Sessão: Sexta-feira, 14 de agosto de 2015

.: Decisão 2ª Comissão Disciplinar - 11 de agosto de 2015 :.

2° COMISSÃO DISCIPLINAR

ATA DA SESSÃO DO DIA 11 DE AGOSTO DE 2.015

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 067/2015

Ao décimo primeiro dia do mês de agosto do ano de dois mil e quinze, às dezenove horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Avenida República Argentina, 2153, bairro Portão, Curitiba, Paraná, reuniram-se o Presidente Cesar Augusto Gradela, auditores Helio Anjos Ortiz Neto, Luciano Costenaro de Oliveira, Renato Galvao Carrillo, e o Procurador Rodrigo Galleas. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita: 


AUTOS N°. 157/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO 

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL SÉRIE B- ADULTO-2015 

JOGO: CA BOQUEIRÃO X DIAMANTE SC

DATA: 04/07/2015

DENUNCIADO (S):

MASSAY HIRAYAMA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS

1° DENUNCIADO: MASSAY HIRAYAMA, Atleta do CA Boqueirão, conforme relato sumulado pelo Sr. Árbitro, o Denunciado acabou por praticar conduta violenta na disputa de bola, sofrendo a segunda (2ª) advertência (a 1ª por atingir o adversário com o pé e derrubá-lo aos 49’ de jogo- cf. Súmula) e sendo excluído da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 250, caput, do CBJD- 2ª advertência na partida.

Observações: JUNTADA DE PROCURAÇÃO EM 5 DIAS. 

Defensor (a): WILLIAN TOHORU HOSAKA


DECISÃO DA 2º C.D.: 

MASSAY HIRAYAMA: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIÇÃO. 

AUTOS N°.160/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA

CAMPEONATO PARANENSE DE FUTEBOL SUB 19

JOGO: TOLEDO CW X FRANCISCO BELTRÃO FC 

DATA: 01/07/2015

DENUNCIADO (S):

FRANCISCO BELTRÃO FC 

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS

1° DENUNCIADO: FRANCISCO BELTRÃO FC , entidade de prática desportiva, por irregularidade de 4 (quatro) atletas- falta de prova de inscrição pelo respectivo CLUBE no Boletim Informativo Diário (Bid-e). Por assim agir, incorre nas sanções previstas no Regulamento Geral das Competições: CAPÍTULO V- SEÇÃO I- DA CONDIÇÃO DE JOGO DOS ATLETAS- Arts. 18 e 23 ,  Regulamento do Campeonato Paranaense: Sub 19- Temporada 2015, CAPÍTULO IV DOS ATLETAS E DA CONDIÇÃO DE JOGO- Art. 10 e do CBJD: artigo 191, inciso III; e artigo 214.

Defensor (a): 

DECISÃO DA 2º C.D.: 

FRANCISCO BELTRÃO FC: POR MAIORIA, MULTA NO VALOR DE 2.000,00 (DOIS MIL REAIS) A SER RECOLHIDA NO PRAZO DE 5 DIAS JUNTO A TESOURARIA DA FPF E A SUSPENSÃO DO PRESIDENTE ATÉ O CUMPRIMENTO DA MULTA.


AUTOS N°. 163/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: RENATO GALVÃO CARRILLO 

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL SÉRIE A- JUVENIL- 2015

JOGO: UNIÃO NOVA ORLEANS X OPERÁRIO PILARZINHO SC

DATA: 11/07/2015

DENUNCIADO (S):

