Sessão: Terça-feira, 10 de novembro de 2015

.: Decisão 2ª Comissão Disciplinar - 10 de novembro de 2015 :.

2° COMISSÃO DISCIPLINAR

ATA DA SESSÃO DO DIA 10 DE NOVEMBRO DE 2.015

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 0101/2015

Ao décimo dia do mês de novembro do ano de dois mil e quinze, às dezenove horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Avenida República Argentina, 2153, bairro Portão, Curitiba, Paraná, reuniram-se o Presidente Cesar Augusto Gradela, Hélio Ortiz Neto, Luciano Costenaro de Oliveira e o Procurador Pedro Henrique Val Feitosa. Estando ausente Renato Galvão Carrillo. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita: 

AUTOS N°.457/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE B- ADULTO- 2015

JOGO: IMPERIAL FC X CA BAIRRO ALTO

DATA: 22/08/2015

DENUNCIADO (S):

FELIPE O. ALMEIDA

ANDRÉ L. R. SCHINOBLI

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO AUGUSTO ANGIOLETTI

1° DENUNCIADO: FELIPE O. ALMEIDA, atleta do IMPERIAL FC, conforme a súmula sua expulsão, de forma direta, aos 75 (setenta e cincoo) minutos de jogo, se deu por proferir xingamentos ao atleta adversário, quais sejam: “Filho da Puta, vai tomar no cú. Tá achando que é quem?”. A conduta do 1° Denunciado enquadra-se no disposto no artigo 258, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva

2° DENUNCIADO: ANDRÉ L. R. SCHINOBLI, atleta do CA BAIRRO ALTO conforme a súmula e RDJ do jogo, sua expulsão, de forma direta, aos 75 (setenta e cinco) minutos de jogo, se deu por conduta violenta ao proferir um soco no adversário fora da disputa de bola. A conduta do 2° Denunciado enquadra-se no disposto do artigo 254 A, § 1°, inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, devendo ser apenado de acordo com as sanções do referido dispositivo.

.Observações:

Defensor (a): WILLIAN TOHORU HOSAKA (ADV. AMBOS OS DENUNCIADOS)

 

DECISÃO DA 2º C.D.:

 

FELIPE O. ALMEIDA: POR UNANIMIDADE, ACOLHIDA A PRESCRIÇÃO.

ANDRÉ L. R. SCHINOBLI: POR UNANIMIDADE, ACOLHIDA A PRESCRIÇÃO.

AUTOS N°. 460/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO                                                              

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE A- ADULTO- 2015

JOGO: CA NACIONAL X SE RENOVICENTE

DATA: 22/08/2015

DENUNCIADO (S):

SANDERSON EDUARDO MARTINS

FABIO AUGUSTO DE OLIVEIRA

CA NACIONAL

SE RENOVICENTE

JONATHAN HENRIQUE ANDRADE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1° DENUNCIADO: SANDERSON EDUARDO MARTINS, atleta da EPD SE RENOVICENTE, expulso aos 90 minutos de jogo, por empurrar, provocar, apontar o dedo no rosto do seu adversário, ameaçar e encostar cabeça com cabeça fora da disputa de bola. . E, por assim agir, sua conduta deve ser apenada pelo disposto no artigo 258-A§2º, II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: FABIO AUGUSTO DE OLIVEIRA, atleta da EPD CA NACIONAL, expulso aos 90 minutos de jogo, por revidar as ameaças perpetradas pelo primeiro noticiado, levantando-se e empurrando com as duas mãos no peito. E, por assim agir, sua conduta deve ser apenada pelo disposto no artigo 258-A§2º, II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: CA NACIONAL, por não tomar medidas necessárias a fim de segurar a plena segurança dos árbitros e jogadores, sendo o Sr. Arbitro ainda relatou, que um torcedor do SE RENOVICENTE cuspiu e acertou a cusparada no braço do auxiliar nº01. E, por assim agir, sua conduta deve ser apenada pelo disposto no artigo 213§2º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

4° DENUNCIADO: SE RENOVICENTE, o Sr. Arbitro ainda relatou, que um torcedor do SE RENOVICENTE cuspiu e acertou a cusparada no braço do auxiliar nº01. E, por assim agir, sua conduta deve ser apenada pelo disposto no artigo 213§2º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva

5° DENUNCIADO: JONATHAN HENRIQUE ANDRADE, por faltar ao jogo e quem apitou o mesmo foi o Sr. Jose Ricardo da Souza Costa. E, por assim agir, sua conduta deve ser apenada pelo disposto no artigo 261-A,II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva

Defensor (a): WILLIAN TOHORU HOSAKA (ADV. SE RENOVICENTE) / EDUARDO VARGAS (ADV. ARBITRO /

Observações: DEPOIMENTO DO 5º DENUNCIADO SR. JONATHAN HENRIQUE ANDRADE. OITIVA DA TESTEMUNHA DO CA NACIONAL SR. MARCO ANTONIO VIANA DE JESUS (TORCEDOR).

