindo com a obrigação estabelecida no artigo 19 do Regulamento Geral das Competições, bem como no artigo 40 do Regulamento Geral das Competições Organizadas ou Administradas pela Federação Paranaense de Futebol, incorrendo desta forma nas penas do artigo 191, III do CBJD.

Por ter no jogo acima descrito, antes do inicio da partida entrado em campo as 15 horas e 28 minutos, quando, para cumprimento do parágrafo único do artigo 43 do Regulamento Geral das Federação Paranaense de Futebol, deveria entrar no máximo as 16 horas e 20 minutos. Em razão de sua conduta a partida se iniciou as 16horas e 31 minutos, atrasando sua entrada em 8 minutos incorrendo portanto nas penas do artigo 191, inciso III 206, CBJD.

 

 

DENUNCIADO: FC CASCAVEL, entidade de prática desportiva, por ter, no jogo acima descrito, antes do inicio da partida entrado em campo as 16 horas e 29 minutos, quando para cumprimento do parágrafo único do artigo 43 do Regulamento Geral deveria entrar no máximo 16h e 20 minutos, em razão de sua conduta, a partida iniciou-se com 9 minutos de atraso incorrendo portanto nas penas do artigo 191, inciso III 206, CBJD.

 

 

AUTOS N° 448/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 3º DIVISÃO -  2014

JOGO: AA BATEL X CLUBE ANDRAUS BRASIL DATA: 19/10/2014

 

DENUNCIADO (S):

  1. AA BATEL

PETERSON A. RODRIGUES

RODRIGO O. MARCELINO

PAULO A. ROCHA JUNIOR

SÉRGIO L. MIRANDA

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MAURICIO MUSSI  CORREA

 

DENUNCIADO: AA BATEL, agremiação esportiva, ante ao fato do não pagamento da taxa de arbitragem, conforme relatado no item 06 do relatório da partida, infringindo consequentemente a letra do CBJD, em seu artigo 191, III e artigo 40 do Regulamento Geral das Competições

 

DENUNCIADO: PETERSON A. RODRIGUES, atleta nº 13 da equipe CLUBE ANDRAUS BRASIL, expulso de forma direta aos 64 minutos de jogo, após relato do assistente 01, por haver desferido um chute do atleta adversário nº 09 fora da disputa de bola. Infringindo consequentemente as letras do CBJD. Em seu artigo 254-A II.

 

DENUNCIADO: RODRIGO O. MARCELINO, atleta nº 09 da equipe AA BATEL, expulso de forma direta aos 64 minutos de jogo, após relato do assistente 01, por haver desferido uma cotovelada no peito de seu  adversário nº 13 fora da disputa de bola. Infringindo consequentemente as letras do CBJD. Em seu artigo 254-A I.

 

DENUNCIADO: PAULO A. ROCHA JUNIOR atleta nº 17 da equipe CLUBE ANDRAUS BRASIL, expulso de forma direta aos 89 minutos de jogo, após cometer jogo brusco grave, atingindo o tornozelo  de seu  adversário com as solas da chuteira. Infringindo consequentemente as letras do CBJD. Em seu artigo 254 parágrafos 1º I e II.

 

DENUNCIADO: SÉRGIO L. MIRANDA diretor de futebol da equipe do AA BATEL, pelo fato de haver adentrado ao campo de jogo, após o apito final e sem a devida autorização, para reclamar contra o quarteto de arbitragem, proferindo as seguintes palavras VOCÊ É UM BOSTA , SEU MERDA, ROUBOU O BATEL, SEU VAGABUNDO, SAFADO, VEIO NOS PREJUDICAR AQUI SEU FILHO DA PUTA, EU ANOTEU A PLACA DE SUE CARRO, VOCÊ NÃO SAI VIVO DAQUI DO ESTÁDIO, VOU TE ESPERAR NA ROTATÓRIA DA SAIDA DA CIDADE PARA TE PEGAR SEU FILHO DA PUTA.  A arbitragem precisou de apoio da Policia Militar para chegar até a boca do túnel que da acesso ao vestiário, diante do exposto, ocorre na infração dos artigos 184, 243-C parágrafo 2º II e 258-B parágrafo 2º do CBJD.

 

DENUNCIADO: AA BATEL, agremiação esportiva, em decorrência dos atos praticados por seu diretor de futebol, SÉRGIO L. MIRANDA, cuja pessoa a si encontra – se vinculada, infringindo consequentemente as letras do CBJD em seus artigos 176-A parágrafo 4º e 258-D.

