Sessão: Segunda-feira, 14 de setembro de 2015

.: Decisão 1ª Comissão Disciplinar - 14 de setembro de 2015. :.

1° COMISSÃO DISCIPLINAR

ATA DA SESSÃO DO DIA 14 DE SETEMBRO DE 2.015

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 075/2015

Ao décimo quarto dia do mês de setembro do ano de dois mil e quinze, às dezenove horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Avenida República Argentina, 2153, bairro Portão, Curitiba, Paraná, reuniram-se os Auditores Membros da 1° Comissão Disciplinar deste Tribunal, José Eduardo Quintas de Melo - Presidente, auditores, Marcel Souza de Oliveira, Raul Clei Coccaro Siqueira e o procurador Henrique Cardoso. Ausência justificada dos auditores Miguel Ângelo Rasbold e Carlos Alberto Zitta. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita:

AUTOS N°. 294/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MARCEL SOUZA DE OLIVEIRA

OFICIO 288/2015 – FEDERAÇÃO PARANAENSE DE FUTEBOL

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- ADULTO- 2015

DENUNCIADO (S):

VILA FANNY FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODRIGO GALLÉAS

1° DENUNCIADO: VILA FANNY FC, entidade de prática desportiva, por escalar atleta suspenso por decisão do TJD-PR em partida do campeonato citado. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no ART 214 do CBJD ao escalar o atleta ANDRÉ LUIS DIAS DO NASCIMENTO conforme documentos em anexo, leve-se em consideração o Art. 214 §4º do mesmo codex.

OBSERVAÇÕES: OITIVA DO VICE-PRESIDENTE DO VILA FANNY FC, FABIO OTAVIO CARZINO, PORTADOR DA CEDULA DE IDENTIDADE Nº 7.251.487-4. A DEFESA REQUEREU LAVRATURA DE ACORDÃO.

Defensor: WILLIAM TOHORU HOSAKA

DECISÃO 1º C.D:

 

VILA FANNY FC: POR UNANIMIDADE, MULTA NO VALOR DE R$ 100,00 (CEM REAIS) A SER RECOLHIDA NO PRAZO DE 5 DIAS JUNTO A TESOURARIA DA FPF E PERDA DE 4 PONTOS, COM FULCRO NO ARTIGO 214 DO CBJD.

 

 

AUTOS N°.297/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CARLOS ALBERTO ZITTA

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE A- JUVENIL- 2015

JOGO: OPERÁRIO PILARZINHO X SOB IGUAÇU

DATA: 01/08/2015

DENUNCIADO (S):

OPERÁRIO PILARZINHO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA

1° DENUNCIADO: OPERÁRIO PILARZINHO, entidade de pratica desportiva, por mandar o jogo em local inadequado, pois consta do relatório do árbitro principal da partida que existe um vazamento na pia, o que vem a inundar todo o vestiário. Com tal conduta, a EDP Denunciada praticou o ilícito tipificado no art. 211, do CBJD, por deixar de manter o local que indicou para a realização da partida com plenas condições para sua realização.

 

Observações:

Defensor (a): WILLIAM TOHORU HOSAKA

DECISÃO 1° C.D.:

OPERÁRIO PILARZINHO:POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

AUTOS N°.300/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RAUL CLEI COCCARO SIQUEIRA

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE B- JUVENIL- 2015

JOGO: UBERLÂNDIA EC X SE TANGUÁ

DATA: 01/08/2015

DENUNCIADO (S):

SE TANGUÁ

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. . RAFAEL FABRÍCIO DE MELO

 

1° DENUNCIADO: SE TANGUÁ, Entidade de Prática Desportiva, por ter, após iniciados os procedimentos de início da partida deixado o gramado rumo ao vestiário, onde permaneceu por aproximadamente 02 (dois) minutos, retornando em seguida ao gramado sendo, então, reiniciada a partida. Com esta irregular conduta a denunciada deu causa à suspensão da partida, incorrendo, por tanto, nas sanções previstas no artigo 203 do CBJD.

 

Observações:

Defensor (a): WILLIAM TOHORU HOSAKA

DECISÃO 1° C.D.:

SE TANGUÁ: POR UNANIMIDADE, MULTA NO VALOR DE R$ 100,00 (CEM REAIS) EM CONCRETO A SER RECOLHIDA NO PRAZO DE 5 DIAS JUNTO A TESOURIA DA FPF POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 206 DO CBJD.

______________________________________________________________________________

AUTOS N°.303/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR MARCEL SOUZA DE OLIVEIRA

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE B- ADULTO- 2015

JOGO: SOBI SÃO BRAZ X EC SERGIPE

DATA: 01/08/2015

DENUNCIADO (S):

GILVAN FERREIRA DE MATOS

JEFERSON MARÇAL DA SILVA

DIEGO H. KOCHAK. BIANCHINI

CRISTIANO RIBEIRO DE SOUZA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL FABRÍCIO DE MELO

1° DENUNCIADO: GILVAN FERREIRA DE MATOS, Atleta da EPD SOBI SÃO BRAZ, inscrito no BID sob o n° 531.486, por ter, aos 29 minutos de jogo, atingido com um tapa no rosto do atleta adversário. O denunciado foi EXPULSO DIRETAMENTE. Por assim agir, incorreu o denunciado nas sanções previstas no artigo 254-A do CBJD.

2° DENUNCIADO: JEFERSON MARÇAL DA SILVA, Atleta da EPD EC SERGIPE, inscrito no BID sob o n° 355.504, por ter, aos 29 minutos de jogo, revidando agressão sofrida, dado um empurrão no peito do atleta adversário. O denunciado foi EXPULSO DIRETAMENTE. Por assim agir, incorreu o denunciado nas sanções previstas no artigo 254-A do CBJD.