MAYKON BRITO DE FREITAS

ELISEU DUARTE

UNIÃO NOVA ORLEANS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: MAYKON BRITO DE FREITAS, árbitro partida, por relatar a ocorrência disciplinar referente ao atleta Gabriel da Silva de modo a impossibilitar ou dificultar a punição do aludida atleta, uma vez que não há como se precisar em que momento ou qual a conduta que levou a expulsão do atleta. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 266, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: ELISEU DUARTE, técnico integrante da entidade de prática desportiva Operário Pilarzinho SC, por reclamar constantemente com a equipe de arbitragem e proferir as seguintes palavras ao árbitro: “juiz desgraçado”, motivando a sua expulsão aos 70’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 258, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: UNIÃO NOVA ORLEANS, entidade de prática desportiva, por não providenciar 6 (seis) gandulas no local da partida, infringindo o art. 34, § 5º e 6º, do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Observações: 

Defensor (a): EDUARDO VARGAS / WILLIAN TOHORU HOSAKA


DECISÃO DA 2º C.D.:

MAYKON BRITO DE FREITAS: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

ELISEU DUARTE: POR UNANIMIDADE, PENA DE ADVERTENCIA COM FULCRO NO ARTIGO 258 §1º DO CBJD.

UNIÃO NOVA ORLEANS: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

AUTOS N°. 166/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: RENATO GALVÃO CARRILLO 

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SÉRIE A- ADULTO- 2015

JOGO: VILA FANNY FC X CA NACIONAL

DATA: 11/07/2015

DENUNCIADO (S):

JULIANO F. DOS PRAZERES

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: JULIANO F. DOS PRAZERES, atleta com registro CBF nº 375652, integrante da entidade de prática desportiva Vila Fanny FC, por desferir um soco na altura das costas do atleta adversário, fora da disputa de bola, motivando a sua expulsão, de forma direta, aos 85’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 254-A, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Defensor: WILLIAN TOHORU HOSAKA

Observações: BAIXA DOS AUTOS A PROCURADORIA.

DECISÃO DA 2º C.D.:

JULIANO F. DOS PRAZERES: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE OITO PARTIDAS, COM A APLICAÇÃO DO ARTIGO 182 DO CBJD, REDUZINDO PARA QUATRO PARTIDAS EM CONCRETO. 

AUTOS N°. 169/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO 

CAMPEONATO PARANENSE DE FUTEBOL SUB 19- 2015

JOGO: FC CASCAVEL X CASCAVEL CR

DATA: 12/07/2015

DENUNCIADO (S):

JONAS PEDRO S. DE MELO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: JONAS PEDRO S. DE MELO, atleta com registro na CBF nº 429389, integrante da entidade de prática desportiva Cascavel CR, por interceptar a passagem com os braços na altura do peito do atleta adversário na disputa de bola, motivando a sua expulsão, por dupla advertência, aos 86’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 250, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Defensor: EDUARDO VARGAS

Observações: 

DECISÃO DA 2º C.D.:

JONAS PEDRO S. DE MELO: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.


AUTOS N°. 172/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA 

CAMPEONATO PARANENSE DE FUTEBOL SUB 17- 2015

JOGO: APUCARANA SPORTS X PSTC

DATA: 20/06/2015

DENUNCIADO (S):

APUCARANA SPORTS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODRIGO GALLÉAS

1° DENUNCIADO: APUCARANA SPORTS, EPD, por não manter o estádio que indicou para a partida, com a infraestrutura mínima de vestiários para o Trio de arbitragem. Consta a falta de chuveiro para banho pós-jogo. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no ART 211 do CBJD.

Defensor: 

Observações: 

DECISÃO DA 2º C.D.:

APUCARANA SPORTS: POR UNANIMIDADE, MULTA NO VALOR DE R$ 1.000,00 (HUM MIL REAIS) PELO ART 211 DO CBJD PELA REINCIDENCIA, A SER RECOLHIDA NO PRAZO DE 5 DIAS JUNTO A TESOURARIA DA FPF.

AUTOS N°. 175/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA 

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- 2015

JOGO: SRE BANGÚ X SE RENOVICENTE

DATA: 27/06/2015

DENUNCIADO (S):

ELISEU DA SILVA

RAFAEL V. DE MOURA OLIVEIRA

OTAVIO CUBAS DE LIMA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODRIGO GALLÉAS

1° DENUNCIADO: ELISEU DA SILVA, EPD, por atleta da SRE Bangu, por interromper um ataque da equipe adversária. Na oportunidade, foi marcado pênalti para a equipe adversária. Por assim agir, o mesmo infringiu o Art. 258 do CBJD.

