Sessão: Quinta-feira, 06 de outubro de 2016

.: Decisão 3ª Comissão Disciplinar - 05 de outubro de 2016 :.

    

3° COMISSÃO DISCIPLINAR

ATA DA SESSÃO DO DIA 05 DE OUTUBRO DE 2.016

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 67/2016

Ao quinto dia do mês de outubro do ano de dois mil e dezesseis, às dezenove horas, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná localizada na Avenida República Argentina, 2153, bairro Portão, Curitiba, Paraná, reuniram-se os Auditores Membros da 3° Comissão Disciplinar deste Tribunal, Presidente José Alvacir Guimaraes, Mauro Ribeiro Borges, Irineu Toninello, Samuel Torquato, Humberto Ciccarino. Presente o Procurador Vinicius Carvalho Fragoso. Havendo quorum legal, passou-se a pauta, observando-se os pedido de preferência, na ordem adiante transcrita:

 

AUTOS N°.292/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO PARANAENSE PROFISSIONAL- 3ª DIVISÃO- 2016

JOGO: INDEPENDETE FSJ X ARAPONGAS EC

DATA: 28/08/2016

DENUNCIADO (S):

LEONARDO VENANCIO COSTA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. ARIEL NORBERTO LEAL

1° DENUNCIADO: LEONARDO VENANCIO COSTA, atleta da EPD ARAPONGAS E.C., inscrito na CBF sob nº 307408, consoante consta da súmula da partida, o denunciado foi expulso por dupla advertência aos 17 minutos da 2ª etapa do jogo, após empurrar seu adversário de forma temerária na disputa da bola. Por assim agir, incorreu o denunciado nas sanções previstas no artigo 254 §1º inciso II do CBJD.

Observações:

Defensor (a): NIXON FIORI                 

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

LEONARDO VENANCIO COSTA: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

 

 

AUTOS N°.293/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE A- ADULTO- 2016

JOGO: TRIESTE FC X SE RENOVICENTE

DATA: 27/08/2016

DENUNCIADO (S):

ALEXANDRE L. F. DA SILVA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1° DENUNCIADO: ALEXANDRE L. F. DA SILVA, atleta do SE RENOVICENTE, inscrito sob nº 300747, O Sr. Árbitro relatou que aos 69 minutos de jogo o denunciado foi expulso diretamente por jogo brusco grave ao dar um  carrinho em seu adversário. A atitude do Denunciado caracteriza infração ao disposto no artigo 254, §1º, I do CBJD.

Observações:

Defensor (a): WILLIAN HOSAKA

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

ALEXANDRE L. F. DA SILVA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE UMA PARTIDA.

 

AUTOS N°.294/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. SAMUEL TORQUATO

CAMPEONATO PARANAENSE PROFISSIONAL- 3ª DIVISÃO- 2016

JOGO: UNIÃO FC X AA BATEL

DATA: 17/08/2016

DENUNCIADO (S):

UNIÃO FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. VINICIUS CARVALHO FRAGOSO

1° DENUNCIADO: UNIÃO FC, entidade de prática desportiva, deixou de solicitar formalmente policiamento, conforme se infere do Relatório do Delegado do jogo e súmula. Com tal conduta, a Denunciada infringiu o disposto no art. 191, III, do CBJD, ao deixar de cumprir determinação prevista no art. 16 do Regulamento da Competição.

Observações:

Defensor (a):

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

UNIÃO FC:

 

AUTOS N°.295/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

CAMPEONATO TÇA FPF- 2016

JOGO: C. ANDRAUS BRASIL X A. PORTUGUESA LONDRINENSE

DATA: 11/09/2016

DENUNCIADO (S):

C. ANDRAUS BRASIL

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: C. ANDRAUS BRASIL, pelo que consta do relatório do Delegado da Partida, a entidade de prática desportiva deixou de cumprir o § 5º, do art. 34, do Regulamento Geral das Competições, eis que havia apenas um gandula presente na partida. Deve, portanto, a equipe Denunciada ser punida nos termos do artigo 191, III do CBJD.

Observações:

Defensor (a): RUAN CASEMIRO

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

C. ANDRAUS BRASIL: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

___________________________________________________________________________

AUTOS N°.296/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE A- ADULTO- 2016

JOGO: VILA FANNY FC X UN. CAPÃO RASO FC

DATA: 07/09/2016

DENUNCIADO (S):

VILA FANNY FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1° DENUNCIADO: VILA FANNY FC, em seu relatório, o Sr. Árbitro atestou a ausência de policiamento. Em que pese haja colacionado aos autos um oficio solicitando o policiamento, não há qualquer indicação de que o referido documento foi entregue, ou mesmo a especificação de protocolo. Diante do exposto, não há qualquer elemento que comprove a solicitação de policiamento nos autos. Como não há qualquer documento que ateste, inequivocamente, que a equipe mandante solicitou a presença do policiamento, esta cometeu a infração prevista no artigo 16 do Regulamento específico da Competição. A não observância do artigo 16 do Regulamento da Competição, caracteriza infração ao artigo 191, III do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

VILA FANNY FC: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDA.

