Sessão: Quarta-feira, 27 de maio de 2015

.: Decisão da 3ª Comissão Disciplinar de 27 de maio de 2015. :.

3° COMISSÃO DISCIPLINAR

ATA DA SESSÃO DO DIA 27 DE MAIO DE 2.015

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 037/2015

 

Ao vigésimo sétimo dia do mês de maio do ano de dois mil e quinze, às dezenove horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Avenida República Argentina, 2153, bairro Portão, Curitiba, Paraná, reuniram-se os Auditores Membros da 3° Comissão Disciplinar deste Tribunal, Samuel Torquato – Presidente da Comissão, Mauro Ribeiro Borges, Irineu Toninello,, e o procurador Bruno Cavalcante de Oliveira. Estando ausente Humberto Ciccarino Filho, José Alvacir Guimarães. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita:

 

AUTOS N° 116/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

CAMPEONATO 52ª TAÇA PARANA DE FUTEBOL AMADOR – ADULTO -2015.

JOGO: JD. ALEGRIA PACRISA X ASS.JD. NOVA CAMPINA

DATA: 03/05/2015

 DENUNCIADO (S):

JD. ALEGRIA PACRISA

JD. ALEGRIA PACRISA

ASS. JD. NOVA CAMPINA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: JD. ALEGRIA PACRISA, entidade de prática desportiva, por apresentar sua equipe em campo 4 (quatro) minutos após o horário determinado no parágrafo único, do art. 12, do Regulamento Específico da Competição. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: JD. ALEGRIA PACRISA, entidade de prática desportiva, por disponibilizar somente 1 (uma) bola com a marca da patrocinadora exclusiva da FPF, descumprindo o art. 20, do Regulamento Específico da Competição. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: ASS. JD. NOVA CAMPINA, entidade de prática desportiva, por apresentar sua equipe em campo 2 (dois) minutos após o horário determinado no parágrafo único, do art. 12, do Regulamento Específico da Competição. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 JD. ALEGRIA PACRISA : POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 JD. ALEGRIA PACRISA : POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 JD. ALEGRIA PACRISA : POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

  

 AUTOS N° 113/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

CAMPEONATO 52ª TAÇA PARANA DE FUTEBOL AMADOR – JUVENIL -2015.

JOGO: COSTEIRA FC X SC NACIONAL COLOMBO

DATA: 03/05/2015

 DENUNCIADO (S):

COSTEIRA FC

COSTEIRA FC

JEAN FELIPE H. DOS SANTOS

JEAN PAULO CUNHA ROCHA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: COSTEIRA FC, entidade de prática desportiva, por um torcedor de sua EPD ter lançado uma cusparada no atleta Marcos D. Quevedo Cardoso da EPD SC Nacional Colombo, momento em que a partida foi paralisada por 2 (dois) minutos, não sendo identificado o torcedor que realizou tal ato. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 213, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: COSTEIRA FC, entidade de prática desportiva, por deixar de manter durante toda a partida 3 (três) bolas, tendo em vista que em determinado momento da partida as bolas sumiram, descumprindo o art. 38, do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: JEAN FELIPE H. DOS SANTOS, atleta com registro CBF sob nº 445624, integrante da entidade de prática desportiva Costeira FC, por tomar a bola das mão do atleta adversário Jean Paulo Cunha Rocha e proferir as seguintes palavras ao aludido atleta: “seu filho da puta você é um bosta”, motivando sua expulsão, de forma direta, no término da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas nos artigos 250 e 258, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

4° DENUNCIADO: JEAN PAULO CUNHA ROCHA, atleta com registro CBF sob nº 513972, integrante da entidade de prática desportiva SC Nacional Colombo, por, ao revidar a atitude do atleta Jean Felipe H. dos Santos, proferir as seguintes palavras ao aludido atleta: “bosta é você seu filho da puta”, motivando sua expulsão, de forma direta, no término da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 258, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 COSTEIRA FC : POR UNANIMIDADE, ABOLVIDO.

 COSTEIRA FC : POR UNANIMIDADE, ABOLVIDO.

 JEAN FELIPE H. DOS SANTOS : POR UNANIMIDADE, PUNIDO COM A SUSPENSÃO DE 1 (UMA) PARTIDA.