2° DENUNCIADO: RAFAEL V. DE MOURA OLIVEIRA, arbitro da partida, por preenchimento incompleto do campo 02 (expulsões) da sumula de jogo, onde cita a exclusão do atleta acima denunciado, mas não relata claramente de que forma ocorreu. Pela declaração falha e por dificultar a denuncia e punição do atleta excluído, incorrerá nas sanções do art. 266 do CBJD.

3° DENUNCIADO: OTAVIO CUBAS DE LIMA, delegado da partida, por preenchimento incompleto de seu relatório, onde cita a falta que originou a exclusão do primeiro denunciado, mas, assim como o arbitro, não de que forma ocorreu.Pela declaração falha e por dificultar a denuncia e punição do atleta excluído, incorrerá nas sanções do art.266 do CBJD.

Defensor: EDUARDO VARGAS / WILLIAN TOHORU HOSAKA

Observações: OITIVA DO DENUNCIADO RAFAEL V. DE MOURA DE OLIVEIRA (3º DENUNCIADO).

DECISÃO DA 2º C.D.:

ELISEU DA SILVA:POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO. 

RAFAEL V. DE MOURA OLIVEIRA: POR MAIORIA, ABSOLVIDO.

OTAVIO CUBAS DE LIMA: POR MAIORIA, ABSOLVIDO.

AUTOS N°. 178/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO 

CAMPEONATO PARANENSE DE FUTEBOL SUB 17- 2015

JOGO: CA PARANAENSE X AA BATEL

DATA: 03/07/2015

DENUNCIADO (S):

AA BATEL

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: AA BATEL, EPD, por apresentar o atleta Eduardo Patrick Dias sem carteira de identificação da FPF.. Com tal conduta a denunciada praticou os ilícitos tipificados no art. 191, inciso III , ao deixar de cumprir determinação prevista no art. 23 do Regimento Geral de Competições  e no caput do art. 214 ambos do CBJD.

Defensor: ITAMAR CORTES

Observações: 

DECISÃO DA 2º C.D.:

AA BATEL: POR UNANIMIDADE, MULTA NO VALOR DE R$ 200,00 (DUZENTOS REAIS) A SER RECOLHIDA NO PRAZO DE 5 DIAS JUNTO A TESOURARIA DA FPF, COM FULCRO NO ART 291 DO CBJD.

POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO PELO ARTIGO 214 DO CBJD.

AUTOS N°. 181/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA 

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SÉRIE B- ADULTO- 2015

JOGO: CAXIAS FC X GR IPIRANGA

DATA: 11/07/2015

DENUNCIADO (S):

ALISSON DOS SANTOS

CALIR RIBEIRO JUNIOR

CAXIAS FC

GR IPIRANGA

RODRIGO ANDRÉ PEREIRA ANGREVES

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: ALISSON DOS SANTOS, Atleta da EDP Caxias FC, expulso diretamente aos 55’ (cinquenta e cinco minutos) do segundo tempo de partida, porque, conforme consta no relatório do árbitro principal agrediu com um pisão na barriga seu adversário que estava caído em campo após uma disputa de bola, o que configura agressão. Com tal conduta a denunciada praticou os ilícito tipificado no art. 254-A, do CBJD.

2° DENUNCIADO: CALIR RIBEIRO JUNIOR, Atleta da EDP GR Ipiranga, expulso diretamente aos 58’ (cinquenta e oito minutos) do segundo tempo de partida, porque, conforme consta no relatório do árbitro principal agrediu com um tapa no rosto fora da disputa de bola, o que configura agressão. Com tal conduta o denunciado praticou os ilícito tipificado no art. 254-A, do CBJD.

