Sessão: Sexta-feira, 14 de agosto de 2015

.: Pauta 3ª Comissão Disciplinar - 19 de agosto de 2015 :.

3ª COMISSÃO DISCIPLINAR

PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 19/08/2015

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 071/2015

De ordem do Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Paulo César Gradela Filho e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço  publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para  que querendo apresente defesa pessoalmente, ou ainda, se fazer representar por advogado  de  defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Despotiva, tornando público através deste Edital, que,

No dia 19 DE AGOSTO DE 2015 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Quarta - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina, 2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

AUTOS N° 257/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SÉRIE A- JUVENIL 2015

JOGO: VILA HAUER EC X VILA FANNY FC

DATA: 04/07/2015

DENUNCIADO (S):

EDERSON M. ARAUJO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODRIGO GALLEAS

1° DENUNCIADO: EDERSON M. ARAUJO, técnico do VILA FANNY, por reclamar acintosamente das marcações da arbitragem. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258 cc 258 - D do CBJD.

 AUTOS N° 263/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SÉRIE A- JUVENIL- 2015

JOGO: TRIESTE FC X URANO                                           

DATA: 04/07/2015

DENUNCIADO (S):

RHENAN FURMAN DOS SANTOS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFO GARDINI FAGUNDES

1° DENUNCIADO: RHENAN FURMAN DOS SANTOS, atleta do TRIESTE FC, a expulsão se deu de forma direta por tentativa de agressão à atleta da equipe adversária, na disputa de bola. Com tal conduta o denunciado praticou os ilícitos tipificados no art. 254 –A e 157, II do CBJD.

 AUTOS N° 266/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE A – JUVENIL - 2015

JOGO: SRE BANGÚ X SE RENOVICENTE                         

DATA: 27/06/2015

DENUNCIADO (S):

GUILHERME B DA FONSECA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODRIGO GALLÉAS

1° DENUNCIADO: GUILHERME B DA FONSECA, Atleta da SRE Bangu, por após receber uma segunda advertência, por um carrinho em seu adversario e ser expulso, ofereceu resistência para sair de campo, causando transtornos após a falta que causara. O denunciado, após receber o cartão, partiu para cima do arbitro, tendo que ser contido. Após tal atitude, quando já saía do campo de jogo, chutou uma das bolas reservas, uma placa de propaganda e ofendeu o arbitro dizendo:“VOCE ESTA ROUBANDO FILHO DA PUTA, VAI SE FODER SEU BOSTA”. Após ser repreendido pelo delegado, diante de sua atitude, o denunciado ainda disse:“VAI CHAMAR ATENÇÃO DO SEU FILHO. VAI TOMAR NO CU VELHO DE MERDA” Por assim agir, E CONSIDERANDO QUE O DENUNCIADO TEVE TRES AÇÕES DISTINTAS, previsto no art. 184 do CBJD, o mesmo incorre nas sanções previstas no ART 258, 258-D, ART.243-f §1º e 243f todos  do CBJD.

 

 AUTOS N° 293/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL-SUB 19 – 5ª RODADA -TURNO- 1º FASE 2015

JOGO: CA PARANAENSE X GRECAL                                

DATA: 15/07/2015                                     

DENUNCIADO (S):

THALES LIMA SILVA MARTINS

GEAN M. PINHEIRO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS

1° DENUNCIADO: THALES LIMA SILVA MARTINS, atleta do CA PARANAENSE,  desferiu um chute na perna do seu adversário (2º denunciado). Segundo relato do arbitro “aos 40 minutos do 1º tempo expulsei o jogador n° 11 (denunciado) por atingir seu adversário (2º denunciado), com um chute na perna, quando a bola não estava mais na disputa desses dois denunciados, porem a bola se encontrava em jogo. Desta forma, o atleta ora denunciado infringiu o artigo 250,§ 1º, inciso II do CBJD.

2° DENUNCIADO: GEAN M. PINHEIRO,  atleta do GRECAL, revidou ao chute na perna, com um tapa no peito do primeiro denunciado. Desta forma, o atleta ora denunciado infringiu o artigo 250,§ 1º, inciso II do CBJD.

 

AUTOS N° 296/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. SAMUEL TORQUATO 

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB 19-4ª RODADA - 2015

JOGO: COLORADO AC X CA CAMBÉ                                

DATA: 15/07/2015

DENUNCIADO (S):

NAITON MOREIRA DA SILVA

COLORADO AC

COLORADO AC

COLORADO AC

COLORADO AC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: NAITON MOREIRA DA SILVA, atleta da EDP Colorado AC, expulso diretamente aos 38’ (trinta e oito minutos) do segundo tempo da partida, pois, conforme consta do relatório do árbitro principal da partida empregou uso de palavras ofensivas contra o assistente n.º 2º, dizendo: “bandeira do caralho, seu filho da puta, veio roubar nós aqui seu safado”. Após a expulsão o Denunciado foi em direção do árbitro principal da partia e o empurrou. Não obstante, ainda, tentou agredir o assistente n.º 2 com um tapa. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258 e 254-A, §2º, ambos do CBJD.

2° DENUNCIADO: COLORADO AC, entidade de prática desportiva, a qual deve também ser condenada pela conduta praticada pelo seu atleta acima denunciado. Desta forma, pugna-se pela condenação da Denunciada nos termos do disposto no art. 258-D, do CBJD.

3° DENUNCIADO: COLORADO AC, entidade de prática desportiva, pois, conforme consta do relatório do árbitro principal da partida, aos 30’ (trinta minutos) do segundo tempo de partida, foi atirada uma bomba em campo advinda dos torcedores da EDP Denuncada, informação esta que foi corroborada pelo relatório do Delegado do Jogo, onde destacou que aos 75’ (setenta e cinco) minutos de partida um torcedor jogou uma bomba em direção ao goleiro da equipe visitante, sendo que o torcedor correu e a polícia não conseguiu captura-lo. Desta forma, pugna-se pela condenação da Denunciada nos termos do disposto no art. 213, §1º, do CBJD.

4° DENUNCIADO: COLORADO AC, entidade de prática desportiva, por mandar o jogo em local inadequado, pois consta do relatório do árbitro principal da partida que os vestiários não tinham a mínima condição de uso, sem energia elétrica, as portas não fechavam e o mesmo encontrava-se todo alagado. Com tal conduta, a EDP Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 211, do CBJD, por deixar de manter o local que indicou para a realização da partida com plenas condições para sua realização.

5° DENUNCIADO: COLORADO AC, entidade de prática desportiva, porque deixou de providenciar maqueiros e gandulas para a partida, conforme se infere do Relatório do Árbitro da Partida e do Delegado do jogo. Com tal conduta, a Denunciada infringiu o disposto no art. 191, do CBJD, ao deixar de cumprir determinação prevista no art. 34, §§5º e 6º, do Regulamento Geral de Competições.

 

 

Publicação: 14/08/2015 às 15:16