Sessão: Segunda-feira, 02 de maio de 2016

.: Decisão 1ª Comissão Disciplinar - 02 de maio de 2016 :.

 

1° COMISSÃO DISCIPLINAR

ATA DA SESSÃO DO DIA 05 DE MAIO DE 2.016

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 023/2016

Ao quinto dia do mês de maio do ano de dois mil e dezesseis, às dezenove horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Avenida República Argentina, 2153, bairro Portão, Curitiba, Paraná, reuniram-se os Auditores Membros da 1° Comissão Disciplinar deste Tribunal, José Eduardo Quintas de Melo - Presidente, auditores, Carlos Alberto Zitta, Miguel Ângelo Rasbold e o procurador Rodolfo Gardini. Estando ausente o auditor Raul Clei Coccaro Siqueira e Marcel Souza de Oliveira, ambos com ausência justificada. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita:

AUTOS N°.59/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CARLOS ALBERTO ZITTA

CAMPEONATO PARANANESE DE FUTEBOL PROFISSIONAL 1ª DIVISÃO- 2016

JOGO: CORITIBA FC X TOLEDO CW

DATA: 09/04/2016

DENUNCIADO (S):

ROSINALDO SALUSTIANO SILVA JUNIOR

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: ROSINALDO SALUSTIANO SILVA JUNIOR, atleta com registro na CBF nº 165.959, integrante da entidade de prática desportiva Toledo CW, por segurar pela camisa atleta adversário, motivando a sua expulsão, por dupla advertência, aos 65’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

OBSERVAÇÕES:

Defensor:

DECISÃO 1º C.D:

 

ROSINALDO SALUSTIANO SILVA JUNIOR: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

 

AUTOS N°.60/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MARCEL SOUZA DE OLIVEIRA

CAMPEONATO 3ª COPA DE FUTEBOL AMADOR DA CAPITAL- 2016

JOGO: UNIÃO CAPÃO RASO FC X GP GENTE DA GENTE

DATA: 16/04/2016

DENUNCIADO(S):

WAGNER ANTONIO BRISOLA

LUÍS MARCELO CASAGRANDE

JOSÉ MENDONÇA SILVA JÚNIOR

JOÃO DA SILVA

JOÃO DA SILVA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: WAGNER ANTONIO BRISOLA, atleta com registro na CBF nº 419.438, integrante da entidade de prática desportiva GP Gente da Gente, por desferir um tranco no atleta adversário, na disputa de bola, motivando a sua expulsão, por dupla advertência, aos 83’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: LUÍS MARCELO CASAGRANDE, árbitro da FPF, por, mesmo ter sido indicado como o árbitro da partida, não comparecer para exercer suas funções legais. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 261-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: JOSÉ MENDONÇA SILVA JÚNIOR, árbitro da FPF, por relatar que a partida não teve atraso, embora tenha consignado que houve um atraso para o início da partida de 6 (seis) minutos, inclusive o fato do atraso foi corroborado pelo relatório do Delegado da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 266 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

4° DENUNCIADO: JOÃO DA SILVA, Delegado da FPF, por deixar de relatar o motivo pelo qual a partida teve um atraso de 6 (seis) minutos em seu início. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 266 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

5° DENUNCIADO: JOÃO DA SILVA, Delegado da FPF, por deixar de relatar o fato de que o árbitro escalado para partida, Sr. Luís Marcelo Casagrande, não compareceu para exercer suas funções. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 266 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

Observações:

Defensor (a): WILLIAN HOSAKA / EDUARDO VARGAS

DECISÃO 1° C.D.:

WAGNER ANTONIO BRISOLA: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

LUÍS MARCELO CASAGRANDE: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

JOSÉ MENDONÇA SILVA JÚNIOR: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

JOÃO DA SILVA: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

JOÃO DA SILVA: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

AUTOS N° 61/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RAUL CLEI COCCARO SIQUEIRA

CAMPEONATO PARANANESE DE FUTEBOL PROFISSIONAL 1ª DIVISÃO- 2016

JOGO: MARINGÁ FC X LONDRINA EC

DATA: 20/03/2016

DENUNCIADO (S):            

DAVID JUNIOR LOPES

FRANCISCO ROSA BURALI

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

1° DENUNCIADO: DAVID JUNIOR LOPES, atleta da EPD Maringá FC (BID 162.662), conforme se extrai da Súmula do jogo e do Relatório do Delegado do Jogo, foi expulso do banco de reservas, aos 85 minutos, por após socar o banco de reserva e em seguida ofender a arbitragem, com as seguintes palavras: “Porra caralho vai tomar no cu dessa arbitragem”. Assim, configurada a conduta típica, o Denunciado deve sofrer as sanções previstas no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: FRANCISCO ROSA BURALI, preparador físico da EPD Maringá FC, conforme se extrai da Súmula do jogo e do Relatório do Delegado do Jogo, foi expulso do banco de reservas, aos 82 minutos, por levantar do banco e reclamar acintosamente das marcações da arbitragem. Assim, configurada a conduta típica, o Denunciado deve sofrer as sanções previstas no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO 1° C.D.:

DAVID JUNIOR LOPES: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE UMA PARTIDA.

 

FRANCISCO ROSA BURALI: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

______________________________________________________________________________

AUTOS N°.62/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CARLOS ALBERTO ZITTA

CAMPEONATO PARANANESE DE FUTEBOL PROFISSIONAL 1ª DIVISÃO- 2016

JOGO: LONDRINA EC X J. MALUCELLI S/A

DATA: 27/03/2016

DENUNCIADO (S):

ELIZANDRO VIEIRA DE S. JUNIOR

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS

1° DENUNCIADO: ELISALDO VIEIRA DE S. JUNIOR, integrante da Comissão Técnica da EPD J MALUCELLI S/A (MASSAGISTA), Conforme Súmula, o Denunciado foi expulso do banco de reservas da EP Jota Malucelli, em vista de ter discutido com torcedores da EPD Adversária. Destarte, encontra-se inserto no que dispõe o Código Brasileiro de Justiça Desportiva, especificamente no que descreve o artigo 257 do CBDJ.

 

Observações: DEPOIMENTO DO DENUNCIADO.

Defensor (a): MARCELO CONTI

DECISÃO 1° C.D.:

ELIZANDRO VIEIRA DE S. JUNIOR: POR UNANIMIDADE, PENA DE ADVERTENCIA, PELO ARTIGO 258 DO CBJD.

 

AUTOS N°.63/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MIGUEL ANGELO RASBOLD

CAMPEONATO PARANANESE DE FUTEBOL PROFISSIONAL 2ª DIVISÃO- 2016

JOGO: ANDRAUS BRASIL X CIANORTE FC

DATA: 17/04/2016

DENUNCIADO (S):

ANDRAUS BRASIL

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: ANDRAUS BRASIL, equipe de prática desportiva, por não ter providenciado mesa e cadeira em local sem sol para o Delegado da Partida, que fez as anotações da partida apoiado ao muro do estádio, descumprindo o artigo 32, inciso III, do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, o clube denunciado incorre na sanção prevista no artigo 191, inciso III, do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

DECISÃO 1° C.D.:

ANDRAUS BRASIL: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais Auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Amanda Antunes Vasconcellos, Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná. 

JOSÉ EDUARDO QUINTAS DE MELO

Presidente

AMANDA ANTUNES VASCONCELLOS

Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná

 




Referências:

27/04/2016 - Pauta 1ª Comissão Disciplinar- 02 de Maio de 2016
Publicação: 02/05/2016 às 21:00