 

AUTOS N°.297/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO PARANAENSE PROFISSIONAL- 3ª DIVISÃO- 2016

JOGO: AA BATEL X JUNIOR TEAM

DATA: 21/08/2016

DENUNCIADO (S):

AA BATEL

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. EDSON RENATO ALMEIDA FERNANDES

1° DENUNCIADO: AA BATEL, consta do relatório da delegada do jogo, assinada pela Sra. MARCIA REGINA DOS SANTOS, que entidade de prática desportiva supra mencionada, não ofereceu a praça desportiva indica em condições mínimas de utilização pela equipe de arbitragem e delegado do jogo. A atitude da entidade de prática desportiva AA BATEL, ora denunciada, caracteriza afronta ao Código Brasileiro de Justiça Desportiva, no seu artigo 211.

Observações:

Defensor (a):

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

AA BATEL: POR UNANIMIDADE, ABSOLVIDO.

_____________________________________________________________________

AUTOS N°.298/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE B- JUVENIL- 2016

JOGO: VASCO DA GAMA FC X EC FORTALEZA

DATA: 27/08/2016                                    

DENUNCIADO (S):

LUIZ  G. T. P. DA SILVA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. EDSON RENATO ALMEIDA FERNANDES

1° DENUNCIADO: LUIZ G. T. P. DA SILVA, atleta da equipe de prática desportiva GR. VASCO DA GAMA FC, inscrito no BID sob o nº 552.914. Depreende-se da Súmula da Partida reduzida a termo pelo Sr. LUCIANO DE PINHO TAVARES FILHO, que o atleta Sr. LUIZ G. T. P. DA SILVA, atleta da equipe de prática desportiva VASCO DA GAMA FC, foi advertido aos 40 minutos do 2º tempo de jogo por conduta inapropriada "(...) por fazer gestos provocadores e debochados para a torcida da equipe do EC Fortaleza, após marcar um gol". (ipis literis). Ante o exposto, o atleta da equipe de prática desportiva VASCO DA GAMA FC, Sr. LUIZ G. T. P. DA SILVA, incorreu na penalidade dos artigos 258-A, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva

Observações:

Defensor (a): WILLIAN HOSAKA

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

LUIZ  G. T. P. DA SILVA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE UMA PARTIDA COM A APLICAÇÃO DO ARTIGO 182 DO CBJD.

AUTOS N°.299/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. SAMUEL TORQUATO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE A- JUVENIL- 2016

JOGO: URE STA QUITÉRIA X UN. NOVA ORLEANS

DATA: 03/09/2016        

DENUNCIADO (S):

CAIQUE RAFAEL OLIVEIRA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MAYCOLN SOSTAG DE CAMARGO

1° DENUNCIADO: CAIQUE RAFAEL OLIVEIRA, preparador físico da equipe de prática desportiva UN Nova Orleans, o qual aos 81' de jogo, deferiu palavras de ofensivas contra o juiz da partida “seu burro e sego”, após o mesmo não ter marcado uma falta em que o preparador físico entendia ter ocorrido. Por assim agir, o denunciado incorre na sanção prevista no artigo 243-F, §1º do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

CAIQUE RAFAEL OLIVEIRA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE UMA PARTIDA.

 

______________________________________________________________________________

AUTOS N°.300/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL- SERIE A- JUVENIL- 2016

JOGO: SOBE IGUAÇU X CA NACIONAL

DATA: 03/09/2016                                    

DENUNCIADO (S):

VICTOR G. B. DE LIMA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MAYCOLN SOSTAG DE CAMARGO

1° DENUNCIADO: VICTOR G. B. DE LIMA, inscrito no bid 549848, atleta da equipe de prática desportiva CA Nacional, o qual foi expulso aos 61' de partida por dar uma cotovelada no adversário. Por assim agir, o denunciado incorre na sanção prevista no artigo 254-A, I do CBJD.

Observações:

Defensor (a):

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

VICTOR G. B. DE LIMA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE UMA PARTIDA.

______________________________________________________________________________

AUTOS N°.301/2016 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO PARANAENSE PROFISSIONAL- 3ª DIVISÃO- 2016

JOGO: JUNIOR TEAM X GRECAL

DATA: 31/08/2016        

DENUNCIADO (S):

GABRIEL VITOR FERREIRA DA SILVA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

1° DENUNCIADO: GABRIEL VITOR FERREIRA DA SILVA, atleta da EPD Júnior Team (BID 528990), foi expulso de jogo, de forma direta, aos 66 minutos de partida, por atitude temerária, força excessiva e jogo brusco grave ao atingir a canela de adversário com a sola de ambas as chuteiras em movimento de cima para baixo. Dessa forma, deve ser o Denunciado por assim agir, apenado nas sanções previstas no artigo 254, § 1º, I e II, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Observações:

Defensor (a):

 

DECISÃO DA 3º C.D.:

 

GABRIEL VITOR FERREIRA DA SILVA: POR UNANIMIDADE, SUSPENSAO DE UMA PARTIDA.

 

Nada mais havendo a tratar, o Presidente encerrou a sessão, agradecendo a presença de todos, sendo lavrada a presente ata que, lida e aprovada pelos demais auditores, vai assinada pelo Presidente e por mim, Amanda Antunes Vasconcellos, Secretária do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Paraná.

                                                      Curitiba/PR, 05 de Outubro de 2.016.

 

JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

Presidente da Terceira Comissão Disciplinar

 

AMANDA ANTUNES VASCONCELLOS

Secretaria do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná




Referências:

30/09/2016 - Pauta 3ª Comissão Disciplinar- 05 de Outubro de 2016
Publicação: 06/10/2016 às 13:30