 

 

AUTOS N° 451/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 3º DIVISÃO -  2014

JOGO: PATO BRANCO EC X GRECAL DATA: 19/10/2014

 

DENUNCIADO (S):

 

PATO BRANCO EC

GRECAL

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL FABRICIO DE MELO

 

DENUNCIADO: PATO BRANCO EC, entidade de prática desportiva, por ter, no jogo acima descrito antes do inicio da partida, entrado em campo as 16h e 22 min. quando, para cumprimento do parágrafo único do artigo 43 do Regulamento Geral da Federação, deveria entrar no máximo as 15h 20min. Assim a denunciado deu inicio da partida com 2 minutos, infringindo os artigos 191 inciso III do CBJD

 

DENUNCIADO: GRECAL, entidade de prática desportiva, por ter, no jogo acima descrito antes do inicio da partida, entrado em campo as 16h e 22 min. quando, para cumprimento do parágrafo único do artigo 43 do Regulamento Geral da Federação, deveria entrar no máximo as 15h 20min. Assim a denunciado deu inicio da partida com 2 minutos, infringindo os artigos 191 inciso III do CBJD

 

 

AUTOS N° 454/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE A - JUVENIL-  2014

JOGO: TRIESTE FC X OPERÁRIO PILARZINHO SC DATA: 04/10/2014

 

DENUNCIADO (S):

 

GABRIEL SIMM

LEONARDO V. SILVA

GUSTAVO H. MOURA

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. GUSTAVO LUIZ BIZINELLI

 

DENUNCIADO: GABRIEL SIMM, atleta nº 05 da equipe OPERÁRIO PILARZINHO SC, expulso aos 56’ de partida, por dizer ao árbitro VAI TOMAR NO CÚ, desta forma infringiu o artigo 243-F do CBJD.

 

DENUNCIADO: LEONARDO V. SILVA, atleta de nº 10 da equipe do OPERÁRIO PILARZINHO , expulso aos 67’ de partida, por desferir um soco nas costas do jogador da equipe do TRIESTE. Desta forma, infringiu o artigo 254-A do CBJD.

 

DENUNCIADO: GUSTAVO H. MOURA, atleta da equipe do OPERÁRIO PILARZINHO SC, expulso ao final da partida, por dizer ao árbitro VAI TMAR NO CU, SAFADO SEM VERGONHA. Desta forma infringiu o artigo 243-F do CBJD.

 

 

AUTOS N° 457/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE A - JUVENIL-  2014

JOGO: URE SANTA QUITÉRIA X SRE BANGÚ DATA: 25/10/2014

 

DENUNCIADO (S):

 

URE SANTA QUITÉRIA

SANDRO DANIEL MARMITT

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. GUSTAVO LUIZ BIZINELLI

 

DENUNCIADO: URE SANTA QUITÉRIA, agremiação esportiva, haja vista que constou no relatório do delegado do jogo, a ausência de ambulância no evento esportivo, caracterizando assim, afronta ao artigo 32, letra d do Regulamento Geral das Competições e artigo 191 III do CBJD.

 

DENUNCIADO: SANDRO DANIEL MARMITT, preparador físico da equipe do SRE BANGU excluído após o término da partida, por haver invadido o campo de jogo e ir ao encontro da arbitragem com o dedo apontado, dizendo SÓ VOCÊ VIU AQUELE PENALTI, CONSEGUIU ARRUMAR CONTRA NOSSO TIME, ISSO É PALHAÇADA, SEU LADRÃO SEM VERGONHA, infringindo consequentemente as tetras do CBJD, em seus artigos 184, 258 §2º II e 258-B, parágrafo 2º.

 

AUTOS N° 460/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE A - ADULTO-  2014

JOGO: SOBE IGUAÇU X UNIÃO NOVA ORLEANS DATA: 25/10/2014

 

DENUNCIADO (S):

 

CARLOS E. B. DE FREITAS

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. YURI FIALHO

 

DENUNCIADO: CARLOS E. B. DE FREITAS, atleta da EPD UNIÃO NOVA ORLEANS, no tocante disciplinar que a conduta do atleta denunciado redundou em punição direta com aplicação de cartão vermelho. O denunciado fora excluído de forma direta, por evitar oportunidade clara e manifesta de gol, derrubando o seu oponente com a perna. Sua ação o torna incurso nas sanções do artigo 250 §1º inciso I do CBJD.

 

 

AUTOS N° 463/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE A - 2014

JOGO: SE RENOVICENTE X OPERÁRIO PILARZINHO SC DATA: 25/10/2014

 

DENUNCIADO (S):

 

ARTHUR L. F. DA SILVA

OTAVIO B. D. SILVA

PAULO E. B. ROCHA

ROBSON E. C. KOTOS

JOÃO M. DE SOUZA

SANDERSON E MARTINS

JOÃO PAULO S. PEREIRA

LUCAS R. G. MOREIRA

BRUNO GALVÃO

ROSANO SANTANA

SE RENOVICENTE

 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

 

DENUNCIADO: ARTHUR L.F DA SILVA, atleta do SE Renovicente , registro nº 300749; o Sr. Árbitro atestou que expulsou, de forma direta o Sr. ARTHUR L.F DA SILVA atleta do SE Renovicente, por interceptar bola com a mão frustrando clara oportunidade de gol. caracterizando ofensa ao artigo 250, § 1º, I do CBJD.

