Sessão: Quinta-feira, 20 de agosto de 2015

.: Pauta 2ª Comissão Disciplinar- 25 de Agosto de 2015 :.

2ª COMISSÃO DISCIPLINAR

PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 25/08/2015

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 073/2015 

De ordem do Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Paulo César Gradela Filho e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço  publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para  que querendo apresente defesa pessoalmente, ou ainda, se fazer representar por advogado  de  defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Desportiva, tornando público através deste Edital, que

No dia 25 DE AGOSTO DE 2015 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Terça - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina,2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

AUTOS N°. 220/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA                                               

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL – SUB 19 - 2015

CASCAVEL C.R

OFICIO DE N° 308/2015

DENUNCIADO (S):

CASCAVEL C.R

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: CASCAVEL C.R, entidade de pratica desportiva, por relacionar o atleta de nome JONAS PEDRO SZYMANSKI DE MELO, para o jogo ocorrido em 12/07/2015, quando, em verdade, referido atleta não detinha condições legais de jogo, por ter recebido 03 (três) cartões amarelos em partidas anteriores (24/05/2015, 07/06/2015 e 02/07/2015), sendo que deveria ter cumprido a suspensão automática na partida seguinte (a que fora mencionada inicialmente – 12/07/2015), o que não fez. Desta forma, a equipe ora denunciada infringiu o artigo 27º §2º, do Regulamento Geral das Competições bem como o artigo 214, “caput”e art. 191 III ambos do cbjd.

________________________________________________________________________________________________

AUTOS N°.249/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: HELIO ANJOS ORTIZ NETO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- ADULTO- SÉRIE B – 2015

JOGO: ABE FLAMENGO X YPIRANGA FC

DATA: 11/07/2015        

DENUNCIADO (S):

ABE FLAMENGO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

1° DENUNCIADO: ABE FALMENGO, entidade de prática desportiva, O Denunciado, ABE FLAMENGO (mandante), conforme se denota da súmula e RDJ, não encaminhou ofício solicitando policiamento para a partida, sendo que, em função de sua desídia, o jogo transcorreu sem que houvesse a presença de policiamento. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 32, I do Regulamento Geral de Competições da FPF-2015 e artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

________________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 255/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: RENATO GALVÃO CARRILLO                                                           

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL SÉRIE A- JUVENIL- 2015

JOGO: SE RENOVICENTE X TRIESTE FC

DATA: 11/07/2015

DENUNCIADO (S):

ANDRÉ LUIZ A. RASWEILER

DANILO CANDELORE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

1° DENUNCIADO: ANDRÉ LUIZ A. RASWEILER, atleta (goleiro) da equipe do SE RENOVICENTE conforme se extrai da Súmula do jogo e RDJ, foi expulso de campo de forma direta ao impedir uma manifesta chance de gol por colocar a mão na bola fora da área penal.. Assim, configurada a conduta típica, o Denunciado deve sofrer as sanções previstas no artigo 250, § 1º, I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: DANILO CANDELORE, Técnico do TRISTE FC, segundo a Súmula e o RDJ, foi expulso por reclamar acintosamente e de forma persistente das marcações da arbitragem. A conduta descrita se amolda ao disposto no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, devendo por ela ser apenada.

_______________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 259/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA                                               

OFÍCIO 301/2015

SPORT CLUBE SÃO JOSÉ

DENUNCIADO (S):

SPORT CLUBE SÃO JOSÉ

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: SPORT CLUBE SÃO JOSÉ, entidade de prática desportiva entidade de prática desportiva, porque, conforme Ofício n.º 301/2015 e documentos anexos a esta provenientes da r. Federação Paranaense de Futebol,  abandonou o Campeonato Paranaense de Futebol Sub 19 – Temporada 2015. Com tal conduta, a Denunciada praticou o ilícito tipificado no artigo 204, do CBJD.

 

AUTOS N°. 262/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: ANDERSON GASPAR                                                                      

OFÍCIO 303/2015

PATO BRANCO ESPORTE CLUBE

DENUNCIADO (S):

PATO BRANCO ESPORTE CLUBE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: PATO BRANCO ESPORTE CLUBE, entidade de prática desportiva, porque, conforme Ofício n.º 303/2015 e documentos anexos a esta provenientes da r. Federação Paranaense de Futebol,  abandonou a Taça FPF – Temporada 2015. Com tal conduta, a Denunciada praticou o ilícito tipificado no artigo 204, do CBJD.

 

AUTOS N°. 265/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO                                                              

OFÍCIO 302/2015

APUCARANA SPORTS

DENUNCIADO (S):

APUCARANA SPORTS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: APUCARANA SPORTS, entidade de prática desportiva, entidade de prática desportiva, porque, conforme Ofício n.º 302/2015 e documentos anexos a esta provenientes da r. Federação Paranaense de Futebol,  abandonou a Taça FPF – Temporada 2015. Com tal conduta, a Denunciada praticou o ilícito tipificado no artigo 204, do CBJD.

 

AUTOS N°. 268/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: RENATO GALVÃO CARRILLO                                                           

OFÍCIO 304/2015

FRANCISCO BELTRÃO FUTEBOL CLUBE

DENUNCIADO (S):

FRANCISCO BELTRÃO FUTEBOL CLUBE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: FRANCISCO BELTRÃO FUTEBOL CLUBE, entidade de prática desportiva, porque, conforme Ofício n.º 304/2015 e documentos anexos a esta provenientes da r. Federação Paranaense de Futebol,  abandonou a Taça FPF – Temporada 2015. Com tal conduta, a Denunciada praticou o ilícito tipificado no artigo 204, do CBJD.

Publicação: 20/08/2015 às 15:06