Sessão: Terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

.: Pauta 2ª Comissão Disciplinar - 27 de Fevereiro de 2018 :.

2ª COMISSÃO DISCIPLINAR

PAUTA DE JULGAMENTO DO DIA 27/02/2018

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO N° 07/2018 

De ordem do Presidente em exercício do Tribunal de Justiça Desportiva Doutor Adelson Batista de Souza e nos termos dos arts. 45, 46 e seguintes do CBJD, faço  publicar o presente Edital em que são CITADAS E INTIMADAS as partes abaixo nominadas, para  que querendo, apresentem defesa pessoalmente, ou ainda, se façam representar por advogado  de  defesa, via procuração expressa, no processo contra elas movido nesta Justiça Desportiva. Torna-se público, por intermédio deste Edital, que:

 

No dia 27 DE FEVEREIRO DE 2018 ou na Sessão Subseqüente, a partir das 19:00 horas  (Terça - Feira), serão julgados na sede do TJD/PR, sito na Avenida República Argentina, 2153 – Portão, Curitiba, Paraná, os seguintes processos:

AUTOS N. 585/2017 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CHRISTIANO SOUTO PUPPI

TAÇA FPF – SUB – 23

JOGO: RIOBRANCO SC X AC PARANAVAÍ

DATA: 08/10/2017

DENUNCIADO (S):

RIO BRANCO SC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. RICARDO MAGNO QUADROS

1º DENUNCIADO: RIO BRANCO SC, entidade de prática desportiva, por não pagamento da taxa de arbitragem. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 191, III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N. 33/2018 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. CHRISTIANO SOUTO PUPPI

CAMPEONATO PARANAENSE 2ª DIVISÃO DE PROFISSIONAIS 2018

JOGO: AA BATEL X CLUBE ANDRAUS BRASIL

DATA: 14/02/2018

DENUNCIADO (S):

ADIR VINICIUS AMARAL RODRIGUES

WILSON MURILO DE SOUZA

GUSTAVO DUARTE GATTI

MATHEUS SANTIAGO LIMA

AA BATEL

CLUBE ANDRAUS BRASIL

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. EDSON RENATO ALMEIDA FERNANDES

1° DENUNCIADO: ADIR VINICIUS AMARAL RODRIGUES, atleta da entidade de prática desportiva AA Batel, BID nº 506.425, por agredir o seu adversário com um chute (voadora) com o jogo paralisado. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º, inciso II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: WILSON MURILO DE SOUZA, atleta da entidade de prática desportiva AA Batel, BID nº 551.497, por agredir o seu adversário com socos fora da disputa de bola. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3° DENUNCIADO: GUSTAVO DUARTE GATTI, atleta da entidade de prática desportiva Clube Andraus Brasil, BID nº 375.065, por agredir o seu adversário com socos fora da disputa de bola. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

4° DENUNCIADO: MATHEUS SANTIAGO LIMA, atleta da entidade de prática desportiva Clube Andraus Brasil, BID nº 519.486, por agredir o seu adversário com um chute (voadora) com o jogo paralisado. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 254-A, §1º inciso II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

5° DENUNCIADO: AA BATEL, entidade de prática desportiva, pela responsabilidade sobre o ato anti desportivo praticado pelo seu atleta e funcionário, ora 1º e 2º denunciados. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258-D do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

6° DENUNCIADO: CLUBE ANDRAUS BRASIL, entidade de prática desportiva, pela responsabilidade sobre o ato anti desportivo praticado pelo seu atleta e funcionário, ora 3º e 4º denunciados. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 258-D do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

________________________________________________________________________________________________

AUTOS N. 34/2018 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. RICARDO GAMBA GOMES BARBOZA

CERTIDÃO TJD Nº 003/2018

DENUNCIADO (S):

JUVENIL MASAEL

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. EDSON RENATO ALMEIDA FERNANDES