3° DENUNCIADO: DIEGO H. KOCHAK. BIANCHINI, Atleta da EPD SOBI SÃO BRAZ, inscrito no BID sob o n° 300.114, por ter, aos 47 minutos de jogo, atingido com um chute no tornozelo do atleta adversário. O denunciado foi EXPULSO DIRETAMENTE. Por assim agir, incorreu o denunciado nas sanções previstas no artigo 254-A do CBJD.

4° DENUNCIADO: CRISTIANO RIBEIRO DE SOUZA, Atleta da EPD EC SERGIPE, inscrito no BID sob o n° 328.220, por ter, aos 47 minutos de jogo, revidando agressão sofrida, dado um soco no peito do atleta adversário. O denunciado foi EXPULSO DIRETAMENTE. Por assim agir, incorreu o denunciado nas sanções previstas no artigo 254-A do CBJD.

Observações:

Defensor (a): WILLIAM TOHORU HOSAKA

DECISÃO 1° C.D.:

GILVAN FERREIRA DE MATOS: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE UMA PARTIDA, POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 250 DO CBJD.

 

JEFERSON MARÇAL DA SILVA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE UMA PARTIDA, POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 250 DO CBJD.

 

DIEGO H. KOCHAK. BIANCHINI: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE UMA PARTIDA, POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 250 DO CBJD.

 

CRISTIANO RIBEIRO DE SOUZA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE UMA PARTIDA, POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 250 DO CBJD.

 

AUTOS N°.306/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MARCEL SOUZA DE OLIVEIRA

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE A- ADULTO- 2015

JOGO: C.A NACIONAL X UNIÃO NOVA ORLEANS

DATA: 01/08/2015

DENUNCIADO (S):

ALEXANDRO D. BACH

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

 

1° DENUNCIADO: ALEXANDRO D. BACH, técnico do CA Nacional, conforme a Súmula e o RDJ, foi relatado que foi excluído do campo de jogo por reclamar acintosamente das marcações da equipe de arbitragem. Resta configurado que a conduta do denunciado é típica e, por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 258, § 2º, inciso II, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

Observações: DEPOIMENTO PESSOAL DO DENUNCIADO – ALEXANDRO D. BACH, PORTADOR DA CEDULA DE IDENTIDADE RG Nº 6.957.324-0.

Defensor (a):

DECISÃO 1° C.D.:

ALEXANDRO D. BACH: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

AUTOS N°.309/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RAUL CLEI COCCARO SIQUEIRA

TAÇA FPF- 2015

JOGO: CA PARANAENSE X PARANÁ CLUBE

DATA: 01/08/2015

DENUNCIADO (S):

CLUBE ATLÉTICO PARANANESE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

 

1° DENUNCIADO: CLUBE ATLÉTICO PARANANESE, entidade de prática desportiva, Segundo relato do árbitro da partida e do delegado do jogo, a partida iniciou com 10 (dez) minutos de atraso pela ausência no campo de jogo da necessária ambulância. No primeiro momento, o Denunciado ao não solicitar a ambulância dentro do que lhe cabia, infringiu o artigo 32, VI, alínea “d” do Regulamento Geral de Competições da FPF/2015. Seja a presente Denúncia JULGADA PROCEDENTE condenando-se o Denunciado, CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE, às penas dos artigos 191, III, 206 e 184 do CBJD.

 

Observações: DEFESA REQUEREU LAVRATURA DE ACORDÃO.

Defensor (a): RUAN CASEMIRO STEFANKOWSKI

DECISÃO 1° C.D.:

CLUBE ATLÉTICO PARANANESE: POR UNANIMIDADE, MULTA NO VALOR DE R$ 2.000,

00 (DOIS MIL REAIS), SENDO R$ 200,00 (DUZENTOS REAIS) POR MINUTO DE ATRASO, A SER RECOLHIDA NO PRAZO DE 5 DIAS JUNTO A TESOURARIA DA FPF.

 

AUTOS N°.312/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MARCEL SOUZA DE OLIVEIRA

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE A- ADULTO- 2015

JOGO: OPERÁRIO PILARZINHO X SOBE IGUAÇU

DATA: 01/08/2015

DENUNCIADO (S):

EDERSON P. CONSTANTINO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

 

1° DENUNCIADO: EDERSON P. CONSTANTINO, atleta do Operário Pilarzinho, conforme se extrai da súmula e do RDJ, foi expulso de forma direta por ato violento.Discorreu o árbitro em súmula: “Aos 13 minutos do 1º tempo, expulsei diretamente, o jogador nº 11 Ederson P. Constantino, da equipe do Oper. Pilarzinho por jogo brusco grave, ao dar uma cotovelada na nuca de seu adversário nº 04, Sr. Emerson A. da Rocha, na disputa de bola.”Caracteriza-se, claramente, a agressão física. Não se pode admitir uma cotovelada em qualquer circunstância, ainda mais quando dirigida contra a nuca do atleta, região frágil e passível de causar grave lesão quando atingida. E por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 254-A, § 1º, II, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

Observações:

Defensor (a): WILLIAM TOHORU HOSAKA

DECISÃO 1° C.D.:

EDERSON P. CONSTANTINO: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE UMA PARTIDA EM CONCRETO, POR INFRINGIR O ARTIGO 254 CBJD.

 

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais Auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Amanda Antunes Vasconcellos, Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná. 

 

JOSÉ EDUARDO QUINTAS DE MELO

Presidente

AMANDA ANTUNES VASCONCELLOS

Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná

 




Referências:

09/09/2015 - Pauta 1ª Comissão Disciplinar- 14 de Setembro de 2015
Publicação: 14/09/2015 às 18:37