Sessão: Quarta-feira, 25 de maio de 2016

.: Pauta 1ª Comissão Disciplinar- 30 de Maio de 2016 :.

1ª COMISSÃO DISCIPLINAR

PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 30/05/2016

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 30/2016 

De ordem do Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Paulo César Gradela Filho e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço  publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para  que querendo apresente defesa pessoalmente, ou ainda, se fazer representar por advogado  de  defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Desportiva, tornando público através deste Edital, que:

 

No dia 30 DE MAIO DE 2016 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Segunda - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina,2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

 

AUTOS N°.93/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CARLOS ALBERTO ZITTA

3ª COPA DE FUTEBOL AMADOR DA CAPITAL- 2016

JOGO: UNIÃO VILA SANDRA X EC SERGIPE

DATA: 23/04/2016

DENUNCIADO(S):

EC SERGIPE

ERLEI JORGE BASSAN

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

1° DENUNCIADO: EC SERGIPE, EPD, O 1º Denunciado, conforme se extrai da Súmula do jogo e do Relatório do Delegado do Jogo, não recolheu a taxa de arbitragem. Assim, configurada a conduta típica, o 1º Denunciado deve sofrer as sanções previstas no artigo 191, I, II, III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: ERLEI JORGE BASSAN, presidente da EPD EC Sergipe, O 2º Denunciado, como presidente da EPD denunciada, é o responsável por seus atos, devendo arcar tanto por suas ações quanto por omissões. Assim, configurada a conduta típica, o 2º Denunciado deve, igualmente sofrer as sanções previstas no artigo 191, § 2º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N° 94/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MARCEL SOUZA DE OLIVEIRA

CAMPEONATO PARANANESE DE FUTEBOL SUB 17- 2016

JOGO: COLORADO AC X CE UNIÃO

DATA: 07/05/2016

DENUNCIADO (S):                      

COLORADO AC

CE UNIÃO

GUILHERME ABATI

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: COLORADO AC, entidade de prática desportiva, por não apresentar a carteira de identificação da FPF de seus atletas ao delegado da partida, descumprido o art. 23 do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: CE UNIÃO, entidade de prática desportiva, por não apresentar a carteira de identificação da FPF de seus atletas ao delegado da partida, descumprido o art. 23 do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: GUILHERME ABATI, atleta com registro na CBF nº 547.325, integrante da entidade de prática desportiva CE União, por proferir as seguintes palavras contra o assistente número 1 da partida: “marca uma pra nós, pau no cú, filho da puta, vai tomar no cú”, motivando a sua expulsão, de forma direta, aos 32’00’’ da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N°.95/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MIGUEL ANGELO RASBOLD

CAMPEONATO DA TAÇA PARANÁ- 2016

JOGO: INTERNACIONAL EC X FANÁTICO FC

DATA: 01/05/2016

DENUNCIADO (S):

CLEVERSON O. FRATONI

CLEVERSON O. FRATONI

INTERNACIONAL EC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. BRUNO CAVALCANTE DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: CLEVERSON O. FRATONI, auxiliar técnico da equipe de prática desportiva INTERNACIONAL E.C., foi excluído  de campo aos 25’ de partida por reclamar e questionar as decisões da equipe de arbitragem. Desta forma, o atleta denunciado incorre no artigo 258 §2.°, inciso II, do CBJD.

2° DENUNCIADO: CLEVERSON O. FRATONI, auxiliar técnico da equipe de prática desportiva INTERNACIONAL E.C., que após ter sido excluído de campo aos 25’ de partida, dirigiu-se ao alambrado, atrás do assistente n.° 1°, voltando a proferir reclamações e xingamentos: “babaca, vagabundo, sem vergonha, idiota, fraco.” Desta forma, o atleta denunciado incorre no artigo 258 §2.°, inciso II, do CBJD.

3° DENUNCIADO: INTERNACIONAL EC, equipe de prática desportiva, por não pagar as passagens de ida e volta do arbitro da partida, conforme sumula da arbitragem. Descumprindo o artigo 40, §1.° do Regulamento Geral das Competições. Desta forma, o clube denunciado incorre no artigo 191, III, do CBJD.

 

AUTOS N°.96/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CARLOS ALBERTO ZITTA

CAMPEONATO 3ª COPA DE FUTEBOL AMADOR CAPITAL- 2016

JOGO: CA NACIONAL X UNIÃO VILA SANDRA EC

DATA: 07/05/2016

DENUNCIADO (S):

UNIÃO VILA SANDRA EC

THIAGO MENDES MOREIRA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: UNIÃO VILA SANDRA EC, entidade de prática desportiva, por não apresentar a carteira de identificação da FPF do atleta Adriano Gloneke, descumprido o art. 23 do Regulamento Geral das Competições. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 191, III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: THIAGO MENDES MOREIRA, árbitro da Federação Paranaense de Futebol, por não relatar o atraso de 7 (sete) minutos para o início da partida. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 266 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

Publicação: 25/05/2016 às 14:22