1º DENUNCIADO: JUVENIL MISAEL, preparador técnico da entidade de prática desportiva Caxias FC, por não recolher junto à tesouraria da Federação Paranaense de Futebol o valor referente à multa que lhe foi imputada nos autos 11/2018. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

 

AUTOS N. 35/2018 – EM TRÂMITE

AUDITOR RELATOR: DR. GABRIEL ALVES MUNIZ DOS SANTOS

CAMPEONATO PARANAENSE 2ª DIVISÃO DE PROFISSIONAIS 2018

JOGO: A. PORTUGUESA LONDRINENSE X CASCAVEL CR

DATA: 14/02/2018

DENUNCIADO (S):

A. PORTUGUESA LONDRINENSE

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. DANIEL SINGER

1° DENUNCIADO: A. PORTUGUESA LONDRINENSE, entidade de prática desportiva, pelo atraso no inicio da partida, devido à ausência de ambulância, a qual compareceu ao local da partida 03 (três) minutos após o horário programado. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

________________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 36/2018 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: DR. MAURÍCIO BITTENCOURT FOWLER 

CAMPEONATO PARANAENSE 1ª DIVISÃO DE PROFISSIONAIS 2018

JOGO: FOZ DO IGUAÇU SC X CE UNIÃO

DATA: 10/02/2018

DENUNCIADO (S):

FOZ DO IGUAÇU SC

FOZ DO IGUAÇU SC

CE UNIÃO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. DANIEL SINGER

1° DENUNCIADO: FOZ DO IGUAÇU SC, entidade de prática desportiva, pois de acordo com a documentação que acompanhou o relatório do Delegado do jogo, o Clube Denunciado deixou de cumprir o que determina o art. 14, inciso I, da Lei nº 10.671/2003, e o art. 15, inciso I, do Regulamento Geral das Competições, não tendo comprovado o envio de ofício à autoridade policial competente, nem o seu respectivo recebimento, a fim de garantir a presença de agentes públicos de segurança na partida. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no artigo 191, incisos I e III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2° DENUNCIADO: FOZ DO IGUAÇU SC, entidade de prática desportiva, pois de acordo com a documentação que acompanhou o relatório do Delegado do jogo, o Clube Denunciado deixou de cumprir o que determina o art. 30, inciso I, do Regulamento Específico da Competição, não tendo apresentado ao Delegado do Jogo a lista dos atletas relacionados para a partida. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no artigo 191, inciso III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

3º DENUNCIADO: CE UNIÃO, entidade de prática desportiva, pois de acordo com a documentação que acompanhou o relatório do Delegado do jogo, o Clube Denunciado deixou de cumprir o que determina o art. 30, inciso I, do Regulamento Específico da Competição, não tendo apresentado ao Delegado do Jogo a lista dos atletas relacionados para a partida. Com tal conduta, o denunciado praticou o ilícito tipificado no artigo 191, inciso III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

_______________________________________________________________________________________________

AUTOS N°. 37/2018 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR:  DR. CHRISTIANO SOUTO PUPPI

CAMPEONATO PARANAENSE 1ª DIVISÃO DE PROFISSIONAIS 2018

JOGO: LONDRINA EC X CORITIBA FC

DATA: 10/02/2018

DENUNCIADO (S):

CESAR AUGUSTO SOARES DOS REIS RIBELA

LONDRINA EC

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS

1º DENUNCIADO: CESAR AUGUSTO SOARES DOS REIS RIBELA, goleiro da entidade de prática desportiva Londrina EC, BID nº 409.084, por expulsão direta por impedir uma oportunidade de gol da equipe adversária com falta. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 250, §1º, inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2º DENUNCIADO: LONDRINA EC, entidade de prática desportiva, omissão quanto á entrega de ofício de policiamento, descumprindo o art. 15, I, do Regulamento Geral de Competições. Com tal conduta, o Denunciado praticou o ilícito tipificado no art. 191, inciso III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

________________________________________________________ Publicação: 22/02/2018 às 18:49