Sessão: Quarta-feira, 11 de outubro de 2017

.: Pauta 3ª Comissão Disciplinar - 11 de Outubro de 2017 :.

COMISSÃO DISCIPLINAR

PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 11/10/2017

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 68/2017

De ordem do Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Leandro Souza Rosa e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço  publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para  que querendo, apresentem defesa pessoalmente, ou ainda, se façam representar por advogado  de  defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Desportiva.  Torna-se  público, por intermédio deste Edital, que:

 

No dia 11 DE OUTUBRO DE 2017 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Quarta - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina, 2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

 

AUTOS N. 376/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – SÉRIE B - JUVENIL

JOGO: EC FORTALEZA X SOBI SÃO BRAZ

DATA: 12/08/2017

DENUNCIADO (S):

LUIZ ANTONIO RUBIN

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. JOSÉ GUSTAVO M. RANDO  

1º DENUNCIADO: LUIZ ANTONIO RUBIN, Delegado da partida, por chegar com 10 (dez) minutos de atraso na partida. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 191, III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N. 380/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB - 19

JOGO: CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE X CLUBE ANDRAUS BRASIL

DATA: 29/07/2017

DENUNCIADO (S):

VITOR HUGO DOS SANTOS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. JOSÉ GUSTAVO M. RANDO

1º DENUNCIADO: VITOR HUGO DOS SANTOS, atleta da entidade de prática desportiva Clube Atlético Paranaense, BID nº 388.084, expulso de campo aos 12 (doze) minutos do segundo tempo, por dupla advertência, pois se encontrava no banco de reservas quando empregou palavras ofensivas contra a arbitragem dizendo: “vai chamar a sua mãe, seu bosta, apita direito, seu lixo”. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N. 492/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - JUVENIL

JOGO: CAXIAS FC X SOBI SÃO BRAZ

DATA:23/09/2017

DENUNCIADO (S):

CEZAR AUGUSTO C. SILVA

CEZAR AUGUSTO C. SILVA

CEZAR AUGUSTO C. SILVA

CEZAR AUGUSTO C. SILVA

MARCELO HENRIQUE R. C. LIMA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS

1º DENUNCIADO: CEZAR AUGUSTO C. SILVA, técnico da entidade de prática desportiva SOBI São Braz, expulso por reclamação acintosa contra as decisões da arbitragem. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, §2º, inciso II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2º DENUNCIADO: CEZAR AUGUSTO C. SILVA, técnico da entidade de prática desportiva SOBI São Braz, por invasão do campo de jogo sem autorização da arbitragem, após o encerramento da partida. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258-B, §2º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3º DENUNCIADO: CEZAR AUGUSTO C. SILVA, técnico da entidade de prática desportiva SOBI São Braz, por tentativa de agressão contra o árbitro após o encerramento da partida. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §3º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, na forma tentada do artigo 157, inciso II do CBJD.

4º DENUNCIADO: CEZAR AUGUSTO C. SILVA, técnico da entidade de prática desportiva SOBI São Braz, por ameaça ao árbitro após o encerramento da partida. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 243-C do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, na forma tentada do artigo 157, inciso II também do CBJD.

5º DENUNCIADO: MARCELO HENRIQUE R. C. LIMA, preparador de goleiros da entidade de prática desportiva SOBI São Braz, expulso por reclamação acintosa contra as decisões da arbitragem. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, §2º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

_________________________________________________________________________________________

AUTOS N. 493/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. SAMUEL TORQUATO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB - 15

JOGO: VASCO DA GAMA FC X CORITIBA FC

DATA: 16/09/2017

DENUNCIADO (S):

EZEQUIEL T. DE ALMEIDA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS

1° DENUNCIADO: EZEQUIEL T. DE ALMEIDA, preparador físico da entidade de prática desportiva Coritiba FC, expulso por reclamação acintosa contra as decisões da arbitragem. Com tal conduta, o Denunciado infringiu o disposto no artigo 258, §2º inciso II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

_________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 494/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. JOSÉ ALVACIR GUIMARÃES

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - ADULTO

JOGO: VILA HAUER EC X CAXIAS FC

DATA: 16/09/2017

DENUNCIADO (S):

LUIZ F. GOMES

LUCAS DE OLIVEIRA

EVERSON L. DA SILVA

EVERSON L. DA SILVA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS

1° DENUNCIADO: LUIZ F. GOMES, atleta da entidade de prática desportiva Vila Hauer EC, BID nº 322.310, expulso de forma direta aos 06 (seis) minutos do 2º tempo por agressão fora da disputa da bola. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º, inciso II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: LUCAS DE OLIVEIRA, atleta da entidade de prática desportiva Caxias FC, BID nº 406.868, pois, expulso aos 19 (dezenove) minutos do 2º tempo de jogo, por uso de força excessiva na disputa de bola. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254, §1º, inciso II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: EVERSON L. DA SILVA, atleta da entidade de prática desportiva Caxias FC, expulso de forma direta aos 20 (vinte) minutos do 2º tempo de jogo por agressão fora da disputa de bola. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º, inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

4° DENUNCIADO: EVERSON L. DA SILVA, atleta da entidade de prática desportiva Caxias FC, por dar um tapa na mão do árbitro e retirar o cartão de suas mãos. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º, inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

_________________________________________________________________________________________

AUTOS N. 495/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. HUMBERTO CICCARINO FILHO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB - 19

JOGO: CA PARANAENSE X ARAPONGAS EC

DATA: 20/08/2017

DENUNCIADO (S):

TIAGO R. NUNES

LEONARDO DA SILVA SIMAS

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS

1º DENUNCIADO: TIAGO R. NUNES, técnico da entidade de prática desportiva Clube Atlético Paranaense,  expulso aos 30 (trinta) minutos de jogo por reclamação acintosa e xingamentos contra as decisões da arbitragem. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, §2º, inciso II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2º DENUNCIADO: LEONARDO DA SILVA SIMAS, atleta da entidade de prática desportiva Clube Atlético Paranaense, BID nº 433.824, expulso aos 30 (trinta) minutos de jogo por tentar agredir seu adversário com um soco. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º, inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N. 496/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. IRINEU TONINELLO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - JUVENIL

JOGO: UNIÃO NOVA ORLEANS X TRIESTE FC

DATA: 16/09/2017

DENUNCIADO (S):

LUIZ F. G. RODRIGUES

DANILO CANDELORE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

1º DENUNCIADO: LUIZ F. G. RODRIGUES, atleta da entidade de prática desportiva Trieste FC, BID nº 591.725, que foi expulso de forma direta aos 79 (setenta e nove) minutos de jogo por tentar desferir uma cotovelada no rosto de adversário durante a disputa de bola. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º, inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, e artigo 157, II, §1º também do CBJD.

2º DENUNCIADO: DANILO CANDELORE, técnico da entidade de prática desportiva Trieste FC, RG nº 6.291.653-2, que foi expulso por reclamar acintosamente das marcações e ofender a arbitragem. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, §2º inciso II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N. 497/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. SAMUEL TORQUATO

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB - 15

OFÍCIO Nº 129/2017

DENUNCIADO (S):

GRÊMIO MARINGÁ

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RODOLFFO GARDINI FAGUNDES

1º DENUNCIADO: GRÊMIO MARINGÁ, entidade de prática desportiva, por incluir na súmula o técnico Ricardo Nocehetti de Melo, sem condição legal de jogo. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 191, III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

Publicação: 06/10/2017 às 17:30