Sessão: Quinta-feira, 12 de maio de 2016

.: Decisão 3ª Comissão Disciplinar - 11 de maio de 2016 :.

    

3° COMISSÃO DISCIPLINAR

ATA DA SESSÃO DO DIA 11 DE MAIO DE 2.016

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 025/2016

Ao décimo primeiro dia do mês de maio do ano de dois mil e dezesseis, às dezenove horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Avenida República Argentina, 2153, bairro Portão, Curitiba, Paraná, reuniram-se os Auditores Membros da 3° Comissão Disciplinar deste Tribunal, Presidente da Comissão, Irineu Toninello, auditores Humberto Ciccarino Filho, Mauro Ribeiro Borges, Samuel Torquato e José Alvacir Guimarães, Presente o Procurador Rafael Fabricio de Melo. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita:

 

AUTOS N°.67/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. SAMUEL TORQUATTO

3ª COPA DE FUTEBOL AMADOR CAPITAL- 2016- ADULTO

JOGO: CA NACIONAL X UBERLÂNDIA EC

DATA: 16/04/2016

DENUNCIADO (S):

FABIO A. OLIVEIRA

LUIZ R. LAUDELINO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

1° DENUNCIADO: FABIO A. OLIVEIRA, atleta da EPD CA NACIONAL, segundo a a súmula e RDJ, aos 66 minutos de jogo, foi expulso de campo, por ofender adversário. Reatou o árbitro em súmula que o atleta foi expulso por empregar linguagem ofensiva contra seu adversário, nº 2, Sr. Luiz R. Laudelino, após a marcação de uma infração, com as seguintes palavras: “vai tomar no cu seu babaca”. Assim, configurada a conduta típica, o 1º denunciante deve sofrer as sanções previstas no artigo 258 do CBJD.

2° DENUNCIADO: LUIZ R. LAUDELINO, atleta da EPD UBERLÂNDIA EC, segundo a a súmula e RDJ, aos 66 minutos de jogo, foi expulso de campo, por retrucar as ofensas, proferindo as seguintes palavras: “vai tomar no cu você, vai se foder”. Assim, configurada a conduta típica, o 2º denunciante deve sofrer as sanções previstas no artigo 258 do CBJD.

Observações:

Defensor (a): WILLIAN HOSAKA

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

FABIO A. OLIVEIRA: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

LUIZ R. LAUDELINO: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

AUTOS N°.68/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

CAMPEONATO PARANANESE DE FUTEBOL SUB 17- 2016

JOGO: MARINGÁ FC X CIANORTE FC

DATA: 23/04/2016

DENUNCIADO (S):

MARINGÁ FC

MARINGÁ FC

LUCAS JOSÉ DA SILVA GOMES

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: MARINGÁ FC, equipe de prática desportiva, por apresentar os atletas VINICIUS E. DA CONCEIÇÃO, ANDREY D. NASCIMENTO E LUAN M. DURAN ao 4.° arbitro da partida apenas com o R.G. para a disputa da partida, não apresentando a carteira de identificação da Federação Paranaense de Futebol, descumprindo assim o artigo 23 do regulamento geral das competições. Desta forma, a equipe ora denunciada infringiu os artigo 191, III do CBJD.

2° DENUNCIADO: MARINGÁ FC, equipe de prática desportiva, por não providenciar uma ambulância ao local da partida, conforme dispõe o artigo 32, inciso VI, alínea 'd', do Regulamento Geral das Competições. Desta forma, a equipe ora denunciada infringiu os artigos 191, III do CBJD.

3° DENUNCIADO: LUCAS JOSÉ DA SILVA GOMES, atleta da equipe de prática desportiva MARINGÁ F.C., foi expulso aos 25’ de partida por dupla advertência, após proferir palavras de baixo calão ao atleta adversário. Desta forma, o atleta denunciado incorre no artigo 258, ‘caput’, do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

MARINGÁ FC: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

MARINGÁ FC: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

LUCAS JOSÉ DA SILVA GOMES: SUSPENSÃO DE UMA PARTIDA.

 

AUTOS N°.69/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GIMARÃES

CAMPEONATO PARANANESE DE FUTEBOL SUB 17- 2016

JOGO: CASCAVEL CR X CLUBE ESPORTIVO UNIÃO

DATA: 16/04/2016

DENUNCIADO (S):

VITOR BRIZOLA DE SOUZA

GEOVANE SCHIMIDT

JOÃO FELIPE MARTINS NUNES

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: VITOR BRIZOLA DE SOUZA, atleta da equipe de prática desportiva CASCAVEL C.R., foi expulso aos 80’ de partida por dar uma cabeçada e um soco no atleta adversário. Desta forma, o atleta denunciado incorre no artigo 254-A, inciso I (por duas vezes), do CBJD.

2° DENUNCIADO: GEOVANE SCHIMIDT, atleta da equipe de prática desportiva CLUBE ESPORTIVO UNIÃO, foi expulso aos 80’ de partida por revidar com uma cabeçada e um soco, o atleta adversário. Desta forma, o atleta denunciado incorre no artigo 254-A, inciso I (por duas vezes), do CBJD.

