Sessão: Quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

.: Pauta 3º Comissão Disciplinar - 21 de Janeiro de 2015. :.

AUTOS N° 481/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL –SÉRIE A - ADULTO -2014

JOGO: SRE BANGU X URE SANTA QUITÉRIA

DATA: 01/11/2014

DENUNCIADO (S):

JOACIR CASTORINO JR

EDSON Q. DOS SANTOS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. YURI FIALHO

1° DENUNCIADO: JOACIR CASTORINO JR, atleta da SRE BANGU, fora excluído definitivamente da partida, de acordo com a súmula por CHUTAR SEU ADVERSÁRIO NA ALTURA DA COXA DIREITA, FORA DA DISPUTA DE BOLA, sua conduta infringi o artigo 254 § 1º inciso I CBJD.

2° DENUNCIADO: EDSON Q. DOS SANTOS atleta do URE SANTA QUITÉRIA fora excluído definitivamente da partida, de acordo com a súmula por GOLPEAR SEU ADVERSÁRIO COM O USO DE FORÇA ECESSIVA, COM O BRAÇO DIREITO ATINGINDO SEU ADVERSÁRIO NO ROSTO, FORA DA DISPUTA DE BOLA, sua conduta infringi o artigo 254 § 1º inciso I CBJD.

 

 

AUTOS N° 484/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL – SUB 17 -2014

JOGO: CORITIBA FC X PRUDENTOPOLIS FC

DATA: 01/11/2014

DENUNCIADO (S):

ALMIRIR ADRIANO DIAS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. YURI FIALHO

1° DENUNCIADO: ALMIRIR ADRIANO DIAS, massagista do PRUDENTOPOLIS FC, fora excluído da partida por ter proferido contra o árbitro as seguintes palavras MARCA DIREITO ESSA PORRA, VOCE ESTA SO PARA MARCAR ISTO CARALHO, sua conduta infringe o artigo 258 § 2º II do CBJD.

 

 

AUTOS N° 487/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SERIE A -2014

JOGO: COMBATE BARRERINHA FC X TRIESTE FC

DATA: 22/11/2014

DENUNCIADO (S):

ROGERIO PEREIRA GOULART

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1° DENUNCIADO: ROGERIO PEREIRA GOULART massagista do COMBATE BARREIRIHA FC foi expulso porque proferiu as seguintes palavras VOCE É FRACO, VAGABUNDO, LADRÃO, SEU BOSTA. O denunciado infringiu o artigo 258-A §2º II do CBJD.

 

 

AUTOS N° 490/2014 - ADIADA

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

CAMPEONATO PARANENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 3º DIVISÃO -2014

JOGO: CLUBE ANDRAUS BRASIL X PATO BRANCO EC

DATA: 30/11/2014

DENUNCIADO (S):

CLUBE ANDRAUS BRASIL

MARCELO LUCAS

SIND CLEI J. SANABRIA

HARISON NEY DE Q. PRESTES

MATHEUS MOURA DOS SANTOS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: CLUBE ANDRAUS BRASIL, entidade de prática desportiva, por deixar de tomar as providências capazes de prevenir e reprimir desordem em sua praça de desporto, pois (a) houve uma agressão por parte de torcedores da EPD denunciada a um torcedor do Pato Branco EC na arquibancada; e (b) após o término do primeiro tempo, representantes da EPD denunciada foram até o vestiário da equipe de arbitragem tentando agredir o árbitro, chutando a porta do vestiário e proferindo as seguintes palavras: “vou te pegar, vocês não saíram daqui; vagabundo; ladrão”. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 213, II, § 1º e artigo 213, II – cumulado com o art. 184 –, todos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: MARCELO LUCAS, RG nº 24471447-2 SP, integrante da entidade de prática desportiva Clube Andraus Brasil, por após o término do primeiro tempo, ir até o vestiário da equipe de arbitragem tentando agredir o árbitro, chutando a porta do vestiário e proferindo as seguintes palavras: “vou te pegar, vocês não saíram daqui; vagabundo; ladrão”. Por assim agir, incorre nas sanções previstas nos artigos 254-A, cumulada com o art. 157, § 1º e artigo 243-C, todos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: SIND CLEI J. SANABRIA, registro CBF nº 457966, atleta integrante da entidade de prática desportiva Clube Andraus Brasil, por desferir um carrinho por trás de maneira violenta no atleta adversário, motivando a sua expulsão, de forma direta, aos 12’00” da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 254, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