DECISÃO DA 2º C.D.:

 

SANDERSON EDUARDO MARTINS: POR UNANIMIDADE, ACOLHIDA A PRELIMINAR DE PRESCRIÇÃO.

FABIO AUGUSTO DE OLIVEIRA: POR UNANIMIDADE, ACOLHIDA A PRELIMINAR DE PRESCRIÇÃO.

CA NACIONAL: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

SE RENOVICENTE: POR MAIORIA, MULTA NO VALOR DE R$ 200,00 (DUZENTOS REAIS) A SER RECOLHIDA NO PRAZO DE 5 DIAS JUNTO A TESOURARIA DA FPF E A PERDA DE UM MANDO POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 213 §2º DO CBJD.

JONATHAN HENRIQUE ANDRADE: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

AUTOS N°. 463/2015 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA                                               

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE B- JUVENIL- 2015

JOGO: CA BOQUEIRÃO X VASCO DA GAMA FC

DATA: 29/08/2015

DENUNCIADO (S):

PAULO C. MENDES

WILLIAN W. DA R. SILVA

MARCOS LEAL ROMAULDO

JULIO C. D. H. TEIXEIRA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODRIGO GALLÉAS

1° DENUNCIADO: PAULO C. MENDES, atleta do C.A. Boqueirão, por dar uma cotovelada no rosto de seu adversário fora da disputa de bola. Por assim agir, fere o art. 254-A do CBJD.

2° DENUNCIADO: WILLIAN W. DA R. SILVA, atleta do C.A. Boqueirão, por ofender seu adversário fora do lance de jogo e com a bola fora de campo, dizendo: ‘Vai tomar no cú, filho da puta, voce vem aqui de novo vou te dar no meio’

Com sua atitude, fere o art.243-c do CBJD

3° DENUNCIADO: MARCOS LEAL ROMAULDO, atleta do Vasco da Gama, que respondeu a ameaça do denunciado anterior dizendo: ‘Quero ver se voce é homem mesmo, filha da puta. Quem vai te dar na cara sou eu!’. Da mesma forma, pela ameaça, feriu o art. 243-c do CBJD.

4° DENUNCIADO: JULIO C. D. H. TEIXEIRA, atleta do Vasco da gama que após ser advertido com cartão amarelo, por uma rasteira em seu adversário, disse ao arbitro: ‘Voce é um palhaço filho da puta’. Diferente das duplas advertências, por calços ou faltas leves, que normalmente são absolvidas, o atleta denunciado, adentrou em outra seara, ofendendo o arbitro e merece punição de acordo com o art.258- §2º - II do CBJD, levando ainda em consideração a punição da EPD em que o atleta é partícepe, qual seja, Vasco da Gama, que incorre no art. 258-D pela atitude do mesmo.

Observações:

Defensor (a): WILLIAN TOHORU HOSAKA (ADV. AMBOS OS DENUNCIADOS).

 

 

DECISÃO DA 2º C.D.:

 

PAULO C. MENDES: POR UNANIMIDADE, ACOLHIDA A PRELIMINAR DE PRESCRIÇÃO.

WILLIAN W. DA R. SILVA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE 15 DIAS EM CONCRETO.

MARCOS LEAL ROMAULDO:POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE 15 DIAS EM CONCRETO.

JULIO C. D. H. TEIXEIRA: POR UNANIMIDADE, ACOLHIDA A PRELIMINAR DE PRESCRIÇÃO.

 

AUTOS N°. 466/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HÉLIO ANJOS ORTIZ NETO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE B- JUVENIL- 2015

JOGO: SE TANGUÁ X U. CAPÃO RASO

DATA: 19/09/2015

DENUNCIADO (S):

U. CAPÃO RASO

LUAN H. CRISAN

ROBERTO A. VILAS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODRIGO GALLÉAS

1° DENUNCIADO: U. CAPÃO RASO, EPD, por chegar fora do horário de jogo, atrasando o inicio da partida em 10 minutos. Pela atitude, infringe e responde sob as penas do at. 206 do CBJD.

2° DENUNCIADO: LUAN H. CRISAN, atleta da EPD S.E. Tanguá, foi expulso após ir para cima de um jogador adversário, recebendo um chute e revidando a agressão com um soco. Pela atitude, infringe e responde sob as penas do art. 254-a do CBJD

3° DENUNCIADO: ROBERTO A. VILAS, atleta do U. Capão Raso que chutou seu adversário fora da disputa de bola, recebendo um soco como revide. Pela atitude, infringe e responde sob as penas do art. 254-a do CBJD

 

Defensor: WILLIAN TOHORU HOSAKA

 

Observações: EPOIMENTO DO DIRETOR DO CLUBE DENUNCIADO, SR. JORGE.

DECISÃO DA 2º C.D.:

 

U. CAPÃO RASO: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

LUAN H. CRISAN: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE 2 PARTIDAS EM CONCRETO POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 254-A DO CBJD.

