Sessão: Quarta-feira, 15 de abril de 2015

.: Decisão da 3º Comissão Disciplinar - 15 de Abril de 2015. :.

3° COMISSÃO DISCIPLINAR

ATA DA SESSÃO DO DIA 15 DE ABRIL DE 2.015

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 023/2015

 

Ao décimo quinto dia do mês de Abril do ano de dois mil e quinze, às dezenove horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Avenida República Argentina, 2153, bairro Portão, Curitiba, Paraná, reuniram-se os Auditores Membros da 3° Comissão Disciplinar deste Tribunal, Samuel Torquato – Presidente, Mauro Ribeiro Borge, Humberto Ciccarino Filho e  Irineu Toninello, José Alvacir Guimarães. e o Procurador Rafael Fabricio de Melo. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita:

 

AUTOS N° 45/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

52ª TAÇA PARANÁ DE FUTEBOL AMADOR - 2015

JOGO: UNIÃO NOVA ORLEANS X ASS. JD. NOVA CAMPINA

DATA: 15/03/2015

DENUNCIADO (S):

IGOR A. ANJOS

ADEMIR G. O. FILHO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: IGOR A. ANJOS, atleta da EDP União Nova Orleans, expulso aos 15’ (quinze minutos) do segundo tempo, porque, conforme consta da súmula do jogo, arremessou uma bola contra o seu adversário, com uso de força excessiva. Com tal conduta, o Denuciado praticou o ilícito do artigo 250, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: ADEMIR G. O. FILHO, atleta da EDP Ass. Jd. Nova Campina, expulso aos 15’ (quinze minutos) do segundo tempo, porque, conforme consta da súmula do jogo, no momento de uma paralisação da partida, o Denunciado invadiu o campo de jogo e empurrou um adversário com uso de força excessiva. Com tal conduta, o Denunciado praticou os ilícitos dos artigos 250 e 258-B, ambos do CBJD.

 

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

IGOR A. ANJOS -  POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

ADEMIR G. O. FILHO -  POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE 01 (UMA) PARTIDA DE SUSPENSÃO.

 

AUTOS N° 48/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB-17 - 2015

JOGO: AA BATEL X CASCAVEL CR

DATA: 28/03/2015

DENUNCIADO (S):

JOÃO M. FERRAZ DE LIMA

CASCAVEL CR

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: JOÃO M. FERRAZ DE LIMA, atleta da EDP AA Batel, expulso diretamente aos 50’ (cinquenta minutos) de partida, porque, conforme consta do relatório do árbitro principal da partida, fora de campo e da disputa da bola, golpeou seu adversário como braço esquerdo atingindo-o no rosto. Seu adversário, ainda, necessitou de atendimento médico. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, do CBJD.

 2° DENUNCIADO: CASCAVEL CR, entidade de prática desportiva, por apresentar todos os seus atletas sem a carteira de identificação da F.P.F. Com tal conduta, a Denunciada praticou os ilícitos tipificados no art. 191, inciso III, ao deixar de cumprir determinação prevista no art. 23 do Regulamento Geral de Competições e no caput do art. 214, ao fazer constar na súmula atleta em situação irregular, ambos dispositivos do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

JOÃO M. FERRAZ DE LIMA -  POR UNANIMIDADE, APLICADA A PENA DE 01 (UMA) PARTIDA DE SUSPENSÃO.

CASCAVEL CR -  POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

 

AUTOS N° 51/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 1º DIVISÃO - 2015

JOGO: OPERÁRIO FEC X RIO BRANCO SC

DATA: 29/03/2015

DENUNCIADO (S):

JOSÉ C. B. ARAÚJO JUNIOR

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: JOSÉ C. B. ARAÚJO JUNIOR, atleta da EDP Rio Branco SC, expulso diretamente aos 50’ (cinquenta minutos) de partida, porque, conforme consta do relatório do árbitro principal da partida, deu um carrinho, com uso de força excessiva, por trás em seu adversário, o qual necessitou de atendimento médico. Vale destacar que o Denunciado assumiu o risco de causar dano ou lesão ao seu adversário, tendo-se em vista as possíveis consequências de sua conduta, o que configura agressão física. Portanto, com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

JOSÉ C. B. ARAÚJO JUNIOR -  POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

 

AUTOS N° 54/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 1º DIVISÃO - 2015

JOGO: PARANÁ CLUBE X CORITIBA FC

DATA: 29/03/2015

DENUNCIADO (S):

CORITIBA FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: CORITIBA FC, entidade de prática desportiva, porque, conforme consta do relatório do árbitro principal, adentrou em campo com 01 (um) minuto de atraso para o início do segundo tempo de partida, dando causa, assim, ao atraso para reinício da partida em 02 (dois) minutos. Com tal conduta, a EDP Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 206, do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

CORITIBA FC -  POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Juliana Vasconcellos de Andrade, Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná.

Curitiba/PR, 15 de Abril de 2.015.

 

 

 

SAMUEL TORQUATO

Presidente da 3º Comissão Disciplinar

 

 

 

JULIANA VASCONCELLOS DE ANDRADE

Secretaria do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná




Referências:

15/04/2015 - Pauta 3º Comissão Disciplinar - 15 de Abril de 2015.
Publicação: 16/04/2015 às 13:06