4° DENUNCIADO: HARISON NEY DE Q. PRESTES, registro CBF nº 418401, atleta integrante da entidade de prática desportiva Pato Branco EC, por, ao ver seu pai sendo agredido pó um torcedor adversário, ir em direção ao alambrado tentando agredir o torcedor, motivando sua expulsão, de forma direta, aos 91’00” de partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 254-A, cumulada com o art. 157, § 1º, todos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

5° DENUNCIADO: MATHEUS MOURA DOS SANTOS, registro CBF nº 410331, atleta integrante da entidade de prática desportiva Pato Branco EC, por dirigir-se ao 4º árbitro e proferir as seguintes palavras: “vai tomar no cu e cuida do outro banco“. Cabe ressaltar que o atleta estava no banco de reservas de sua equipe. Por assim agir, incorre nas sanções previstas nos artigos 258, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

 

AUTOS N° 493/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SERIE A – ADULTO - 2014

JOGO: SOBE IGUAÇU X OPERÁRIO PILARZINHO SC

DATA: 29/11/2014

DENUNCIADO (S):

ROBSON BARONI

JUNIO DOS SANTOS DA SILVA

ELI SILVA JUNIOR

OPERÁRIO PILARZINHO SC

OPERÁRIO PILARZINHO SC

SOBE IGUAÇU

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: ROBSON BARONI, atleta da EDP Operário Pilarzinho SC, expulso aos 41’ (quarenta e um minutos) do segundo tempo de partida por chutar com as travas da chuteira o seu adversário na altura da barriga. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A do CBJD.

2° DENUNCIADO: JUNIO DOS SANTOS DA SILVA, atleta da EDP Sobre Iguaçu, porque, ao final da partida quando a equipe de arbitragem se dirigia ao vestiário, atingiu o árbitro principal com uma joelhada na coxa. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, do CBJD, devendo ser apenado nos termos do §3º, do referido artigo.

3° DENUNCIADO: ELI SILVA JUNIOR, técnico da EDP Sobre Iguaçu, porque, ao final da partida quando a equipe de arbitragem se dirigia ao vestiário, segurou o árbitro principal pela gola da camisa, impedindo-o de ingressar ao vestiário, sendo contido por policiais e pelos assistentes. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 250, do CBJD.

4° DENUNCIADO: OPERÁRIO PILARZINHO SC, entidade de prática desportiva, porque deixou de tomar providências para reprimir e prevenir o lançamento de objetos para dentro do campo de partida. Conforme consta do relatório do árbitro principal, aos 33’ (trinta e três minutos) do segundo tempo de partida, a mesma teve de ser interrompida em virtude de que a torcida da EDP denunciada arremessou uma garrafa de vidro para dentro do campo perto do banco de reservas da EDP adversária. Com tal conduta, a Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 213, inciso III, e art. 213, §1º e §2º, todos do CBJD.

5° DENUNCIADO: OPERÁRIO PILARZINHO SC, entidade de prática desportiva, pela invasão de campo de seu diretor, o qual foi em direção ao banco de reservas da EDP adversária causando tumulto na partida. Com tal conduta, a Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 213, inciso II, do CBJD.

6° DENUNCIADO: SOBE IGUAÇU, entidade de prática desportiva, porque deixou de tomar providências para reprimir e prevenir o lançamento de objetos da torcida adversária para dentro do seu campo de partida. Conforme consta do relatório do árbitro principal, aos 33’ (trinta e três minutos) do segundo tempo de partida, a mesma teve de ser interrompida em virtude de que a torcida da EDP Operário Pilarzinho arremessou uma garrafa de vidro para dentro do campo perto do banco de reservas da EDP Denunciada. Com tal conduta, a Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 213, inciso III, e art. 213, §1º e §2º, todos do CBJD.