3° DENUNCIADO: CAXIAS FC, EDP, a qual deve também ser condenada pela conduta praticada pelo seu atleta acima denunciado. Desta forma, pugna-se pela condenação da Denunciada  nos termos do disposta no art. 258-D, do CBJD.

4° DENUNCIADO: GR IPIRANGA, EDP, a qual deve também ser condenada pela conduta praticada pelo seu atleta acima denunciado. Desta forma, pugna-se pela condenação da Denunciada  nos termos do disposta no art. 258-D, do CBJD.

5° DENUNCIADO: RODRIGO ANDRÉ PEREIRA ANGREVES, Delegado do Jogo em questão, porque deixou de relatar as expulsões ocorridas na partida, o que prejudica a devida análise do jogo e a condenação de infrações. Com tal conduta, o Denunciado praticou os ilícito tipificado no art. 266, do CBJD.

Defensor: WILLIAN TOHORU HOSAKA

Observações: OITIVA DE CALIR RIBEIRO JUNIOR (2º DENUNCIADO). OITIVA DE RODRIGO ANDRE PEREIRA ANGREVES (5º DENUNCIADO).

DECISÃO DA 2º C.D.:

ALISSON DOS SANTOS: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE DUAS PARTIDAS EM CONCRETO.

CALIR RIBEIRO JUNIOR: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE DUAS PARTIDAS EM CONCRETO.

CAXIAS FC: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

GR IPIRANGA: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

RODRIGO ANDRÉ PEREIRA ANGREVES: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE QUINZE DIAS EM CONCRETO.


AUTOS N°. 184/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: RENATO GALVÃO 

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SÉRIE B- JUVENIL- 2015

JOGO: DIAMANTE SC X SOBI SÃO BRAZ

DATA: 11/07/2015

DENUNCIADO (S):

GABRIEL O. DOS SANTOS

SOBI SÃO BRAZ

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: GABRIEL O. DOS SANTOS, Atleta da EPD Sobi São Braz, expulso diretamente aos 23’ (vinte e três minutos) do de partida, porque, conforme consta no relatório do árbitro principal da partida, desferiu um chute na perna do seu adversário fora da disputa de bola, o que configura agressão. Com tal conduta a denunciada praticou os ilícito tipificado no art. 254-A, do CBJD.

2° DENUNCIADO: SOBI SÃO BRAZ EDP, a qual deve também ser condenada pela conduta praticada pelo seu atleta acima denunciado. Desta forma, pugna-se pela condenação da Denunciada  nos termos do disposta no art. 258-D, do CBJD.

Defensor: WILLIAN TOHORU HOSAKA

Observações: 

DECISÃO DA 2º C.D.:

GABRIEL O. DOS SANTOS: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE QUATRO PARTIDAS, COM APLICAÇÃO DO ART 182 DO CBJD, REDUZIDA PARA DUAS PARTIDAS DE SUSPENSÃO.

SOBI SÃO BRAZ: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDA. 

AUTOS N°. 187/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO 

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SÉRIE A- ADULTO- 2015

JOGO: UNIÃO NOVA ORLEANS X OPERÁRIO PILARZINHO SC

DATA: 11/07/2015

DENUNCIADO (S):

ERICKSON E. T. ASSINS

HERLON LINS CALDAS

UNIÃO NOVA ORLENS

OPERÁRIO PILARZINHO SC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: ERICKSON E. T. ASSINS, Atleta da EDP U. Nova Orleans, expulso diretamente aos 79’ (setenta e nove minutos) da partida, porque, conforme consta no relatório do árbitro principal da partida, empurrou  seu adversário e o xingou dizendo “sai da frente seu merda, filho da puta, vai toma no cú, piá de merda, vou te dar na cara. Com tal conduta a denunciada praticou os ilícito tipificado no art. 258 e 254-A, do CBJD.