 JEAN PAULO CUNHA ROCHA : POR UNANIMIDADE, PUNIDO COM A SUSPENSÃO DE 1 (UMA) PARTIDA.

  

  

AUTOS N° 119/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB 15-2015

JOGO: ASSOCIAÇÃO DIAMANTE S.C X PATO BRANCO E.C

DATA: 25/04/2015

 DENUNCIADO (S):

ASSOCIAÇÃO DIAMANTE S.C

ASSOCIAÇÃO DIAMANTE S.C

LUIS GUSTAVO MARIOTTO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: ASSOCIAÇÃO DIAMANTE S.C., equipe de pratica desportiva, por não fornecer estrutura suficiente em seu estádio, para a acomodação do quadro de arbitragem presente, não tendo chave reserva da porta do vestiário destinado à eles. Por assim agir, o clube denunciado incorre na sanção prevista no artigo 211 do CBJD.

2° DENUNCIADO: ASSOCIAÇÃO DIAMANTE S.C., entidade desportiva, em virtude a ausência de policiamento a praça desportiva ou de qualquer justificativa, e ausência de confirmação de recebimento de ofício supostamente enviado ao Batalhão da Policia Militar, conforme consta no relatório disciplinar da partida e nas observações do Delegado do jogo, deixando de cumprir o artigo 32, inciso I do  Regulamento Geral das Competições de 2015, o artigo 13 do Regulamento específico do campeonato, além de infringir o artigo 191, inciso III, do CBJD.

3° DENUNCIADO: LUIS GUSTAVO MARIOTTO, atleta da equipe do ASSOCIAÇÃO DIAMANTE S.C., foi expulso aos 48’ de partida por dupla advertência, após calçar o adversário na disputa da bola, impedindo ataque promissor. Por assim agir, o denunciado incorre na sanção prevista no art. 258, ‘caput’, do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 ASSOCIAÇÃO DIAMANTE S.C : POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 ASSOCIAÇÃO DIAMANTE S.C : POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 LUIS GUSTAVO MARIOTTO : POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

 

AUTOS N° 122/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINA FILHO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 1ª DIVISÃO- 1ª RODADA-2º TURNO- DESCENSO

JOGO: PRUDENTOPOLIS FC X NACIONAL AC

DATA: 19/04/2015

 DENUNCIADO (S):

DORIVAL DA SILVA

PRUDENTOPOLIS FC

PRUDENTOPOLIS FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: DORIVAL DA SILVA, preparador de goleiros da Prudentópolis FC, excluído de durante o intervalo da partida, pois, conforme consta do relatório do árbitro da partida e do Delegado do jogo, reclamou da equipe de arbitragem, dirigindo-se ao árbitro proferindo os seguintes dizeres: “não tem cartão pra eles, só marca contra nós, tá cego”. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, do CBJD.

2° DENUNCIADO: PRUDENTÓPOLIS FC, entidade de prática desportiva, por mandar o jogo em local inadequado, pois constou da súmula do árbitro principal da partida, no campo “Condições e instalações do Estádio”, a informação de “Boas, exceto pelas redes de meta bastante danificadas”. Com tal conduta, a EDP Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 211, do CBJD, por deixar de manter o local que indicou para a realização da partida com plenas condições para sua realização.

3° DENUNCIADO: PRUDENTÓPOLIS FC, entidade de prática desportiva, por mandar o jogo em local inadequado, pois constou da súmula do árbitro principal da partida e do Delegado de jogo, quando a equipe de arbitragem encontrava-se no vestiário foi arremessada uma garrafa cheia de água contra a porta do vestiário, quebrando dois vidros e lançando vários estilhaços. Com tal conduta, a EDP Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 213, do CBJD, por deixar de manter o local que indicou para a realização da partida com plenas condições para sua realização.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

DORIVAL DA SILVA: POR UNANIMIDADE, APENADA COM SUSPENSÃO DE 1 (UMA) PARTIDA.

 PRUDENTÓPOLIS FC: POR UNANIMIDADE, ABOLVIDO.

 PRUDENTÓPOLIS FC: POR UNANIMIDADE, PUNIDO EM MULTA DE R$ 1.000,00 (HUM MIL REAIS) SER RECOLHIDO EM 5 DIAS JUNTO A TESOURARIA DA FPF.

