Sessão: Quarta-feira, 03 de maio de 2017

.: RETIFICAÇÃO - Pauta 3ª Comissão Disciplinar - 03 de maio de 2017 :.

3ª COMISSÃO DISCIPLINAR
PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 03/05/2017
EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 21/2017

De ordem do Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Leandro Souza Rosa e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço  publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para  que querendo, apresentem defesa pessoalmente, ou ainda, se façam representar por advogado  de  defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Desportiva.  Torna-se  público, por intermédio deste Edital, que:
No dia 03 DE MAIO DE 2017 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Quarta - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina, 2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

AUTOS N°. 87/2017  – EM TRÂMITE
AUDITOR RELATOR: DR. SAMUEL TORQUATO
CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 2ª DIVISÃO
JOGO: APUCARANA SPORTS X CLUBE ANDRAUS BRASIL
DATA: 05/04/2017
DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL BARBOSA RODRIGUES TEIXEIRA
DENUNCIADO (S):
CLUBE ANDRAUS BRASIL
ROGÉRIO DE OLIVEIRA COSTA
1º DENUNCIADO: CLUBE ANDRAUS BRASIL, entidade de prática desportiva, por apresentar-se no gramado para reinício da partida com 02 (dois) minutos de atraso. Com tal conduta, o denunciado praticou o ato ilícito tipificado no artigo 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.
2º DENUNCIADO: ROGERIO DE OLIVEIRA COSTA, delegado da partida, por deixar de relatar o atraso da partida. Com tal conduta, o denunciado praticou o ato ilícito tipificado no artigo 266 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.
________________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 88/2017  – EM TRÂMITE
AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES
CERTIDÃO N.º 08/2017
DATA: 29/03/2017
DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL BARBOSA RODRIGUES TEIXEIRA
DENUNCIADO (S):
EC FORTALEZA
1º DENUNCIADO: EC FORTALEZA, entidade de prática desportiva, por deixar de pagar multa no valor de R$ 300,00 (trezentos reais) determinada nos Autos 516/2016. Com tal conduta, o denunciado praticou o ato ilícito tipificado no artigo 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.
________________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 89/2017  – EM TRÂMITE
AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO
CERTIDÃO N.º 09/2017
DATA: 29/03/2017
DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL BARBOSA RODRIGUES TEIXEIRA
DENUNCIADO (S):
EC FORTALEZA
1º DENUNCIADO: EC FORTALEZA, entidade de prática desportiva, por deixar de pagar multa no valor de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) determinada nos Autos 519/2016. Com tal conduta, o denunciado praticou o ato ilícito tipificado no artigo 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.
________________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 90/2017  – EM TRÂMITE
AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO
CERTIDÃO N.º 10/2017
DATA: 29/03/2017
DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL BARBOSA RODRIGUES TEIXEIRA
DENUNCIADO (S):
EC FORTALEZA
1º DENUNCIADO: EC FORTALEZA, entidade de prática desportiva, por deixar de pagar multa no valor de R$ 100,00 (cem reais) determinada nos Autos 014/2017. Com tal conduta, o denunciado praticou o ato ilícito tipificado no artigo 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.
________________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 91/2017  – EM TRÂMITE
AUDITOR RELATOR: DR. SAMUEL TORQUATO
CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 1ª DIVISÃO
JOGO: PRUDENTÓPOLIS FC X FOZ DO IGUAÇU
DATA: 22/03/2017
DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL BARBOSA RODRIGUES TEIXEIRA
DENUNCIADO (S):
PRUDENTÓPOLIS FC
EDMILSON CORDEIRO
1º DENUNCIADO: PRUDENTOPOLIS FC, entidade de prática desportiva, por apresentar-se no gramado às 20h01min., dando causa ao atraso de 08 (oito) minutos na partida. Com tal conduta, o denunciado praticou o ato ilícito tipificado no artigo 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.
2º DENUNCIADO: EDMILSON CORDEIRO, preparador físico, por abandonar a área técnica e atirar uma bola em direção ao adversário dizendo “porra que merda, vocês não veem que os caras estão fazendo cera”. Com tal conduta, o denunciado praticou o ato ilícito tipificado no artigo 258, §2º, II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.
________________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 92/2017  – EM TRÂMITE
AUDITOR RELATOR: DR. MAURO RIBEIRO BORGES
CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 2ª DIVISÃO
JOGO: CASCAVEL CR X AC PARANAVAÍ
DATA: 29/03/2017
DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RAFAEL BARBOSA RODRIGUES TEIXEIRA
DENUNCIADO (S):
CASCAVEL CR
1º DENUNCIADO: CASCAVEL CR, entidade de prática desportiva, por não efetuar o pagamento da taxa de arbitragem em sua totalidade. Com tal conduta, o denunciado praticou o ato ilícito tipificado no artigo 191, III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.
______________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 94/2017  – EM TRÂMITE
AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO
CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 2ª DIVISÃO
JOGO: CE UNIÃO X AC PARANAVAÍ
DATA: 05/04/2017
DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. PEDRO HENRIQUE VAL FEITOSA
DENUNCIADO (S):
CE UNIÃO
1º DENUNCIADO: CE UNIÃO, entidade de prática desportiva, por deixar de divulgar ao público a renda da partida. Com tal conduta, o denunciado praticou o ato ilícito tipificado no artigo 191, I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.
________________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 95/2017  – EM TRÂMITE
AUDITOR RELATOR: DR. SAMUEL TORQUATO
CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL – 1ª DIVISÃO
JOGO: CORITIBA FC X FC CASCAVEL
DATA: 12/04/2017
DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS
DENUNCIADO (S):
FC CASCAVEL
1º DENUNCIADO: FC CASCAVEL, entidade de prática desportiva, pelo atraso no retorno ao campo de jogo, causando atraso de 03 (três) minutos no reinício da partida. Com tal conduta, o denunciado praticou o ato ilícito tipificado no artigo 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Publicação: 27/04/2017 às 18:40