Sessão: Terça-feira, 24 de outubro de 2017

.: Pauta 2ª Comissão Disciplinar - 24 de Outubro de 2017 :.

COMISSÃO DISCIPLINAR

PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 24/10/2017

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 71/2017

De ordem do Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Leandro Souza Rosa e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço  publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para  que querendo, apresentem defesa pessoalmente, ou ainda, se façam representar por advogado  de  defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Desportiva.  Torna-se  público, por intermédio deste Edital, que:

 

No dia 24 DE OUTUBRO 2017 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Terça - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina, 2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

 

AUTOS N. 517/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURÍCIO BITTENCOURT FOWLER

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - ADULTO

JOGO: VASCO DA GAMA FC X CA BAIRRO ALTO

DATA: 30/09/2017

DENUNCIADO (S):

CARLOS P. DOMINGOS

JURANDIR SENNA

VASCO DA GAMA FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. THIAGO B. LUCAS DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: CARLOS P. DOMINGOS, atleta da entidade de prática desportiva CA Bairro Alto, excluído diretamente de campo aos 67 (sessenta e sete) minutos de jogo, pois atingiu durante a disputa de bola, com força excessiva, um tapa no rosto de seu adversário. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º, I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: JURANDIR SENNA, técnico da entidade de prática desportiva Vasco da Gama FC, RG nº 879.492-8, excluído diretamente de campo aos 60 (sessenta) minutos de jogo por insistentes e descontroladas reclamações, proferindo as seguintes palavras ao árbitro assistente nº 01: “Foi falta caralho! Puta que pariu! Vocês são fracos demais! Eu vou fuder vocês na rádio! Vocês tão de palhaçada! Vou fuder vocês na rádio!” Mesmo após ter deixado o campo de jogo o denunciado permaneceu próximo ao alambrado e continuou as ofensas e xingamentos até o término da partida, nos seguintes termos: “Vocês são uns merdas! Estão de palhaçada aqui! Vou fuder vocês na rádio! Seu magrelo viado! Você é um merda! Pode carregar a súmula lá seu viado! Vou fuder vocês na rádio!”. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, §2º, II e 258-D do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: VASCO DA GAMA FC, entidade de prática desportiva, pela falta de policiamento no local da realização da partida. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 211 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

     ____________________________________________________________________________________

AUTOS N. 518/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RENATO GALVÃO CARRILLO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - ADULTO

JOGO: CA NACIONAL X GR IPIRANGA

DATA: 30/09/2017

DENUNCIADO (S):

CARLOS A. M. MARTINS

MARCOS A. S. FERNANDES

LUCAS M. S. SILVA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. THIAGO B. LUCAS DE OLIVEIRA

1º DENUNCIADO: CARLOS A. M. MARTINS, atleta da entidade de prática desportiva GR Ipiranga, BID nº 354.692, excluído diretamente aos 55 (cinquenta e cinco) minutos de jogo, pois após a marcação de falta contra a sua equipe proferiu as seguintes palavras ao árbitro: “vai tomar no cu”. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, §2º, II  do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2º DENUNCIADO: MARCOS A. S. FERNANDES, atleta da entidade de prática desportiva GR Ipiranga, BID nº 330.191, excluído diretamente de campo aos 60 (sessenta) minutos de jogo, por praticar conduta violenta ao desferir um soco na barriga de seu adversário, com o jogo paralisado, portanto fora da disputa de bola. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º, I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3º DENUNCIADO: LUCAS M. S. SILVA, atleta da entidade de prática desportiva GR Ipiranga, BID nº 532.296, excluído diretamente de campo após o término da partida, pois se dirigiu ao árbitro principal e proferiu as seguintes palavras: “Ganhou quanto para apitar essa bosta? Você é um merda! Vai se fuder!” Mesmo após sua expulsão, já caminhando à saída do campo, virou-se novamente e desta vez correndo, projetou-se em direção ao árbitro principal proferindo as seguintes palavras: “já me expulsou, agora eu quero te pegar mesmo”. Um companheiro de equipe tentou conter o denunciado, mas mesmo assim este conseguiu se desvencilhar do companheiro de equipe e desferiu chutes na região da canela e socos na região da cabeça do árbitro principal, sendo contido com sucesso apenas na presença de mais companheiros. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, §2º, II 254-A, §1º, I e II cumulado com o §3º do mesmo artigo do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N°. 519/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: CHRISTIANO SOUTO PUPPI