 

AUTOS N° 496/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SERIE B – ADULTO - 2014

JOGO: GP GENTE DA GENTE X UNIÃO CAPÃO RASO FC

DATA: 22/11/2014

DENUNCIADO (S):

GP GENTE DA GENTE

EDSON CAMILO DANTAS

UNIÃO CAPÃO RASO FC

MIKE TOSTA COSTA

ALEXANDRO DE M. D. DUARTE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: GP GENTE DA GENTE, entidade de prática desportiva, por mandar o jogo em local inadequado, pois consta da Súmula do Árbitro que o campo estava com a grama muito ruim e mesmo encontrava-se cheio de buracos. Além disto, atestou o Delegado do Jogo que o vestiário da equipe visitante estava com o vaso sanitário entupido. Com tal conduta, a EDP Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 211, do CBJD, por deixar de manter o local que indicou para a realização da partida com plenas condições para sua realização.

2° DENUNCIADO: EDSON CAMILO DANTAS, preparador de goleiros EDP União Capão Raso FC, excluído de campo aos 68’ (sessenta e oito) minutos de partida por adentrar ao campo de jogo para reclamar da arbitragem. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, do CBJD.

3° DENUNCIADO: UNIÃO CAPÃO RASO FC, entidade de prática desportiva, pela invasão de campo de seu preparador de goleiros. Com tal conduta, a Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 213, inciso II, do CBJD.

4° DENUNCIADO: MIKE TOSTA COSTA, atleta da EDP GP Gente da Gente, expulso aos 90’ (noventa minutos) de partida, por trocar empurrões e ofensas com um adversário fora da disputa da bola. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 250, §1º, inciso II, do CBJD.

5° DENUNCIADO: ALEXANDRO DE M. D. DUARTE, atleta da EDP União Capão Raso FC, expulso aos 90’ (noventa minutos) de partida, por trocar empurrões e ofensas com um adversário fora da disputa da bola. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 250, §1º, inciso II, do CBJD.

 

 

AUTOS N° 499/2014 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SERIE A – ADULTO - 2014

JOGO: URE SANTA QUITÉRIA X UNIÃO NOVA ORLEANS

DATA: 29/11/2014

DENUNCIADO (S):

BRUNO OLIVEIRA

AROLDO SANTOS

URE SANTA QUITÉRIA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: BRUNO OLIVEIRA, preparador físico da EDP URE Santa Quitéria, excluído de campo porque se dirigiu ao assistente n.º 01 dizendo “vocês são uns bostas”. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258 do CBJD.

2° DENUNCIADO: AROLDO SANTOS, atleta da EDP URE Santa Quitéria, expulso aos 90’ (noventa minutos) de partida, por impedir uma oportunidade clara de gol segurando seu adversário pela camisa. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 250, §1º, inciso I, do CBJD.

3° DENUNCIADO: URE SANTA QUITÉRIA, entidade de prática desportiva, porque deixou de tomar providências para reprimir e prevenir o lançamento de objetos para dentro de seu campo de partida. Conforme consta do relatório do árbitro principal, aos 24’ (vinte e quatro minutos) do segundo tempo de partida, a mesma teve de ser interrompida em virtude de que foram arremessadas, do local destinado à torcida da EDP ora Denunciada, 3 (três) bombas (rojões), sendo a partida reiniciada logo após. Ainda, aos 32’ (trinta e dois minutos) do segundo tempo de partida, após um gol da EDP União Nova Orleans, a torcida do URE Santa Quitéria arremessou, novamente, objetos para dentro de campo que foram identificados pelo árbitro principal como sendo tubos de fogos de artifício, copos plásticos e três garrafas de vidro de cerveja, sendo que uma das garrafas atingiu o atleta Igor A. Anjos da EDP União Nova Orleans provocando um corte e sangramento em seu pescoço. Em decorrência disto, a partida foi novamente paralisada por cerca de 25’ (vinte e cinco minutos) até a chegada da polícia militar. Com tal conduta, a Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 213, inciso III, devendo ser apenada também nos termos §1º, do art. 213, todos do CBJD.

 

Publicação: 13/01/2015 às 16:12