2° DENUNCIADO: HERLON LINS CALDAS, Atleta da EDP Operário Pilarzinho Sc, expulso diretamente aos 79’ (setenta e nove minutos) da partida, porque, conforme consta no relatório do árbitro principal da partida, revidou agressão anterior mediante uma cabeçada na altura da cabeça de seu adversário e ainda dizendo “filho da puta é você, que ver se é macho, venha piá de merda”. Com tal conduta a denunciada praticou os ilícito tipificado no art. 258 e 254-A, do CBJD.

3° DENUNCIADO: UNIÃO NOVA ORLENS, EDP, a qual deve também ser condenada pela conduta praticada pelo seu atleta acima denunciado. Desta forma, pugna-se pela condenação da Denunciada  nos termos do disposta no art. 258-D, do CBJD.

4° DENUNCIADO: OPERÁRIO PILARZINHO SC, EDP, a qual deve também ser condenada pela conduta praticada pelo seu atleta acima denunciado. Desta forma, pugna-se pela condenação da Denunciada  nos termos do disposta no art. 258-D, do CBJD.

Defensor: WILLIAN TOHORU HOSAKA

Observações: 

DECISÃO DA 2º C.D.:

ERICKSON E. T. ASSINS: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE QUATRO PARTIDAS, COM APLICAÇÃO DO ART 182 DO CBJD, REDUZINDO PARA DUAS PARTIDAS DE SUSPENSÃO. PELO ARTIGO 254 –A DO CBJD. POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE UMA PARTIDA PELO ARTIGO 258 DO CBJD. TOTALIZANDO TRES PARTIDAS DE SUSPENSÃO.

HERLON LINS CALDAS: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE QUATRO PARTIDAS, COM APLICAÇÃO DO ART 182 DO CBJD, REDUZINDO PARA DUAS PARTIDAS DE SUSPENSÃO. PELO ARTIGO 254 –A DO CBJD. POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE UMA PARTIDA PELO ARTIGO 258 DO CBJD. TOTALIZANDO TRES PARTIDAS DE SUSPENSÃO.

UNIÃO NOVA ORLENS: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

OPERÁRIO PILARZINHO SC: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.


AUTOS N°. 190/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: RENATO GALVÃO CARRILLO 

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SÉRIE B- 2015

JOGO: UBERLÂNDIA EC X CR UMBARÁ

DATA: 04/07/2015

DENUNCIADO (S):

CR UMBARÁ

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: CR UMBARÁ, EPD, por incluir na súmula da partida 12 (DOZE) atletas sem condições legais de jogo, já que não estavam inscritos no BID-e, o que vai em direção diametralmente oposta ao Regulamento da Competição. Com tal conduta a denunciada praticou os ilícitos tipificados no art. 191, III , e 214 ambos do CBJD.

Defensor: WILLIAN TOHORU HOSAKA


Observações: JUNTADA DE PROCURAÇÃO PELO PRAZO DE 5 DIAS. 

DECISÃO DA 2º C.D.:

CR UMBARÁ: POR UNANIMIDADE, MULTA NO VALOR DE R$ 300,00 (TREZENTOS REAIS) EM CONCRETO A SER RECOLHIDA NO PRAZO DE 5 DIAS JUNTO A TESOURARIA DA FPF. E PERDA DE 6 PONTOS.


AUTOS N°. 193/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA 

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL- SUB 19- 2015

JOGO: GRECAL X OPERÁRIO FEC

DATA: 08/07/2015

DENUNCIADO (S):

GRECAL

OPERÁRIO FC

REGIS EDUARDO DA SILVEIRA

RODRIGO DE MELO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTI DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: GRECAL, entidade de pratica desportiva, por ter adentrado ao campo de partida com no mínimo de 5 (cinco) minutos de atraso, ou seja, deveria adentrar ao campo às 14h55m., sendo que só o fez às 15h12m. (segundo o arbitro da partida) ou às 15h29 (segundo o delegado da partida), gerando um atraso de 17 (dezessete) minutos (segundo o arbitro principal) ou de 34 (trinta e quatro) minutos (segundo o delegado da partida), descumprindo assim o artigo 43 do regulamento geral das competições. Por assim agir, a equipe denunciada incorre na sanção prevista no art. 191, inciso III e artigo 206, ambos do CBJD.