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL – JUVENIL

JOGO: SOBE IGUAÇU X TRIESTE FC

DATA: 30/09/2017

DENUNCIADO (S):

CAIO DE AUGUSTO DE MORAES FERREIRA

CARLOS R. C. FELICIO

ARAMIS B. VELHO

LUCAS C. LIMA

SOBE IGUAÇU

TRIESTE FC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. THIAGO B. LUCAS DE OLIVEIRA

1° DENUNCIADO: CAIO DE AUGUSTO DE MORAES FERREIRA, atleta da entidade de prática desportiva SOBE Iguaçu, BID nº 548.900, expulso diretamente do jogo por dar um tapa no corpo de seu adversário, fora da disputa de bola. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado nos art. 254-A, §1º, I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: CARLOS R. C. FELICIO, preparador físico da entidade de prática desportiva SOBE Iguaçu, que foi expulso diretamente do jogo por proferir as seguintes palavras ao árbitro principal: “é um filho da puta mesmo”. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado nos art. 258, §2º, II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: ARAMIS B. VELHO, atleta da entidade de prática desportiva Trieste FC, BID nº 526.281, expulso diretamente do jogo por dar um tapa no corpo de seu adversário, fora da disputa de bola.  Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado nos art. 254-A, §1º, I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

4° DENUNCIADO: LUCAS C. LIMA, atleta da entidade de prática desportiva Trieste FC, BID nº 550.190, expulso diretamente do jogo por trocar tapas entre os atletas, invadir o campo de jogo e agredir seu adversário com um chute frontal no peito, fora da disputa de bola. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado nos art. 254-A, §1º, II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

5° DENUNCIADO: SOBE IGUAÇU, entidade de prática desportiva, por causa das agressões e confusão geradas pelos atletas. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado nos art. 258-D do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

6° DENUNCIADO: TRIESTE FC, entidade de prática desportiva, por causa das agressões e confusão geradas pelos atletas. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado nos art. 258-D do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

____________________________________________________________________________________

AUTOS N. 520/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURÍCIO BITTENCOURT FOWLER

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB - 15

JOGO: TOLEDO EC X CORITIBA FC

DATA: 30/09/2017

DENUNCIADO (S):

FRANCISCO CARLOS DE SÁ

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. VINICIUS RAFAEL PRESENTE

1° DENUNCIADO: FRANCISCO CARLOS DE SÁ, gandula da entidade de prática desportiva Toledo EC, RG nº 399742-1, que foi expulso durante a saída de campo para o intervalo da partida, por desrespeitar e reclamar da decisão da arbitragem com a seguinte expressão: “vai tomar no cu, você está de sacanagem em dar um pênalti desses”. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258, §2º, II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N. 521/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RENATO GALVÃO CARRILLO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - ADULTO

JOGO: VASCO DA GAMA FC X SE RENOVICENTE

DATA: 19/08/2017

DENUNCIADO (S):

RAFAEL J. PERLE

NIVALDO H. DE CASTRO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1º DENUNCIADO: RAFAEL J. PERLE, atleta da entidade de prática desportiva Vasco da Gama FC, BID nº 296.134, expulso diretamente por desferir uma cotovelada em seu adversário, fora da disputa de bola. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º, I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2º DENUNCIADO: NIVALDO H. DE CASTRO, técnico da entidade de prática desportiva SE Renovicente, RG nº 3041857-3, excluído de campo por protestar das marcações do árbitro proferindo as seguintes palavras: “porra só marca para eles, vai tomar no cu”. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258-A, §2º , II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

AUTOS N. 522/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CHRISTIANO SOUTO PUPPI

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL SUB - 19

JOGO: PARANÁ CLUBE X A. PORTUGUESA LONDRINENSE

DATA: 18/08/2017

DENUNCIADO (S):

GABRIEL P. DE OLIVEIRA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1º DENUNCIADO: GABRIEL P. DE OLIVEIRA, atleta da entidade de prática desportiva Paraná Clube, BID nº 520.031, que foi expulso de forma direta por dar uma cotovelada em seu adversário na disputa de bola. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º, I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N. 523/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURÍCIO BITTENCOURT FOWLER