 

 AUTOS N° 125/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONIELLO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL - 1º DIVISÃO-2ª RODADA- JOGO DE IDA E VOLTA-3ª FASE – FASE- SEMIFINAL

JOGO: OPERARIO FEC X FOZ DO IGUAÇU FC

 

DATA: 19/04/2015

DENUNCIADO (S):

EDSON BASTOS BARRETO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: EDSON BASTOS BARRETO, atleta da EDP Foz do Iguaçu FC, expulso de campo após o término da partida, pois, conforme consta do relatório do árbitro da partida e do Delegado do jogo, reclamou da equipe de arbitragem, dirigindo-se ao árbitro proferindo os seguintes dizeres: “vou mandar a camisa do Leandro de presente” e, ainda: “vai tomar no cú seu safado”. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 EDSON BASTOS BARRETO: POR UNANIMIDADE, PUNIDO PELO ART 258 DO CBJD,1 (UMA) PARTIDA DE SSPENSÃO.

  

 AUTOS N° 128/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

52ª TAÇA PARANA DE FUTEBOL AMADOR -2ª RODADA -2º TURNO

JOGO: ASS ESP. DANUBIO X CA NACIONAL

 

DATA: 26/04/2015

DENUNCIADO (S):

MATHEUS G. ABREU MARQUES

NELSON VILMAR FERNANDES JUNIOR

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: MATHEUS G. ABREU MARQUES, atleta da EDP A. E. Danúbio, expulso aos 63’ (sessenta e três minutos) de partida, porque, conforme consta da súmula do jogo o Denunciado trocou empurrões com seu adversário com uso de força excessiva. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito no artigo 250, do CBJD.

2° DENUNCIADO: NELSON VILMAR FERNANDES JÚNIOR, atleta da EDP CA Nacional, expulso aos 63’ (sessenta e três minutos) de partida, porque, conforme consta da súmula do jogo o Denunciado trocou empurrões com seu adversário com uso de força excessiva. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito no artigo 250, do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 MATHEUS G. ABREU MARQUES : POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

NELSON VILMAR FERNANDES JÚNIOR : POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

AUTOS N° 131/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – SEGUNDA DIVISÃO -7ª RODADA

JOGO: A. PORTUGUESA LONDRINENSE X AA BATEL

 DATA: 19/04/2015

DENUNCIADO (S):

LUIS CARLOS JURESCO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: LUIS CARLOS JURESCO, técnico da EDP AA Batel, excluído de campo aos 77’ (setenta e sete minutos) de partida, pois, conforme consta do relatório do árbitro da partida e do Delegado do jogo, reclamou da equipe de arbitragem proferindo os seguintes dizeres: “contra o Batel vocês fazem tudo, vai tomar no cú”. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

LUIS CARLOS JURESCO: POR UNANIMIDADE, PUNIDO COM 1 (UMA) PARTIDA.

 

 

AUTOS N° 134/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

52ª TAÇA PARANA DE FUTEBOL AMADOR – ADULTO -2015

JOGO: GRÊMIO ASS. LIQUIGAS X ASS. ESP. DANUBIO

DATA: 03/05/2015

 DENUNCIADO (S):

GRÊMIO ASS. LIQUIGAS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELOS FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: GRÊMIO ASS. LIQUIGÁS, entidade de prática desportiva, por incluir em sua equipe o atleta Sr. Leomir dos Santos de Oliveira (RG 7.589.429-5), em situação irregular, tendo em vista que seu nome não se encontrava na relação oficial da Federação Paranaense de Futebol. Cabe ressaltar que a EPD foi avisada da irregularidade, porém manteve o atleta em sua equipe. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 214, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO DA 3º C.D.:

 GRÊMIO ASS. LIQUIGÁS: POR UNANIMIDADE, PERDA DE 3 PONTOS E MULTA NO VALOR DE R$50,00 (CINQUENTA REAIS) A SER RECOLHIDO EM 5 DIAS JUNTO A TESOURARIA DA FPF.

  

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Amanda Antunes Vasconcellos, Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná.

Curitiba/PR, 27 de Maio de 2.015.

SAMUEL TORQUATO

Presidente da Terceira Comissão Disciplinar

 

AMANDA ANTUNES VASCONCELLOS

Secretaria do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná




Referências:

22/05/2015 - Pauta 3º Comissão Disciplinar - 27 de Maio de 2015.
Publicação: 27/05/2015 às 19:20