3° DENUNCIADO: JOÃO FELIPE MARTINS NUNES, preparado físico da equipe de prática desportiva CLUBE ESPORTIVO UNIÃO, foi expulso aos 84’ de partida por proferir palavras de baixo calão para a equipe de arbitragem: “vai tomar no cú, seu filho da puta”. Desta forma, o clube denunciado incorre no artigo 258, §2.°, inciso II, do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

VITOR BRIZOLA DE SOUZA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE DUAS PARTIDAS.

GEOVANE SCHIMIDT: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE DUAS PARTIDAS.

JOÃO FELIPE MARTINS NUNES: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE DUAS PARTIDAS.

_______________________________________________________________________________

AUTOS N°.70/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

CAMPEONATO PARANANESE DE FUTEBOL SUB 17- 2016

JOGO: COLORADO AC X CASCAVEL CR

DATA: 21/04/2016

DENUNCIADO (S):

COLORADO AC

COLORADO AC

EMANUEL ANICETO BARBOSA

MICHAEL NUNES FLORES

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: COLORADO AC, equipe de prática desportiva, por apresentar todos os jogadores da equipe ao 4.° arbitro da partida portando apenas o R.G. para a disputa da partida, não apresentando a carteira de identificação da Federação Paranaense de Futebol, descumprindo assim o artigo 23 do regulamento geral das competições. Desta forma, a equipe ora denunciada infringiu os artigo 191, III do CBJD.

2° DENUNCIADO: COLORADO AC, equipe de prática desportiva por não ter disponibilizado 02 (dois) maqueiros para o bom andamento da partida, descumprindo assim o artigo 34, §4.°, do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, o clube denunciado incorre na sanção prevista no artigo 191, inciso III, do CBJD;

3° DENUNCIADO: EMANUEL ANICETO BARBOSA, atleta da equipe de prática desportiva CASCAVEL C.R., por ter sido expulso direto aos 44’ de partida, após desferir uma cotovelada na boca do atleta adversário, lesionando o referido atleta que teve que ser substituído. Por assim agir, o clube denunciado incorre na sanção prevista no artigo 254-A, inciso I, do CBJD;

4° DENUNCIADO: MICHAEL NUNES FLORES, atleta da equipe de prática desportiva CASCAVEL C.R., por ter sido expulso direto aos 67’ de partida, após desferir um chute no goleiro da equipe adversária, na altura da panturrilha, necessitando de atendimento médico. Por assim agir, o clube denunciado incorre na sanção prevista no artigo 254-A, inciso II, do CBJD. 

Observações:

Defensor (a):

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

COLORADO AC: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

COLORADO AC: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

EMANUEL ANICETO BARBOSA: POR UNANIMIDADE, TRES PARTIDAS DE SUSPENSÃO.

MICHAEL NUNES FLORES: POR UNANIMIDADE, UMA PARTIDA DE SUSPENSÃO

______________________________________________________________________________

AUTOS N°.71/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GIMARÃES

CAMPEONATO PARANANESE DE FUTEBOL SUB 17- 2016

JOGO: CORITIBA FC X OPERÁRIO FC

DATA: 16/04/2016

DENUNCIADO (S):

BRUNO H. BEZERRA

CORITIBA FC

CORITIBA FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: BRUNO H. BEZERRA, atleta da equipe de prática desportiva CORITIBA F.C., foi expulso aos 32’ de partida por dupla advertência após calçar o atleta adversário na disputa da bola, impedindo ataque promissor. Desta forma, o atleta denunciado incorre no artigo 258 ‘caput’, do CBJD.

2° DENUNCIADO: CORITIBA FC, equipe de prática desportiva, por retornar ao campo de partida para o início do 2.° tempo com 03 (três) minutos de atraso, conforme relatório de arbitragem e delegado da partida. Desta forma, o clube denunciado incorre no artigo 206, ‘caput’, do CBJD.

3° DENUNCIADO: CORITIBA FC, equipe de prática desportiva, por não pagar as diárias e ajuda de custo à dois membros do quadro de arbitragem presente na partida, conforme relatório do Delegado da Partida, descumprindo o artigo 40, §1.° do Regulamento Geral das Competições. Desta forma, o clube denunciado incorre no artigo 191, III, do CBJD.

Observações:

Defensor (a): ITAMAR CORTES

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

BRUNO H. BEZERRA: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

CORITIBA FC: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

CORITIBA FC: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

AUTOS N°.72/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO PARANANESE DE FUTEBOL SUB 17- 2016

JOGO: PARANÁ CLUBE X CORITIBA FC

DATA: 23/04/2016

DENUNCIADO (S):

MATHEUS F. GUIMARÃES COSTA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: MATHEUS F. GUIMARÃES COSTA, atleta da equipe de prática desportiva PARANÁ CLUBE, foi expulso aos 27’ de partida por dupla advertência após calçar o atleta adversário na disputa da bola. Desta forma, o atleta denunciado incorre no artigo 258 ‘caput’, do CBJD.

Observações:

Defensor (a): ALESSANDRO KIOSHI KISHINO

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

MATHEUS F. GUIMARÃES COSTA: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

 

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Amanda Antunes Vasconcellos, Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná.

                                                      Curitiba/PR, 11 de Maio de 2.016.

 

IRINEU TONINELLO

Presidente da Terceira Comissão Disciplinar

AMANDA ANTUNES VASCONCELLOS

Secretaria do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná




Referências:

06/05/2016 - Pauta 3ª Comissão Disciplinar- 11 de Maio de 2016
Publicação: 12/05/2016 às 14:45