Sessão: Quarta-feira, 13 de maio de 2015

.: Decisão 3º Comissão Disciplinar - 13 de Maio de 2015. :.

3° COMISSÃO DISCIPLINAR

ATA DA SESSÃO DO DIA 13 DE MAIO DE 2.015

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 031/2015

 

Ao décimo terceiro dia do mês de maio do ano de dois mil e quinze, às dezenove horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Avenida República Argentina, 2153, bairro Portão, Curitiba, Paraná, reuniram-se os Auditores Membros da 3° Comissão Disciplinar deste Tribunal, Samuel Torquato – Presidente da Comissão, Mauro Ribeiro Borges, Humberto Ciccarino Filho, José Alvacir Guimarães e Irineu Toninello, o procurador Bruno Cavalcante de Oliveira. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita:

 

AUTOS N° 81/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – SUB 15 – 2015.

JOGO: CORITIBA FC X PATO BRANCO EC

DATA: 22/04/2015

DENUNCIADO (S):

GUILHERME DA T. DUMAS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: GUILHERME DA T. DUMAS, atleta com registro CBF sob nº 435951, integrante da entidade de prática desportiva Coritiba FC, por proferir as seguintes palavras ao assistente número 2: “por isso que a arbitragem paranaense é uma bosta, esses árbitros são muito ruim”, motivando sua expulsão, de forma direta, no término da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 258, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 GUILHERME DA T. DUMAS: POR MAIORIA, ABSOLVIDO.

  

AUTOS N° 84/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 1ª DIVISÃO – 2015.

JOGO: NACIONAL AC X CA PARANENSE

DATA: 09/04/2015

DENUNCIADO (S):

GILBERTO B. DE LIMA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: GILBERTO B. DE LIMA, técnico da entidade de prática desportavia Nacional AC, por questionar persistentemente as decisões da equipe de arbitragem , motivando sua expulsão aos 85’00’’ de partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 258, do Código Brasileiro  de Justiça Desportiva.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

GILBERTO B. DE LIMA: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

  

AUTOS N° 87/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

Campeonato Paranaense de Futebol Profissional 2ª Divisão – 2015

JOGO: FRANCISCO BELTRÃO FC X PATO BRANCO EC

DATA: 19/04/2015

DENUNCIADO (S):

FRANCISCO BELTRÃO FC

FRANCISCO BELTRÃO FC

FRANCISCO BELTRÃO FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: FRANCISCO BELTRÃO FC entidade de prática desportiva, por não providenciar 6 (seis) gandulas no local da partida, infringindo o art. 34, § 5º, do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: FRANCISCO BELTRÃO FC, entidade de prática desportiva, por deixar de manter no local da partida, especialmente no segundo tempo, 7 (sete) bolas, infringindo o art. 38 do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: FRANCISCO BELTRÃO FC, entidade de prática desportiva, por deixar de cumprir o § 6º, do artigo 50, do Regulamento Geral das Competições, eis que não efetuou o pagamento da taxa de arbitragem e demais despesas de deslocamento. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 FRANCISCO BELTRÃO FC: POR UNANIMIDADE, PUNIDO EM R$ 500,00 (QUINHENTOS REAIS), A SER RECOLHIDO NA TESOURARIA DA FPF EM 5 DIAS.

FRANCISCO BELTRÃO FC: POR UNANIMIDADE, PUNIDO EM R$ 500,00 (QUINHENTOS REAIS), A SER RECOLHIDO NA TESOURARIA DA FPF EM 5 DIAS.

 

FRANCISCO BELTRÃO FC: POR UNANIMIDADE, PUNIDO EM R$ 500,00 (QUINHENTOS REAIS), A SER RECOLHIDO NA TESOURARIA DA FPF EM 5 DIAS.

  

AUTOS N° 90/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINA FILHO

CAMPEONATO COPA DE FUTEBOL AMADOR DA CAPITAL – ADULTO – 2015.

JOGO: UNIÃO AHÚ FC X GP GENTE DA GENTE

DATA: 18/04/2015

DENUNCIADO (S):

RENAN G. DE AGUIAR

UNIÃO AHÚ FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

 1° DENUNCIADO: RENAN G. DE AGUIAR, atleta da União Ahú FC, por calçar o atleta adversário na disputa de bola, motivando a sua expulsão, por dupla advertência, aos 81’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 250, do CBJD.

 2° DENUNCIADO: UNIÃO AHÚ FC, entidade de prática desportiva, por deixar de cumprir o parágrafo 6º, do artigo 50, do Regulamento Geral das Competições, eis que não efetuou o pagamento da taxa de arbitragem em sua integralidade. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do CBJD.

 Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 RENAN G. DE AGUIAR: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

UNIÃO AHÚ FC: POR UNANIMIDADE, ABVOLVIDO.

 

AUTOS N° 93/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINA FILHO

NOTICIA DE INFRAÇÃO DISCIPLINAR .

JOGO: AA. BATEL X CASCAVEL CLUBE RECREATIVO

DATA: 28/03/2015

DENUNCIADO (S):

CASCAVEL CLUBE RECREATIVO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

 1° DENUNCIADO: CASCAVEL CLUBE RECREATIVO, entidade de prática desportiva, cometeu ilícito previsto no CBJD, devendo, portanto, ser condenada nos termos da Notícia de Infracação. Como destacado anteriormente, a EDP AA Batel apresentou Notícia de Infração relatando que em partida realizada entre a Noticiante e a Denunciada, esta último utilizou-se de 8 (oito) jogadores que estavam em situação irregular, já que não eram inscritos no BID-e, o que vai em direção diametralmente oposta ao Regulamento da Competição.Desta forma, sendo plenamente possível o oferecimento de Denúncia com base em fatos advindos, bem como por se tratar de conduta temerária contra as regras e normas do desporto é que se apresenta a presente contra a Denunciada por infração ao art. 191, III e 214, do CBJD

Observações: SOLICITAR DILIGENCIAS JUNTO AO DEPARTAMENTO DE COMPETIÇÕES DA FPF.

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 CASCAVEL CLUBE RECREATIVO:


AUTOS N° 96/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO COPA DE FUTEBOL AMADOR DA CAPITAL – ADULTO – 2015.

JOGO: UNIÃO CAPÃO RASO FC X UNIÃO AHÚ FC

DATA: 11/04/2015

DENUNCIADO (S):

EDSON C. DANTAS

UNIÃO CAPÃO RASO FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

 1° DENUNCIADO: EDSON C. DANTAS, preparador de goleiros integrante da entidade de pratica desportiva União Capão Raso FC, por preferir as seguintes palavras contra o arbitro da partida “caralho você é um cagão, seu merda”, motivando a sua expulsão, de forma direta, aos 80’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 258, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 2° DENUNCIADO: UNIÃO CAPÃO RASO FC, entidade de prática desportiva, por deixar de cumprir o parágrafo 6º, do artigo 50, do Regulamento Geral das Competições, eis que não efetuou o pagamento da taxa de arbitragem em sua integralidade. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 1911, III, do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 EDSON C. DANTAS: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO EM 2 (DUAS) PARTIDAS

UNIÃO CAPÃO RASO FC: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

  

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Amanda Antunes Vasconcellos, Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná.

Curitiba/PR, 13 de Maio de 2.015.

 

SAMUEL TORQUATO

Presidente da Terceira Comissão Disciplinar

 

AMANDA ANTUNES VASCONCELLOS

Secretaria do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná




Referências:

08/05/2015 - Pauta 3º Comissão Disciplinar - 13 de maio de 2015
Publicação: 14/05/2015 às 13:33