 

DENUNCIADO: OTAVIO B. D. SILVA, atleta do SE Renovicente, registro nº 312674; o segundo denunciado foi expulso de forma direta por proferir as seguintes palavras: “seu vagabundo, viu o que você fez, ladrão filho da puta” infringindo o conteúdo do artigo 243-F do CBJD

 

DENUNCIADO: PAULO E. B. ROCHA, atleta do SE Renovicente, registro nº 298184; Paulo E. B. Rocha foi expulso de forma dizeta por proferir as seguintes palavras “Filho da puta a culpa é sua vai apanha” infringindo o conteúdo do artigo 243-F do CBJD

 

DENUNCIADO: ROBSON E.C. KOTOS, atleta do SE Renovicente, registro nº 294667; foi expulso de forma direta por proferir as seguintes palavras “vagabundo, filho da puta, tem que apanhar vagabundo”, bem como proferiu empurrões no árbitro, desferindo chutes na altura da canela, e também um soco na altura do peito, além de puxa a camisa do árbitro. Não obstante o denunciado ainda se dirigiu ao vestiário e desferiu vários chutes na porta, com o intuito de arrombá-la. infringindo o conteúdo do artigo 243-F do CBJD também caracterizam infração ao disposto no artigo 254-A §1º, I e II do CBJD.

 

DENUNCIADO: JOÃO M. DE SOUZA, atleta do SE Renovicente, registro nº 329483; mesmo estando sem o uniforme de jogo, saiu do banco de reservas, adentrando ao campo, e gritou “vagabundo vai morrer” e assim desferiu chutes na altura do tornozelo, e vários empurrões”, razão pela qual foi expulso de forma direta. infringindo o conteúdo do artigo 243-F do CBJD também caracterizam infração ao disposto no artigo 254-A §1º, I e II do CBJD.

 

DENUNCIADO: SANDERSON E MARTINS, atleta do SE Renovicente, registro nº297891; também saiu do banco de reservas, uma vez que fora substituído e tentou puxar o árbitro pelas costas, e posteriormente, desferiu um soco no ombro do árbitro, razão pela qual foi expulso de forma direta. caracterizam infração ao disposto no artigo 254-A §1º, I e II do CBJD.

 

DENUNCIADO: JOÃO PAULO S. PEREIRA, atleta do SE Renovicente, registro nº 175022; foi expulso de forma direta, por sair do banco de reservas, uma vez que fora substituído, e proferiu as seguintes palavras: “vagabundo, safado, tem que apanhar mesmo” infringindo o conteúdo do artigo 243-F do CBJD também caracterizam infração ao disposto no artigo 254-A §1º, I e II do CBJD.

 

DENUNCIADO: LUCAS R.G. MOREIRA, preparador físico do SE Renovicente, portador da cédula de identidade Rg nº 93418590; adentrou ao campo e proferiu as seguintes palavras: “safado filho da puta, vai morrer aqui hoje”, dando um empurrão na altura do peito”. Não obstante ao fato narrado, o denunciado se dirigiu ao vestiário da arbitragem e gritou: “filho da puta, agora você vai ver, nunca mais vai apita, vou te arrebentar filho da puta, vagabundo, vou arrebentar seu carro lá fora” (sic). Cuspindo diversas vezes em direção ao árbitro.   infringindo o conteúdo do artigo 243-F do CBJD também caracterizam infração ao disposto no artigo 254-A §1º, I e II do CBJD. o Sr. Arbitro que o oitavo e o nono Noticiados cuspiram em sua direção no momento em que o trio de arbitragem estava encurralado no vestiário. Tal conduta encontra-se tipificada no artigo 254 –B do CBJD:

 

DENUNCIADO: BRUNO GALVÃO,  massagista do SE Renovicente,  portador da cédula de identidade Rg nº 91923394; massagista do Renovicente, adentrou ao campo dizendo “safado vai morrer aqui hoje” e proferiu um empurrão no árbitro. Posteriormente, juntamente com o preparador físico se dirigiram ao vetiário da arbitragem e e além de proferir novos xingamentos com a seguintes palavras “filho da puta, vou te arrebentar , filho da puta vagabundo arrebdestruir seu carro lá fora” (sic). Cuspindo diversas vezes em direção ao árbitro. infringindo o conteúdo do artigo 243-F do CBJD também caracterizam infração ao disposto no artigo 254-A §1º, I e II do CBJD. o Sr. Arbitro que o oitavo e o nono Noticiados cuspiram em sua direção no momento em que o trio de arbitragem estava encurralado no vestiário. Tal conduta encontra-se tipificada no artigo 254 –B do CBJD:

 

10º DENUNCIADO: ROSANO SANTANA, técnico do SE Renovicente, portador da cédula de identidade Rg nº 52148987 adentrou em campo dizendo :”sem vergonha, você quem fez isso” infringindo o conteúdo do artigo 243-F do CBJD

 

11º DENUNCIADO: SE RENOVICENTE Ao permitir que o técnico, preparador físico e massagista adentrassem em campo, bem como, permitisse que os jogadores e membros da comissão técnica ameaçassem e encurralassem os árbitros no vestiário, o denunciado infringiu os preceitos dispostos no artigo 213, I e II do CBJD:

 

 

Publicação: 12/12/2014 às 16:54