2° DENUNCIADO: OPERÁRIO FEC, entidade de pratica desportiva, por ter adentrado ao campo de partida com no mínimo de 5 (cinco) minutos de atraso, ou seja, deveria adentrar ao campo às 14h55m., sendo que só o fez às 15h29m. (segundo o arbitro da partida) ou às 15h12m. (segundo o delegado da partida), gerando um atraso de 34 (trinta e quatro) minutos (segundo o arbitro principal) ou de 17 (dezessete) minutos (segundo o delegado da partida), descumprindo assim o artigo 43 do regulamento geral das competições. Por assim agir, a equipe denunciada incorre na sanção prevista no art. 191, inciso III e artigo 206, ambos do CBJD.

3° DENUNCIADO: REGIS EDUARDO DA SILVEIRA, árbitro de futebol devidamente credenciado na FPF, por deixar de relatar com clareza e exatidão as informações e motivos constantes dos atrasos ocorridos pelas equipes que disputaram a partida em questão e principalmente pela divergência de informações quanto ao tempo de atraso das equipes, em relação às anotações do Delegado da Partida. Por assim agir, a equipe denunciada incorre na sanção prevista no art. 266, do CBJD.

4° DENUNCIADO: RODRIGO DE MELO, Delegado de Partida devidamente credenciado na FPF, por deixar de relatar com clareza e exatidão as informações e motivos constantes dos atrasos ocorridos pelas equipes que disputaram a partida em questão e principalmente pela divergência de informações quanto ao tempo de atraso das equipes, em relação às anotações do Arbitro da Partida. Por assim agir, a equipe denunciada incorre na sanção prevista no art. 266, do CBJD.

Defensor: EDUARDO VARGAS

Observações: OITIVA DO RODRIGO DIAS DE MELO (4º DENUNCIADO). OITIVA DO REGIS EDUARDO DA SILVEIRA (3º DENUNCIADO). LAVRATURA DE ACORDÃO.

DECISÃO DA 2º C.D.:

GRECAL: POR UNANIMIDADE, MULTA NO VALOR DE R$ 500,00 (QUINHENTOS REAIS) POR MINUTO DE ATRASO, TOTALIZANDO R$ 15.000,00 (QUINZE MIL REAIS) A SER RECOLHIDA EM 5 DIAS JUNTO A FPF. 

OPERÁRIO FC: POR MAIORIA, MULTA NO VALOR DE R$ 300,00 (TREZENTOS REAIS), POR MINUTO DE ATRASO, TOTALIZANDO R$ 3.900,00 (TRES MIL E NOVECENTOS REAIS) A SER RECOLHIDA EM 5 DIAS JUNTO A FPF. 

REGIS EDUARDO DA SILVEIRA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE TRINTA DIAS.

RODRIGO DE MELO: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

___________________________________________________________________________

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais Auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Amanda Antunes Vasconcellos, Secretária do Tribunal de Justiça 

Desportiva do Estado do Paraná. Encerrado o julgamento o Presidente da Comissão declarou aberta votação para escolha da nova composição de presidência e vice presidência para o período que se estenderá até junho de 2016, submetido a votação por unanimidade a presidência será exercida pelo Auditor Cesar Augusto Gradela, sucedida a vice presidência Auditor Hélio Anjos Ortiz Neto.

Curitiba/PR, 11 de Agosto de 2.015.


CESAR AUGUSTO GRADELA

Presidente 


AMANDA ANTUNES VASCONCELLOS

 Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná 

Publicação: 14/08/2015 às 13:48