Sessão: Quinta-feira, 14 de maio de 2015

.: Pauta 2ª Comissão Disciplinar - 19 de maio de 2015 :.

2ª COMISSÃO DISCIPLINAR

PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 19/05/2015

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 033/2015

 

 De ordem do Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Paulo César Gradela Filho e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para que querendo apresente defesa pessoalmente, ou ainda, se fazer representar por advogado de defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Desportiva, tornando público através deste Edital, que,

 

No dia 19 DE MAIO DE 2015 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Terça - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina, 2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

 


AUTOS N°. 29/2015– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RUBENS DOBRANSKI

CAMPEONATO PARANAENSE – 2º DIVISÃO - 2015

JOGOS:  AA BATEL x FRANCISCO BELTRÃO FC

DATA:  22/203/2015

 DENUNCIADO(S):

AA BATEL

ROBSON TOLOCZKO COUTINHO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS

 1° DENUNCIADO: AA BATEL, conforme relato do Delegado do Jogo, Sr. José Benedito Guilherme, houve atraso de 5 minutos para o início da partida, em função de que a ambulancia para o atendimento havia saido do estadio apos a entrada das equipes e arbitragem no campo de jogo ( relato do Sr. Delegado da Partida), no horario regulamentar, para atendimento de emergencia – acidente de transito – nas imediações da praça desportiva. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 206 e 211 do CBJD.

2º DENUNCIADO: ROBSON TOLOCZKO COUTINHO,o arbitro principal, não atentou para o preenchimento correto da Súmula e Relatório da Partida, deixando de consignar o atraso de 5 (cinco) minutos no inicio da partida em decorrência da ausência de ambulância, e ainda, deixou de observar a inexistência de medico para atendimento da partida, e apenas um enfermeiro, como resta consignado pelo relatório do jogo formulado pelo Sr. Delegado da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 266 do CBJD.

 

 


AUTOS N°. 32/2015– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RUBENS DOBRANSKI

CAMPEONATO PARANAENSE PROFISSIONAL – 1º DIVISÃO - 2015

JOGOS:  FOZ DO IGUAÇU FUTEBOL CLUBE x J. MALUCELLI S/A

DATA:  05/04/2015

 DENUNCIADO(S):

FOZ DO IGUAÇU FUTEBOL CLUBE

J. MALUCELLI S/A

 DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

 1° DENUNCIADO: FOZ DO IGUAÇU FUTEBOL CLUBE, entidade de pratica desportiva, por entrar ao campo de partida com 7 (sete) minutos de atraso, ou seja, deveria adentrar ao campo às 15h50m., sendo que só o fez às 15h57m., gerando o atraso de 5 (cinco) minutos no inicio da partida, descumprindo assim o artigo 43 do regulamento geral das competições. Por assim agir, a equipe denunciada incorre na sanção prevista no art. 191, inciso III e artigo 206, ambos do CBJD.

 2° DENUNCIADO: J. MALUCELLI S/A, entidade de pratica desportiva, por entrar ao campo de partida com 6 (seis) minutos de atraso, ou seja, deveria adentrar ao campo às 15h50m., sendo que só o fez às 15h56m., gerando o atraso de 5 (cinco) minutos no inicio da partida, descumprindo assim o artigo 43 do regulamento geral das competições. Por assim agir, a equipe denunciada incorre na sanção prevista no art. 191, inciso III e artigo 206, ambos do CBJD.

 _____________________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 50/2015– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CESAR AUGUSTO GRADELA

Campeonato Copa de Futebol Amador da Capital – Adulto – 2015

JOGOS SE RENOVICENTE X VILA FANNY FC

DATA:  25/04/2015

 DENUNCIADO(S):

ROSSANO MARCELO SANTANA

LEANDRO M. DOS SANTOS MOURA

ARTHUR JOSÉ FREIRE OSTI

SE RENOVICENTE

 DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

  1° DENUNCIADO: ROSSANO MARCELO SANTANA, técnico integrante da entidade de prática desportiva SE Renovicente, por reclamar de maneira repetitiva, proferindo as seguintes palavras contra a equipe de arbitragem “vocês estão errados; é só contra nós; é tudo pra eles”, motivando a sua expulsão aos 73’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva

 2º DENUNCIADO: LEANDRO M. DOS SANTOS MOURA atleta, com registro CBF nº 311.609, integrante da entidade de prática desportiva SE Renovicente, por calçar atleta adversário em um ataque promissor, motivando a sua expulsão, por dupla advertência, aos 81’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 3º DENUNCIADO: ARTHUR JOSÉ FREIRE OSTI atleta, com registro CBF nº 161.606, integrante da entidade de prática desportiva Vila Fanny FC, por calçar atleta adversário em um ataque promissor, motivando a sua expulsão, por dupla advertência, aos 90’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 4º DENUNCIADO: SE RENOVICENTE, entidade de prática desportiva, por deixar de cumprir o § 6º, do artigo 50, do Regulamento Geral das Competições, eis que não efetuou o pagamento da taxa de arbitragem em sua integralidade. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

 

AUTOS N°. 53/2015– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HELIO ANJOS ORTIZ NETO

Campeonato Copa de Futebol Amador da Capital – Adulto – 2015

JOGOS:  UNIÃO VILA SANDRA EC X UBERLÂNDIA EC

DATA:  25/04/2015

 DENUNCIADO(S):

UNIÃO VILA SANDRA EC

 DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

 1° DENUNCIADO: UNIÃO VILA SANDRA EC, entidade de prática desportiva, por deixar de cumprir o § 6º, do artigo 50, do Regulamento Geral das Competições, eis que não efetuou o pagamento da taxa de arbitragem em sua integralidade. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 _______________________________________________________________________________________________________


AUTOS N°. 56/2015– EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. LUCIANO COSTENARO

CAMPEANATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 2ª DIVISÃO

JOGOS:  PATO BRANCO EC X CIANORTE FC

DATA:  05/04/2015

 DENUNCIADO(S):

PATO BRANCO EC

CIANORTE FC

 DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

 1° DENUNCIADO: PATO BRANCO EC, entidade de prática desportiva, ingressou no gramado as 15hs:51min. Relatou o arbitro que o gramado estava em péssimas condições, inclusive dificultando o dominio da bola, propiciando um maior numero de faltas. Não obstante a pessima condição do gramado, contatou-se ainda a falta de porta no banheiro de arbitragem. A ausencia deporta dificultou a regular utilização dos vestiarios, visto que um dos assistentes era do sexo feminino, fazendo com que fosse necessária a sua retirada para utilização dos banheiros. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 43, paragrafo unico, do Regulamento Geral das Competições, artigo 191, III e artigo 211 do CBJD.

 2° DENUNCIADO: CIANORTE FC: entidade de prática desportiva, ingressou no gramado 15hs:52min menos de 10 minutos antes da partida. . Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 43, paragrafo unico, do Regulamento Geral das Competições, artigo 191, III do CBJD.

  

 

 

  

 

Publicação: 14/05/2015 às 15:41