TAÇA FPF – SUB - 23

JOGO: CLUBE ANDRAUS BRASIL X FOZ DO IGUAÇU FC

DATA: 10/09/2017

DENUNCIADO (S):

CLUBE ANDRAUS BRASIL

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. ARIEL NORBERTO LEAL

1º DENUNCIADO: CLUBE ANDRAUS BRASIL, entidade de prática desportiva, por não efetuar o pagamento da taxa de arbitragem e também não realizou a entrega do ofício de policiamento. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 191, III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N. 524/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RENATO GALVÃO CARRILLO

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - ADULTO

JOGO: VILA FANNY FC X GP GENTE DA GENTE

DATA: 16/09/2017

DENUNCIADO (S):

VILMAR VIEIRA GOMES

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MAYCOLN SOSTAG DE CAMARGO

1° DENUNCIADO: VILMAR VIEIRA GOMES, atleta da entidade de prática desportiva GP Gente da Gente, BID nº 323.998, que foi expulso aos 45 (quarenta e cinco) minutos de partida por atitude antidesportiva, por impedir uma possível oportunidade de gol, segurando com as duas mãos a cintura do adversário fora da disputa de bola. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N. 525/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CHRISTIANO SOUTO PUPPI

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - JUVENIL

JOGO: VASCO DA GAMA FC X SE TANGUÁ

DATA: 16/09/2017

DENUNCIADO (S):

JULIO C. KRUCHINSKI

GUSTAVO H. FREITAS

GUSTAVO R. OLIVEIRA

DOUGLAIR DO NASCIMENTO

GABRIEL OLIVEIRA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MAYCOLN SOSTAG DE CAMARGO

1º DENUNCIADO: JULIO C. KRUCHINSKI, atleta da entidade de prática desportiva Vasco da Gama FC, BID nº 593.967, que foi expulso aos 54 (cinquenta e quatro) minutos de partida, por conduta violenta ao dar um chute e um soco no peito de seu adversário, fora da disputa de bola. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2º DENUNCIADO: GUSTAVO H. FREITAS, atleta da entidade de prática desportiva Vasco da Gama FC, BID nº 597.045, expulso aos 54 (cinquenta e quatro) minutos de jogo, por conduta violenta, quando a briga estava generalizada veio correndo da sua meta quando o jogo estava parado e deu uma voadora em seu adversário, acertando com o pé as costas do mesmo. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3º DENUNCIADO: GUSTAVO R. OLIVEIRA, atleta da entidade de prática desportiva SE Tanguá, BID nº 599.725, expulso aos 54 (cinquenta e quatro) minutos de partida por conduta violenta, ao trocar soco com o atleta da equipe adversária. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

4º DENUNCIADO: DOUGLAIR DO NASCIMENTO, atleta da entidade de prática desportiva SE Tanguá, BID nº 599.729, expulso aos 54 (cinquenta e quatro) minutos de partida por conduta violenta, quando a briga estava generalizada o mesmo deu um soco no goleiro da equipe adversária. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

5º DENUNCIADO: GABRIEL OLIVEIRA, atleta da entidade de prática desportiva SE Tanguá, BID nº 598.817, que foi expulso aos 54 (cinquenta e quatro) minutos de partida por conduta violenta, ao dar um pontapé pelas costas do nº 10 da equipe adversária, enquanto o mesmo tentava separar a briga. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

AUTOS N. 526/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURÍCIO BITTENCOURT FOWLER

CAMPEONATO AMADOR DA CAPITAL - JUVENIL

OFÍCIO Nº: 144/2017

DENUNCIADO (S):

EC FORTALEZA

PAULO FERREIRA BORGES

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MAYCOLN SOSTAG DE CAMARGO

1º DENUNCIADO: EC FORTALEZA, entidade de prática desportiva, por permitir que o técnico Paulo Ferreira Borges, que estava sem condições legais para estar em campo, por não cumprir a suspensão automática prevista no RGC, estar presente atuando nas partidas dos dias 16/09/2017 e 23/09/2017. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 191, III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2º DENUNCIADO: PAULO FERREIRA BORGES, técnico da entidade de prática desportiva EC Fortaleza, por estar em campo sem condições legais, deixando de cumprir a suspensão automática até a data de emissão do ofício da FPF. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 191, III e 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

Publicação: 19/10/2017 às 17:51