ROBERTO A. VILAS: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE 2 PARTIDAS EM CONCRETO POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 254-A DO CBJD.

 

AUTOS N°.469/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RENATO GALVÃO CARRILLO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE A- ADULTO- 2015

JOGO: VILA FANNY FC X TRIESTE FC

DATA: 10/10/2015

DENUNCIADO (S):

LUCAS F. MECHELS

NATAN S. DE MOURA

LEOMAR DE LIMA

LEOMAR DE LIMA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: LUCAS F. MECHELS, atleta com registro CBF nº 291554, integrante da entidade de prática desportiva Vila Fanny FC, por trocar empurrões, fora da disputa de bola, com o atleta adversário, Natan S. de Moura, com uso de força excessiva, tendo que ser contido por colegas, motivando a sua expulsão, de forma direta, aos 26’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas nos artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: NATAN S. DE MOURA, atleta com registro CBF nº 295490, integrante da entidade de prática desportiva Trieste FC, por trocar empurrões, fora da disputa de bola, com o atleta adversário, Lucas F. Michels, com uso de força excessiva, tendo que ser contido por colegas, motivando a sua expulsão, de forma direta, aos 26’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas nos artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: LEOMAR DE LIMA, atleta com registro CBF nº 299886, integrante da entidade de prática desportiva Vila Fanny FC, por proferir as seguintes palavras ao assistente “levanta essa porra caralho, você tá cego, ta fazendo o que ai, seu safado, tá de palhaçada caralho”, motivando a sua expulsão, de forma direta, aos 89’00” da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas nos artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

4° DENUNCIADO: LEOMAR DE LIMA, atleta com registro CBF nº 299886, integrante da entidade de prática desportiva Vila Fanny FC, por, após ser expulso, proferir as seguintes palavras à equipe de arbitragem “eu falo mesmo, vocês tão de palhaçada aqui, puta que pariu, tem que falar, seus safados”, tendo que ser retirado de campo por colegas de sua equipe. Por assim agir, incorre nas sanções previstas nos artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

Defensor: WILLIAN TOHORU HOSAKA

 

Observações:

DECISÃO DA 2º C.D.:

LUCAS F. MECHELS: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE UMA PARTIDA EM CONCRETO PELO ARTIGO 250 DO CBJD.

 

NATAN S. DE MOURA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE UMA PARTIDA EM CONCRETO PELO ARTIGO 250 DO CBJD.

 

LEOMAR DE LIMA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE QUATRO PARTIDAS EM CONCRETO.

 

LEOMAR DE LIMA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSÃO DE QUATRO PARTIDAS EM CONCRETO.

 

 

AUTOS N°.475/2015 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. LUCIANO COSTENARO DE OLIVEIRA

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE B – ADULTO - 2015

OFÍCIO FPF 436/2015

DENUNCIADO (S):

UNIÃO CAPÃO RASO F.C.

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: UNIÃO CAPÃO RASO F.C., entidade de prática desportiva, por relacionar o atleta WESCLEY JOSÉ DE OLIVEIRA BARBOSA, para o jogo ocorrido em 24/10/2015 contra a equipe do SOBI SÃO BRAZ, quando, em verdade, referido atleta não detinha condições legais de partida, pois deveria cumprir a suspensão de 01 (uma) partida em virtude dos 03 (três) cartões amarelos recebidos em partidas anteriores, descumprindo o artigo 27 do regulamento geral das competições. Desta forma, a equipe ora denunciada infringiu os artigos 191, inciso III e 214, §1.°, todos do CBJD.

Defensor: WILLIAN TOHORU HOSAKA

 

Observações: DEPOIMENTO DO DIRETOR DO CLUBE DENUNCIADO, SR. JORGE.

DECISÃO DA 2º C.D.:

UNIÃO CAPÃO RASO F.C.: POR UNANIMIDADE, MULTA NO VALOR DE R$ 200,00 (DUZENTOS REAIS) A SER RECOLHIDA NO PRAZO DE 5 DIAS JUNTO A TESOURARIA DA FPF E A PERDA DOS PONTOS EVENTUALMENTE OBTIDOS (6 PONTOS) POR OFENSA AO ARTIGO 214 DO CBJD, RESTANDO A CONDENAÇÃO DE MULTA NO VALOR DE R$ 100,00 (CEM REAIS) POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 191, III DO CBJD ABSORVIDA PELO ARTIGO 214 §1º, NOS TERMOS DO ARTIGO 183 DO CBJD.

 

__________________________________________________________________________

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais Auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Amanda Antunes Vasconcellos, Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná.

 

Curitiba/PR, 10 de Novembro de 2.015.

 

CESAR AUGUSTO RAMOS GRADELA

Presidente

 

AMANDA ANTUNES VASCONCELLOS

                   Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná               




Referências:

05/11/2015 - Pauta 2ª Comissão Disciplinar- 10 de Novembro de 2015
Publicação: 10/11/2015 às 21:31